quarta-feira, 19 de agosto de 2015

.: Diabo funda sua igreja no filme sabatinado no teste audiência

Mônica Iozzi, Dalton Vigh, Murilo Rosa e Juliana Alves são alguns dos destaques do longa-metragem “A Comédia Divina”, de Toni Venturi

No dia 1 de setembro, os paulistanos assistem em primeira mão o longa-metragem “A Comédia Divina”, de Toni Venturi no Caixa Belas Artes, às 20h. Esse filme é uma livre adaptação de um dos mais famosos contos de Machado de Assis, “A Igreja do Diabo”. A atividade, promovida pela CAIXA Cultural São Paulo, proporciona o livre debate de filmes ainda em fase de montagem. As sessões acontecem às primeiras terças-feiras de cada mês, com ingressos a R$ 2.

Assim como no texto original de Machado, o tema principal de “A Comédia Divina” é a dúvida se o homem está mais perto de Deus ou do Diabo. Desacreditado no imaginário das pessoas e preocupado com seu decrescente market share, o Diabo resolve vir à Terra fundar sua própria igreja, na qual tudo o que antes era proibido passa a ser permitido.

O ser humano é, então, estimulado a liberar seus instintos básicos e realizar suas fantasias reprimidas. O pecado, por exemplo, não é a gula, mas a fome. A inveja é a essência da concorrência e o que faz o homem progredir. Usando a televisão para propagar a chegada da nova religião, Satanás instala a desordem em um mundo caótico de delícias e confusões.

A adesão à nova doutrina preocupa anjos, religiosos e carolas, mas Deus, de quem se espera uma reação espetacular, não se importa com a queda de preferência. Pelo contrário, só pensa em seus joguinhos de azar para tentar driblar o tédio celestial. O mundo está perdido? A humanidade vai entregar-se definitivamente às tentações do Capeta?

Ao final da sessão, o diretor Toni Venturi participa de debate com a plateia.

Teste de Audiência
O projeto foi idealizado e é comandado pelos cineastas Marcio Curi e Renato Barbieri. Em nove edições, exibiu mais de 80 longas-metragens brasileiros entre as cidades de Brasília e Curitiba. Em São Paulo, o projeto estreou em março com o filme “A Noite Escura da Alma”, do diretor Henrique Dantas.

Por meio de questionário, a plateia emite sua opinião sobre diversos aspectos da produção como história, roteiro, narrativa, trilha sonora, duração, personagens etc.

Entre os filmes que já participaram da experiência estão “Cidade dos Homens”, de Paulo Morelli, “É Proibido Fumar”, de Anna Muylaert, “Tropicália”, de Marcelo Machado, e “Eu Receberia as Piores Notícias dos seus Lindos Lábios”, de Beto Brant e Renato Ciasca, entre outros. Até o final de 2015, dez longas-metragens participarão da edição paulista do Teste de Audiência. As sessões são patrocinadas pela Caixa Econômica Federal.

Para participar – Diretores interessados em ter acesso gratuito à atividade podem inscrever o longa em formato aberto para o e-mail da curadoria do Teste de Audiência. (Marcio Curi - mccuri@gmail.com e Renato Barbieri - renato@gayafilmes.com). O projeto aceita inscrições de longa-metragem em todos os gêneros cinematográficos, como documentário, ficção e animação. Para a participação no programa é fundamental que o diretor tenha disponibilidade para acompanhar a sessão e debater com o público após a exibição do filme.

Serviço:
Teste de Audiência
Filme:  “A Comédia Divina”, de Toni Venturi
Data: 01 de setembro de 2015, terça-feira
Horário: 20h
Local: Caixa Belas Artes
Endereço: Rua da Consolação, 2423 – Consolação – São Paulo (SP)
Telefone: (11) 2894-5781
Entrada: R$ 2
Funcionamento: de segunda-feira a domingo, das 13h30 às 23h30
Capacidade: 141 lugares
Classificação etária: 16 anos
Caixa Belas Artes: www.caixabelasartes.com.br
Fanpage: facebook.com/CaixaCulturalSaoPaulo/events
Site do evento: testedeaudiencia.com.br
Patrocínio: Caixa Econômica Federal

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.