quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

.: O que há por trás dos casais felizes?, por Arnaldo Auad

Por Arnaldo Auad*
Em dezembro de 2015


Um casal feliz não significa um "casal perfeito", até porque não existe perfeição nos relacionamentos. Um casal feliz pode ter uma série de imperfeições, mas aprende a apreciar as diferenças do outro todos os dias, e trabalha em conjunto para criar uma relação especial. Em outras palavras, um ótimo relacionamento não é sorte e não simplesmente acontece - é preciso esforço e cuidado para caminhar e evoluir de maneira que mantenha o par satisfeito, completo.

Vimos casais que estão a ponto da separação, mas acabam se redescobrindo em questão de semanas, simplesmente fazendo sutis mudanças efetivas em seus hábitos diários. Não é de se surpreender, porém, que uma vez que estes casais se descobrem, seus hábitos de relacionamento recém-descobertos se tornam naturais para eles. Aqueles que são espectadores podem testemunhar as suas demonstrações públicas de afeto e alegria, mas desconhecem as razões que levaram o casal a ser o que era anos atrás. E é exatamente sobre isso que eu quero escrever hoje - os hábitos que casais cultivam para ser felizes.

Eles praticam o autocuidado como indivíduos: relacionamentos não criam alegria, eles refletem. A alegria vem de dentro. Relacionamentos são simplesmente espelhos da alegria combinada entre duas pessoas. O que você enxerga no espelho é o que você vê em seus relacionamentos. Suas decepções em seu parceiro, muitas vezes, refletem a aceitação que você tem de si mesmo. Assim, o primeiro passo para ter um relacionamento saudável com alguém é ter um relacionamento saudável com você mesmo.

Eles estão juntos e se recusam a deixar que algo de fora os conduza: não deixe que algo de fora conduza seu relacionamento por você. Se você está tendo um problema com o seu parceiro, trabalhe para debater o problema, sem intervenção de terceiros. O casal precisa vivenciar suas experiências, seguir seu próprio caminho. Cada um de nós tem uma chama em nossos corações que é acesa por aquela pessoa, e ninguém pode interferir nisso. É nosso dever, e só nosso, decidir mantê-la acesa. Se você e seu parceiro concordam, vale a pena trabalhar juntos. 

Eles respeitam a sua relação como sendo um vínculo único, incomparável: NUNCA compare sua relação com a de qualquer outra pessoa – muitas vezes, alguns relacionamentos parecem perfeitos, mas não são. Cada casal faz as suas próprias regras, acordos, contratos e tem seus hábitos amorosos. Basta se concentrar no fato de que um casal é composto de duas partes que, por natureza, são imperfeitas. Tenha em mente que todos os relacionamentos têm seus altos e baixos – nenhum casal vive feliz continuamente, e isso é natural. Trabalhar em conjunto, principalmente nos tempos mais difíceis, vai fortalecer ainda mais seu relacionamento.

Eles são íntimos em tudo: o sexo não é amor. Especialmente, no início de uma relação. Atração e prazer no sexo são, muitas vezes, confundidos com amor. Sexo é maravilhoso, e faz parte do relacionamento. Mas intimidade, crucial para uma relação saudável, não se limita ao sexo. Intimidade é o que torna as relações duradouras, e exige uma comunicação honesta e abertura sobre preocupações, medos e tristezas, bem como esperanças, sonhos e felicidade do casal. 

Eles aceitam seu parceiro, sem tentar mudá-lo: o desejo mais profundo da natureza humana é a necessidade de ser apreciado como se é. Às vezes, tentamos ser escultores, esculpindo no outro a imagem do que nós queremos que eles sejam. Mas essas ações e percepções sempre terminam em decepção, porque não é possível encaixar o quadro do outro na sua moldura. O fundamento do amor é deixar que quem amamos seja o melhor que puder ser e viver da melhor forma, e não distorce-la para caber nas nossas próprias ideias egoístas de como elas deveriam ser. O maior perigo de tentar mudar seu parceiro é correr o risco de se apaixonar por suas próprias fantasias e, com isso, ignorar a beleza pura e verdadeira escondida por trás das imperfeições do seu par. Portanto, salve o seu relacionamento de estresse desnecessário. Em vez de tentar mudar o seu parceiro, o aceite como ele é e dê todo o apoio necessário para que ele cresça junto com você. 

