terça-feira, 29 de setembro de 2015

.: Os filmes favoritos de Matthew Vilela, estudante de jornalismo

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em setembro de 2015


O cinema é uma belíssima forma de expressão. Logo, identificar-se -de certa forma- com algum filme ou alguns é uma tarefa fácil, não é? Desta forma, o estudante de jornalismo, Matthew Vilela, de 21 anos tem muito para dizer quando precisa destacar filmes como preferidos, afinal esta é uma paixão que o acompanha desde a infância.


"Desde criança já assistia a muitos filmes. Comecei com os clássicos da Disney, e na medida em que fui crescendo e conhecendo mais sobre cinema, minha paixão se transformou na vontade de escrever sobre cada filme que via, no cinema ou na televisão. Aos 15 anos comecei o meu primeiro blog, e desde então, iniciei uma rotina de todo final de semana ir ao cinema e assistir todos os lançamentos. Muitas vezes ia sozinho, já que sempre fui uma pessoa independente", revela.

A verdade é que a paixão por cinema é tão grande que, atualmente, além de estudar, Matheus escreve para o site de entretenimento Descarga Nerd (http://www.descarganerd.com.br/). "Administro juntamente com três amigos. Sou o responsável pela edição dos departamentos de cinema e seriados", comenta.

Quando o assunto é o filme favorito, Vilela são elege apenas um. "São vários os filmes que me marcaram ao longo dos anos. Considero o cinema a expressão da vida. É a arte capaz de condensar todas as demais artes e nos levar a vivenciar situações diversas. Sejam estas boas ou ruins, o cinema incita à reflexão, ao diálogo. É a expressão de sentimentos ocultos transpostos para uma tela. É capaz de nos levar a mundos inimagináveis e sentir sensações que dificilmente sentiríamos cotidianamente", pontua.

Contudo, ao cumprir a tarefa de selecionar as películas prediletas, 
Matthew Vilela é certeiro. "Dentre tantos filmes, dois tiveram um impacto especial em mim: 'O Rei Leão' e 'A Lista de Schindler'", confessa.

"'O Rei Leão' foi o filme responsável por fazer me apaixonar pelo cinema. Meu pai sempre gostou bastante de assistir filmes, e os clássicos da Disney sempre tiveram um espaço importante na minha formação. A relação de pai e filho na história do longa era algo que, mesmo quando criança, despertava bastante minha atenção. Bem, como os acontecimentos trágicos posteriores, e também o papel dos amigos no processo de formação e superação de Simba. Tudo isso me deixava fascinado e foi muito importante no meu crescimento, pois abriu os meus olhos para história pessoais, dramas familiares e filmes que trabalhavam com esta temática de vencer as dificuldades, levantar a cabeça e seguir em frente", conta.

Matthew diz que assistia todos os dias “O Rei Leão” e não apenas uma vez, mas várias e seguidas. "Era a época do VHS e me lembro de cada detalhe, desde o momento em que rebobinava a fita para assistir novamente, até quando acontecia da fita magnética se enrolar nas engrenagens dentro do próprio aparelho. Enfim, é a animação que mudou radicalmente minha vida e me incentivou a assistir cada vez mais filmes", lembra. Já ao destacar a cena favorita de "O Rei Leão", o estudante escolhe quando há a "debandada dos gnus que resulta na morte de Mufasa".

SINOPSE: Apresenta a história de Simba, um leãozinho, filho de Mufasa, o Rei Leão, e da rainha Sarabi. O recém-nascido recebe a bênção do sábio babuíno Rafiki. Contudo, acaba envolvido nas artimanhas de seu tio Scar, o invejoso e maquiavélico irmão de Mufasa, que planeja livrar-se do sobrinho e herdar o trono. Simba, ao perceber que teve uma parcela de culpa na morte de Mufasa, vê o exílio como forma de salvar a própria vida. Longe das Terras do Reino, encontra abrigo junto a outros dois excluídos da sociedade: o javali Pumba e o suricato Timão. Com eles, aprende a filosofia do "Hakuna Matata". Anos depois, reencontra Nala, amiga de infância, e Simba tem que decidir se deve assumir as responsabilidades como rei ou seguir com o estilo de vida despreocupado.


Cena da morte de Musafa



Por outro lado, há outro longa que marcou Matthew Vilela. "Aqui no Brasil, ao menos onde estudei as professoras não se importavam em passar dramas pesados como “A Lista de Schindler” para uma sala com estudantes de 12, 13 anos de idade. Lembro-me exatamente de receber a tarefa de assistir ao filme para um trabalho de história sobre a Segunda Guerra Mundial, e desde então este se tornou o meu drama favorito de guerra", explica.

Matthew, apaixonado pela disciplina História, fala que o impacto das cenas de “A Lista de Schindler” foi o que chamou a atenção dele para entender melhor aquele período. "A crueza com que são retratadas por Spielberg, ao mesmo tempo em que o diretor cria cenas emocionantes e puramente pessoais, já que Spielberg é descendente de judeus, mostraram para mim, um filme minucioso, forte e instigante em cada aspecto", complementa.

Segundo o estudante,
por ser em preto e branco, tal característica chamou a atenção para que procurasse por filmes com a mesma estética. "Foi o que me levou a conhecer obras antigas, das décadas de 20, 30, 40 e assim por diante. Assim, conheci nomes de peso como Hitchcock, Billy Wilder, Chaplin e tantos outros que marcaram a história da Sétima Arte". Contudo, a cena mais marcante para Vilela é a do extermínio do gueto de Cracóvia.

SINOPSE: É um filme norte-americano de 1993 sobre Oskar Schindler, empresário alemão que salvou a vida de mais de mil judeus durante o Holocausto ao empregá-los na própria fábrica. O longa de 195 minutos foi dirigido por Steven Spielberg e escrito por Steven Zaillian, baseado no romance Schindler's Ark escrito por Thomas Keneally. 

Sobre Matthew Vilela: Editor-chefe autoritarista e narcisista do Descarga Nerd, é uma pessoa extremamente preocupada com o seu cabelo e em comprar os ingressos de cinema uma semana antes do dia. Tem grande capacidade de ficar estressado quando alguém critica ”O Rei Leão” ou a Trilogia Batman dirigida por Christopher Nolan e é capaz de virar a madrugada na Netflix. Já trabalhou na Wayne Industries, mas saiu de Gotham para trabalhar em Nova York na Stark Industries. Apesar da forte amizade com Tony, atualmente decidiu se dedicar a um site e ganhar menos dinheiro em Goiânia. Site: http://www.descarganerd.com.br/

Matthew Vilela é o 16ª entrevistado do #Resenhando.com para a série de depoimentos #MeuFilmeFavorito. Qual é o seu #MeuFilmeFavorito? Para os internautas interessados em participar, basta curtir a fanpage do portal –www.facebook.com/SiteResenhando - e enviar, por mensagem, a indicação, os motivos de ser o filme escolhido e uma cena favorita.


* Mary Ellen é editora do site cultural www.resenhando.com, jornalista, professora e roteirista, além de criadora do www.photonovelas.com.br. Twitter: @maryellenfsm 


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.