sexta-feira, 9 de outubro de 2015

.: "Quando As Noites Eram de Gala", a biografia de Abraham Medina

Após o sucesso de mais uma edição do "Rock in Rio", a editora Casa da Palavra lança  "Quando As Noites Eram de Gala", biografia de Abraham Medina, o patriarca da família Medina e grande empreendedor por trás de toda uma história de sucesso. 

O livro, escrito pelo historiador João Estrella Bettencourt, refaz a trajetória do homem que veio do Norte para mudar a cultura carioca e se tornar o Midas do entretenimento. O lançamento da obra aconteceu com sessão de autógrafos na última quinta-feira, 8 de outubro, na Livraria Argumento do Shopping Rio Design Barra, no Rio de Janeiro.

Abraham deu início à relação de amor da família Medina pelo Rio de Janeiro: na década de 1950, como varejista, já realizava eventos na cidade com o objetivo de impulsionar suas vendas. Depois, conseguiu explorar como nenhum outro o potencial da Cidade Maravilhosa para o turismo, com uma série de eventos que ficaram na história. Entre eles estava o Festival do Rio - com diversos acontecimentos durante todo o ano: festival da canção, ballet, encontros de folclore, festivais de culinária e apresentações de bandas brasileiras e internacionais. 

"Crescemos com um mito do Rio de Janeiro", escrevem na apresentação os filhos Rubem, Roberto e Rui. "Um homem que fazia da nossa casa um estúdio, com espetáculos teatrais, ensaios de orquestras, atores, cantores e - por que não? - presidentes da República. Para nós, esse mito era o pai. As lojas que abria, os programas de televisão que criava, as peças e eventos que montava, as loucuras que realizava pela cidade: tudo era parte das nossas brincadeiras. (....) Esses sonhos construíram a época de maior efervescência da Cidade Maravilhosa e representam um dos capítulos mais importantes da história do país", completam. 

"Quando As Noites Eram de Gala" destaca o legado de um homem que está no "Rock in Rio", nas praças de Copacabana, na estátua do Bellini, na lagoa Rodrigo de Freitas, nos bares de Ipanema, nos teatros, nos grandes musicais, na bossa nova, no Carnaval - do qual acabou fazendo parte mesmo após a morte ao virar tema do samba-enredo da Santa Cruz, em 1999 -, nos bustos de Carmen Miranda e Francisco Alves, bem como no seu próprio busto, instalado no Posto 6, em homenagem mais do que merecida. Abraham Medina está nesses e em tantos outros espaços e memórias, eternizado na cidade.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.