domingo, 26 de julho de 2015

.: Novo álbum de Chico César em show no Sesc Pinheiros

Dias 31 de julho, 1° e 2 de agosto de 2015


O Sesc Pinheiros recebe nos dias 31 de julho, 1° e 2 de agosto (sexta, sábado e domingo), o show do oitavo disco do cantor e compositor Chico César, “Estado de Poesia” As apresentações ocorrem no Teatro Paulo Autran e os ingressos custam entre R$ 12 (credencial plena) e R$ 40 (inteira).

“Estado de Poesia” une a riqueza dos ritmos brasileiros à sonoridade universal. Num mesmo registro fonográfico, samba, forró, frevo, toada e reggae se misturam e dão vida ao novo trabalho de Chico.  Das 14 músicas do disco, o artista assina 12 e conta com a participação de Carlos Rennó em “Reis do Agronegócio”, além de musicar o poema inédito do tropicalista Torquato Neto, “Quero Viver”. O álbum tem produção do próprio artista, em parceria com Michi Ruzitscha.

O repertório traz a canção “Da Taça”, disponível para download gratuito e músicas de trabalhos anteriores como “Mama África” e “Pensar em Você”. Antes de ser gravada por Chico, “Estado de Poesia” é a canção que dá título ao disco e ganhou uma versão na voz de Maria Bethânia, no DVD “Carta de Amor”.

“É uma canção de amor sobre aquela pessoa que vivia uma vida desregrada e muito livre por escolha própria, mas depois de encontrar o amor, também por escolha própria, deixa essa vida de lado e começa uma vida nova. Quando conhecemos o outro, nós conhecemos mais de nós mesmos. O outro revela muito de quem somos e de quem podemos ser. Esse é o caso de ‘Estado de Poesia’”, conta o próprio Chico.

Sobre o disco: Como Secretário de Cultura, Chico passou muito de seu tempo no seu estado natal, a Paraíba, e de lá vem muitas das influências do disco e a explicação para o título: “Estado de poesia é um estado alterado de dentro para fora, é como vi meu estado de origem e como me vi. O disco tem um lado A, que fala mais das coisas internas, do amor pela moça que veio morar em São Paulo comigo agora, uma paraibana. As músicas têm a ver com isso tudo. E tem um lado B que é um olhar mais social, pra fora, pro mundo”, fala o cantor.

Num breve “faixa a faixa”, a jornalista, escritora e pesquisadora francesa Dominique Dreyfus, amiga de Chico César há anos, explica o álbum:
“O amor dá asas ao Chico, sua consciência de cidadão lhe dá garras para denunciar o racismo endêmico no Brasil (“Negão”), os limites da liberdade (“Miaêro”, num ritmo que relembra a morna caboverdeana), a mercantilização da vida (“Guru”),  o problema da pobreza e da droga (“Sumaré, samba à la Adoniran Barbosa”),  a dificuldade de ser gay numa sociedade repressiva (“Alberto, frevo em homenagem a Santos Dumont”) e, única música a não ser exclusivamente do Chico, “Quero viver”, parceria póstuma com letrista e poeta tropicalista Torquato Neto, que se suicidou em 1972 deixando paradoxalmente essa ode à vida que Chico musicou e arranjou num estilo bem Jackson do Pandeiro”.

SERVIÇO
Chico César em “Estado de Poesia”
Local: Teatro Paulo Autran
Dia: De 31 de julho a 2 de agosto. Sexta e sábado, às 21h. Domingo, às 18h. 
Duração: 90 minutos
Classificação: Não recomendado para menores de 10 anos.
Ingressos: R$ 40,00 (inteira). R$ 20,00 (meia: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência). R$12,00 (credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes). Ingressos à venda pelo Portal www.sescsp.org.br e nas bilheterias do SescSP. Venda limitada a quatro ingressos por pessoa. Não é permitida a entrada após o início do espetáculo.

SESC PINHEIROS
Endereço: Rua Paes Leme, 195.
Bilheteria: Terça a sábado das 10h às 21h. Domingos e feriados das 10h às 18h.
Tel.: 11 3095.9400.
Estacionamento com manobrista: Terça a sexta, das 7h às 22h; Sábado, domingo, feriado, das 10h às 19h. Taxas / veículos e motos: para atividades no Teatro Paulo Autran, preço único: R$ 6,00.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.