terça-feira, 15 de setembro de 2015

.: No quarto episódio de "Empire": Lucious Lyon e a falsa imposição

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em setembro de 2015



A verdade é que não adianta querer, pois nem sempre as coisas serão do jeito que desejamos ou imaginamos. No episódio "False Imposition", o quatro do seriado "Empire", é a vez do poderoso Lucious (Terrence Howard) descobrir isto: Jamal (Jussie Smollett), rejeitado por ser gay, não quer mais ser bancado por ele e deixa tudo para trás, enquanto que Hakeem (Bryshere Y. Gray), envolvido até o pescoço com Camilla (Naomi Campbell) pode não fazer cena para a imprensa ao lado de Tiana (Serayah McNeill) e continuar a agir como um bobão.

Entretanto, Lucious mantém o foco na briga para eleger o novo líder da "Empire". Tudo indica que o escolhido será o jovem e totalmente imaturo: Hakeem. Embora seja pai também de um gay, Lucious deixa claro que tem como objetivo colocar Jamal contra o caçula. O que ele quer? Lançar o álbum do pimpolho mimado no dia em que abrir o capital da empresa, ou seja, já nos próximos capítulos.

Convenhamos que ele é muito mau, porém, em raros momentos, até é possível se sensibilizar com a situação de Lucious. Um exemplo é de quando o senhor Lyon não consegue fazer a barba. Ok! Cortando qualquer sentimento de piedade para com o vilão da história, é nítida que a vez de Cookie (Taraji P. Henson) realmente está apontando. Além de cuidar da carreira de Jamal, Tiana é quem a procura, em busca de dicas para uma música. Resultado: Mais farpas para serem arremessadas entre Cookie e Anika (Grace Gealey).

Após haver roubo de artista entre os próprios funcionários da "Empire", chega a vez da Creedmoor, gravadora concorrente, sofrer um pouco, pois o alvo é o rival de Lucious: Billy Beretti (Judd Nelson). Por outro lado, o prosseguimento nas investigações da morte de Bunkie continua e Andre (Trai Byers), nitidamente, encobre o pai para a polícia. Tal costume do filho é bem justificado numa lembrança do passado, quando ele ainda era uma criança.

De Lucious, neste episódio, ao menos algo bom, sai. Sim! No estúdio, o birrento 
Hakeem fala as "abobrinhas" de sempre até escutar do senhor Lyon: "Hakeem, não posso forçá-lo a amar sua mãe, mas você vai respeitá-la.". Bingo! É assim que o vilão conquista, embora não chegue perto de virar o mocinho. No embate com Beretti, Lucious deixa bem claro que não brinca em serviço. Vilão com traços de bondade? Não! Talvez alguns leves e incertos risquinhos de alguma ação do bem.

Enfim, apesar dos pesares em "Empire" é difícil definir quais personagens estão para mocinho ou amigo do mocinho, pois todos têm pontinhas de características vilanescas.


Seriado: Empire
Episódio: False Imposition
Criado por: Lee Daniels, Danny Strong (2015)
Elenco: Terrence Howard, Taraji P. Henson, Bryshere Y. Gray, Trai Byers, Jussie Smollett, Grace Gealey, Malik Yoba, Kaitlin Doubleday, Gabourey Sidibe
Gênero: Drama, Novela, Musical
Duração: 42 minutos


* Mary Ellen é editora do site cultural www.resenhando.com, jornalista, professora e roteirista, além de criadora do www.photonovelas.com.br. Twitter: @maryellenfsm 
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.