quarta-feira, 23 de setembro de 2015

.: 1x12: Em "Empire", Lucious, finalmente sabe quem é

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em setembro de 2015



Despedidas são sempre doloridas, ainda mais quando se trata de um seriado que conseguiu agarrar a atenção do público -e com louvor. "Empire", série da FOX com 12 episódios fez muito bem este serviço. No episódio de despedida, intitulado de "Who I Am", os três filhos de Lucious (Terrence Howard) estão reunidos na grande mesa de jantar, diante de cada um, com os respectivos nomes, há uma bela -e negra- caixa de presentes. A tentação do flashback -básico do primeiro episódio- e retoma ao momento crucial da revelação com mais um discurso de Lucious (Terrence Howard).

Com a segunda chance de viver, Lucious sapateia na cara de todos os Lyon, mas passa o cetro para o rejeitado de todos os tempos: Jamal (
Jussie Smollett). O jogo vira e fica muito feio para a incrível Cookie (Taraji P. Henson). O presente de Lucious a ela é um pequeno travesseiro. Sim! Ele sabe o que ela cogitou fazer. Cookie teve vontade de usar bem um travesseiro branquinho enquanto o ex-marido dormia, mas não concluiu o serviço. 

É nítido que Jamal aceita e gosta de estar no topo, assumindo o lugar do pai na "Empire", o que é visível. Embora seja algo controverso, é altamente compreensível, pois ele sempre foi jogado para escanteio por Lucious -desde criança. Assumir tal posição de destaque é uma forma de aceitação vindo do pai. Em tempo, não há dúvida de que Lucious é o próprio encardido em pessoa. Sem dó ou um pingo de piedade ele brinca com todos, sem exceção.

Destaque para a participação incrível de Rita Ora, que deixa a trama animada e até suave, mas em "Empire" a felicidade sempre dura pouco. Assim, Lucious investe na carreira de Michele (Jennifer Hudson), enquanto os aliados, para tirar Jamal da parada, apostam na aquisição hostil. Assim, juntam-se: Cookie, Hakeem (
Bryshere Y. Gray), Andre (Trai Byers) e Anika (Grace Gealey). OK! Cookie e Anika acertam suas rusgas sem cerimônia ou fineza e partem para tapas e puxadas de cabelo. Quem não queria ver este acerto de contas, não é?

Sem ter o respeito dos músicos e da própria família, Jamal 
consegue permanecer firme e forte como o cabeça da "Empire". O desafio mexe com todos os "peões do jogo". No entanto, é Andre e Rhonda (Kaitlin Doubleday) que se envolvem numa enorme cilada -vamos acompanhar só na próxima temporada. 

Na Mercury Arena, grande público está presente para "O Som de Lucious Lyon", show que tem a participação de Jamal, Hakeem e da nova estrela: Michele. No entanto, Lucious é surpreendido -o que muda e muito o rumo da história- e o show prossegue numa apresentação do novo líder da gravadora com Patti Labelle -Um salve ao Dandy de "American Horror Story Freakshow".

Finalmente, é a vez de Lucious pagar as contas do que fez, mas, como um bom leão, deixa a mensagem de que é a hora do jogo: 
"Podem ter achado que haviam se livrado, mas não se enganem. Isso é apenas o começo. As ruas não puderam me derrotar. A doença não me parou. Nem mesmo Deus pode me matar. O dia do retorno de Lucious Lyon irá chegar." - Lucious Lyon


Seriado: Empire
Episódio: Who I Am
Criado por: Lee Daniels, Danny Strong (2015)
Elenco: Terrence Howard, Taraji P. Henson, Bryshere Y. Gray, Trai Byers, Jussie Smollett, Grace Gealey, Malik Yoba, Kaitlin Doubleday, Gabourey Sidibe
Gênero: Drama, Novela, Musical
Duração: 42 minutos


* Mary Ellen é editora do site cultural www.resenhando.com, jornalista, professora e roteirista, além de criadora do www.photonovelas.com.br. Twitter:@maryellenfsm 





Cenas do show no Arena Mercury



← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.