quarta-feira, 14 de outubro de 2015

.: A incrível história da mulher que foi indiciada por comer um bombom

Por Helder Miranda
Em outubro de 2015

É surreal, é absurdo, mas aconteceu na sede da Polícia Federal, em Boa Vista, Roraima. Uma faxineira estava limpando a sala de um delegado quando se deparou com uma caixa de bombons sortidos. Não resistiu, e comeu um deles. 

Mas foi flagrada pelas câmeras de segurança, o que levou o delegado que deu por falta de um dos bombons a abrir um inquérito por furto qualificado. Ela foi chamada na sala, admitiu que comeu o bombom, e se propôs a devolver um bombom igual e até dar outra caixa cheia, mas... com o inquérito aberto, perdeu o emprego.

Dizem que houve abuso de poder, e que ela poderia ter sido acusada, no máximo, por um desvio de conduta leve. Anexado ao inquérito, por ironia ou pelo patético da situação, está o papel do bombom. 

Em tempo: "ainda bem" que "a Justiça é para todos", não é? Uma mulher que se apropria de um bombom para comer é punida, enquanto políticos que roubam milhões seguem ancorados pela impunidade. Os anunciantes de chocolates deveriam correr atrás dessa mulher e criar algum comercial em cima disso.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.