sexta-feira, 24 de julho de 2015

.: "Cia. Suno" comemora 17 anos com maratona no Sesc Santos

No próximo domingo será apresentado o espetáculo "Despautérios", que tem direção de Domingos Montagner.

Para celebrar seus 17 anos de palhaçada e humor, a "Cia. Suno" realiza uma mostra com um apanhado de vários espetáculos em julho e agosto no SESC Santos. Em cena, nove divertidos espetáculos que misturam circo e linguagem teatral.

No próximo domingo, às 17h30, será apresentado no Teatro do Sesc Santos “Despautérios”, um espetáculo clown recheado de peripécias, malabarismos e números de equilibrismo. O belo espetáculo trata da vida cotidiana de três palhaços longe dos picadeiros que, mesmo distantes da lona do circo, não deixam de atuar. Nesse trabalho, a  "Cia. Suno" apresenta um espetáculo híbrido, que mescla a riqueza poética do circo com a linguagem teatral, resultado de uma pesquisa de dez anos dedicados a investigar uma dramaturgia própria, capaz de construir espetáculos mais elaborados e propor novas possibilidades ao universo simbólico do palhaço, sem perder a essência e forma da máscara.

Escrito por Victor Nóvoa e dirigido por Domingos Montagner, o espetáculo mostra a vida rotineira de três palhaços fora do picadeiro. Mesmo nas ações diárias mais banais eles não conseguem parar de representar. Presos ao pequeno universo criado por eles mesmos, os três palhaços criam diversas situações insólitas para escapar do cotidiano repetitivo. Entre, melancolia e alegria, entre a realidade e a ficção nasce o humor onírico deste espetáculo.

Confira a programação da Mostra  "Cia. Suno de Artes" - 17 anos de Palhaçada:

Domingo, 26 de julho - no Teatro às 17h30 - "Despautérios"
Recheada de peripécias, malabarismos e números de equilibrismo, a peça trata da vida cotidiana de três palhaços longe do picadeiro. Mesmo distante da lona do circo eles não deixam de atuar; até nas ações diárias mais banais estão sempre representando. Presos a um pequeno universo, criado por eles próprios, os palhaços criam situações insólitas para escapar da mesmice do cotidiano.
Direção: Domingos Montagner // Elenco: Helena Figueira, Duba Becker e Victor Nóvoa // Duração: 55 minutos // Classificação: 12 anos.

Domingo, 9 de agosto - no Teatro às 17h30 - "Carpinteiros Em Domicílio"
Dois palhaços chegam com monociclos carregando madeiras para uma obra. Realizam números de música, rola-rola e acrobacias diversas, sempre interagindo com o público. Espetáculo divertido e inusitado. Neste espetáculo a companhia se propõe a demonstrar habilidades técnicas de circo utilizando uma roupagem diferente. Neste processo a ideia é utilizar o palhaço longe do universo do circo e como ele lida com os elementos do dia-a-dia sem estar se apresentando.
Direção: "Cia. Suno" // Elenco: Helena Figueira e Duba Becker // Duração: 45 minutos // Classificação: livre.

Sábado, 15 de agosto - no Teatro às 18h30 - "O Circo de Um Homem Só"
Neste espetáculo, o acrobata e malabarista Duba Becker dá vida a um palhaço solitário que abandona o circo e tenta se adaptar na cidade grande. Mesmo longe do picadeiro, esse personagem exerce sua maior função dentro do circo: espalhar alegria. Suas atitudes e relações com o cotidiano são sempre cômicas e desastradas, como se o palhaço não conseguisse viver sem representar, fazendo da sua vida um verdadeiro espetáculo de circo.
Direção: Helena Figueira // Elenco: Duba Becker // Duração: 50 minutos // Classificação: livre.

Sábado, 22 de agosto - na área de convivência - "Cortejo Suno"
O espetáculo vem em forma de cortejo e é formado por uma banda com dois palhaços, um augusto músico e um branco na perna-de-pau tocando caixa, uma palhaça bailarina e um acrobata maestro. O grupo demonstra algumas habilidades circenses com música ao vivo. São elas, acrobacias em dupla, equilibrismo, malabarismo, contorcionismo, tudo com um toque de humor.
Direção: Helena Figueira // Elenco: Duba Becker, Fernando Proença e Helena Figueira // Duração: 50 minutos // Classificação: livre.

