quinta-feira, 30 de julho de 2015

.: A boneca Myrian Rios, um trauma de infância

Por: Mary Ellen Farias dos Santos*
Em junho de 2015*


Bom, quem é que não espera o dia do pagamento para deixar o salário escorregar um pouco para fora do bolso e fazer gastos com besteiras? Pois bem. Foi justamente em um destes "deslizes bobinhos" que meu pai chegou todo feliz com um pacote das Lojas Americanas e me entregou, logo que entrou no nosso apartamento, após receber o salário do mês.

Eu, toda empolgada, logo deduzi que a surpresa era uma Barbie. Claro! A caixa tinha o mesmo formato, só poderia ser. Ao abrir, ledo engano. Em mãos eu tinha uma boneca com cabelos grossos -que até hoje me lembram os de um Chico Bento, que também ainda guardo de lembrança-, pernas que não dobravam, cabeça grande, além de uma roupa pavorosa e cheia de glitter. Ali, eu ganhava uma boneca que hoje, no ano de 2015, é uma raridade.

Na minha cara, ficou estampada a frustração, mas segui o conselho da minha mãe que percebeu tudo. Claro! Mãe é mãe! Sabiamente, ela contornou toda a situação e fez com que o meu pai logo entrasse no banho, afinal, ele tinha acabado de chegar da rua. 

Sim!! Com o meu pai fora de cena, ganhei um olhar fulminante e ela só me disse bem baixinho: "Faz cara de quem gostou, porque ele é fã e pode ficar chateado". Na verdade, eu só queria ter certeza de quem era aquela mulher para chegar a ter uma versão dela em boneca. Diante da minha cara de interrogação minha logo lançou: "Quando ela aparecer na TV, eu te chamo."

O tempo passou e ela foi ficando comigo. Sim! A concretização de um "trauma" de infância foi preservado. Há alguns anos o meu pai deixou de me perguntar se eu ainda tenho a boneca. De fato, nem precisa, após tudo, eu até passei a gostar desta "caruda" brilhante!


* Mary Ellen é editora do site cultural www.resenhando.com, jornalista, professora e roteirista, além de criadora do www.photonovelas.com.br. Twitter: @maryellenfsm 


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

4 comentários:

  1. Quem não ficaria traumatizado.
    Já estás vestindo ela de Pastora?
    Rssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk.. Ainda não!!
      Nunca fui de brincar muito com ela..
      kkkkkkkkkkkkk

      Agradeço o comentário. ;)

      Excluir
  2. É A VERSÃO FEMININA DO ROBERTO CARLOS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Jéssica Cordeiro de Almeida22 de julho de 2017 15:52

    Eu também tenho umaaaaa!!! Mas a minha tinha o vestido que ela usou no casamento com o Roberto Carlos

    ResponderExcluir

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.