quarta-feira, 11 de novembro de 2015

.: Porque "Totalmente Demais" veio fazer a diferença no horário das sete

Por André Araújo
Em outubro de 2015

Quando jovens,Malu Mader ("Top Model"),Giulia Gam ("Que Rei Sou Eu?") e Cláudia Abreu ("Barriga de Aluguel") eram a garantia que a Rede Globo tinha para uma novela fazer sucesso. Bastava uma das três encabeçando o elenco e todo mundo parava para acompanhar capítulo a capítulo das obras que qualquer uma delas participasse; anos depois, acho que a emissora dos Marinhos parou de procurar talentos em escolas de teatro para invadir academias de musculação. 

Se fulano ou beltrano tivesse um rosto lindo e um corpo perfeito,pronto!... Aí estava a fórmula (ou seria o corpo em forma?) para uma novela chamar a atenção. Mas com tanta crítica e revolta de alguns atores e atrizes que perdiam espaço para esses novos “talentos” de corpos esculturais, rostos lindos e falta de talento, a televisão do falecido jornalista Roberto Marinho resolveu apostar em outro perfil: namoradas de jogadores famosos em evidência em tudo que é rede social e capa de revista (Bruna Marquezine namorou quem mesmo?) para atrair público, o que nem sempre garante qualidade de história (a novela “Em Família” foi um fiasco do começo ao fim, lembram?).

Enfim, hoje tivemos a estreia de “Totalmente Demais”, dos roteiristas da "Malhação" que fez um grande sucesso entre 2014 e 2015, Rosane Svartman e Paulo Halm, que usaram e abusaram de velhos clichês para conduzirem a trama teen sem perder o pique. E com a missão de continuarem mantendo a mesma popularidade de sua antecessora,"I Love Paraisópolis”, a nova trama das sete simplesmente arrasou.


O primeiro capítulo foi dinâmico e apresentou seus personagens centrais sem chatice. Tudo ali funcionou bem. Do lixo ao luxo, já sabemos que a mocinha sofredora interpretada por Marina Ruy Barbosa vai se tornar modelo famosa e se vingará do padrasto safado sem dó nem piedade, dando uma vida de riqueza à sua mãe se esta não morrer antes, dando mais um motivo para o ódio da coitadinha crescer mais e mais. Para que começo mais óbvio? Talvez seja disso que os telespectadores estejam sentido falta no horário nobre da emissora, e pelo jeito é isso que teremos pelos próximo 160 capítulos. Que assim seja! 

Telenovela tem de ser folhetim e os autores começaram com o pé direito! Por que a história da "Cinderella" ainda hoje encanta o mundo inteiro? A cada ano aparece uma nova versão, mas a história será sempre a mesma! “Maria do Bairro” está na sua sétima exibição e a audiência continua favorável. Telespectador assíduo de novela não tem que especular muito e as novelas têm de entregar suas tramas de bandeja.

Que “Totalmente Demais” seja de fato uma novela das sete que veio para fazer a diferença no horário e resgatar o interesse da família por uma trama atual sem perder seu “quê” de novelão.

***


André Araújo é um apaixonado por novelas. Tanto que ele escreve algumas por aí e publica pela internet, arrebatando fãs e distribuindo inspiração. Da cabeça dele já saíram grandes personagens. Entre as novelas virtuais, é autor de "Uma Vez Na Vida! e "Flor de Cera", que será lançada em breve e tem até grupo no Facebook - neste link.

Confira a abertura de "Totalmente Demais"

Compartilhar no WhatsApp
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

Um comentário:

  1. Ainda não me afeiçoei à #Totalmentedemais, mas concordo com cada palavra que vc colocou como forma de pensamento e visão, André.

    ResponderExcluir

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.