Domingo, 23 de agosto - no Teatro às 17h30 - "De Partida"
O espetáculo traz à cena os palhaços Sanduba e Fiorella, como "novos ciganos" em uma nova cruzada pelo mundo. Com suas malas em vagões de trem e carregando os poucos objetos que acumularam em suas vidas (guarda-chuva, chapéus, cartolas e instrumentos musicais) eles buscam novos desafios por onde passam. Neste projeto, a "Cia. Suno" cria um universo colorido e divertido com o personagem lúdico do palhaço, mostrando que esse personagem segue sua essência e exerce sua maior função dentro do circo: espalhar alegria. Imagens inspiradas nas obras impressionistas de Toulouse Lautrec e Mentor Blasco, trazem um ar fugaz e ao mesmo tempo marcante, de passagem, de artistas que não deixam nada além de um perfume e um suspiro nostálgico de alegria. 
Direção: Marcelo Lujan // Elenco: Duba Becker e Helena Figueira // Duração: 50 minutos // Classificação: livre.

Sábado, 8 de agosto - na área de convivência às 18h30 - "Sanduba Delivery"
Neste espetáculo da "Cia. Suno", o palhaço Sanduba chega com sua bicicleta acrobática para fazer entregas de sua lanchonete. No cardápio, dez números circenses divididos em entrada, prato principal, sobremesa e cafezinho. O público é convidado para fazer o pedido e assim formar a cada dia um cardápio e um espetáculo diferente. No final do espetáculo há um surpreendente numero de equilibrismo, com o artista equilibrando no queixo uma barraca de feira.
Direção: Helena Figueira // Elenco: Duba Becker // Duração; 50 minutos // Classificação: livre.

Domingo, 30 de agosto - no Teatro às 17h30 - "Cabaré de Bolso"
Com roupagem contemporânea a "Cia. Suno" trás à cena neste projeto um espetáculo de variedades intimista, que convida o público para uma visita ao processo criativo do show. Durante os 50 minutos de duração do Cabaré de Bolso, contorcionismos, malabarismos e são apresentados sem a configuração real de "número", expondo ao público todos os aspectos criativos mais íntimos da criação. As canções são executadas ao vivo ou operadas em cena pelos personagens, e completam os seis números de habilidades que compõem o projeto.
Direção: Helena Figueira // Elenco: Duba Becker, Helena Figueira e convidados // Duração: 50 minutos // Classificação: livre.

Oficina
De 18 à 22 de agosto (ter – sab - ter-sex das 19h às 22h e sáb das 10h às 13h), na sala de ensaio - "O Ator Funâmbulo"

Cada vez exige-se mais do ator contemporâneo, ele é parte ativa do processo de criação de um espetáculo de pesquisa. Diversas técnicas e teorias são desenvolvidas para equipar este ator, mas para realmente estar disponível ele precisa de um treinamento que o liberte de fórmulas.

Ao colocar o ator no aparelho do arame ele se submete ao risco eminente da queda e busca confiar mais em seu próprio corpo, este estado possibilita o trabalho de diversos elementos pré-expressivos que são vivenciados nesta oficina, a concentração, o equilíbrio, a economia gestual, o controle muscular e a respiração.

Ao colocar o corpo sob esta condição, toda tensão muscular desnecessária é descoberta e o ator passa a compreender melhor seu próprio corpo.

Objetivo da oficina:
Possibilitar uma vivência, para os participantes da oficina, do treinamento pré-expressivo da "Cia. Suno", sob a orientação de Helena Figueira. 

Ministrante: Helena Figueira // Público Alvo: Atores, dançarinos e circenses com mais de 18 anos // Vagas: 20 participantes // Inscrições: de 1 à 10/08 – envio de breve currículo e carta de interesse para o e-mail circosuno@gmail.com

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.