Eles têm o tempo ininterrupto para o outro: se você negligenciar seu relacionamento, seu relacionamento negligenciará você também. Com agendas lotadas, muitas vezes, esquecemos de relaxar e desfrutar da grande companhia que temos. Nos relacionamentos, a distância não é medida em metros, mas em ausência de afeto. Duas pessoas podem estar lado a lado, mas, no fundo, estão há quilômetros de distância em termos de carinho e afeto. Portanto, não ignore a pessoa que você ama, porque a falta de preocupação, muitas vezes dói mais do que palavras de raiva. 

Eles dizem o que querem: seu parceiro não lê mentes. Compartilhe seus pensamentos. Dê a informação necessária em vez de esperar que ele saiba o que você está pensando. Não tente ler a sua mente e não tente fazer o seu parceiro ler a sua. Lembre-se que o subentendido sempre causa mais prejuízos que o mal entendido. A maioria dos problemas, grandes e pequenos, dentro de um relacionamento, começa com má comunicação.

Eles praticam a regra de ouro em seu relacionamento: em um relacionamento saudável, você recebe o que você dá. Você não ganha nada menos e nada mais. Não há espaço para o egoísmo. Se você quiser amor, dê amor. Se você quiser ver um sorriso, dê um sorriso. Não se preocupe em estar sempre certo; preocupe-se em amar e ser amado, cuidar e ser cuidado. 

Eles avaliam e discutem seus objetivos e sonhos várias vezes: para o casal, vocês são dois contra o mundo. Converse frequentemente com seu parceiro sobre seus objetivos, sonhos, paixões de uma forma positiva e inspiradora. Isso não só vai aproximá-los, mas também vai trazer seus desejos coletivos mais próximos da realidade.

Eles não têm orgulho de pedir perdão: desculpar-se depois de uma discussão é fundamental para qualquer relacionamento feliz. Um simples e sincero "Sinto muito", geralmente, é o passo mais importante. Todos nós cometemos erros, mas temos que deixar o orgulho de lado e admitir o erro. Sendo assim, lembre-se: não importa quem está certo - agir corretamente é o que vale. Se o seu relacionamento é importante para você, um pedido de desculpas sempre será uma atitude madura que levará à solução do problema.

Eles praticam a paciência e o perdão diariamente. Um pedido de desculpas deve ser apoiado por paciência sincera. Afinal, não importa o quão honesto e bondoso você tenta ser. É provável que você pise no calo do seu parceiro de vez em quando, mesmo que sem querer. E é por isso que a paciência e o perdão são tão vitais para as relações. Paciência é simplesmente a capacidade de deixar sua luz brilhar sobre o que você ama. E o perdão é saber, no fundo, que seu parceiro não tinha a intenção de evitar sua luz.

Eles fazem sacrifícios diários para o outro: ligações íntimas estão vinculadas com o amor verdadeiro, e verdadeiro amor envolve atenção, consciência, disciplina, esforço e ser capaz de cuidar de alguém e se sacrificar um pouco, todos os dias. Se você quer um exemplo de um relacionamento saudável, imagine aquele casal que acorda todas as manhãs e pensa: "Isso vale a pena. Estou feliz que você esteja na minha vida". Amar de verdade é saber que alguns dias você terá que fazer coisas que não gosta, mas faz assim mesmo para agradar a pessoa amada, e ainda se sente feliz em fazê-lo

Eles respeitam humanidade do outro: mesmo os casais mais felizes na Terra ainda são apenas dois seres humanos. E todos os seres humanos são imperfeitos. Nós cometemos erros, perdemos nosso temperamento, e somos pegos desprevenidos. Às vezes, tropeçamos, caímos e ficamos fora de controle. Todos nós temos nossos momentos bons e ruins. Se você não estiver disposto a estar ao lado da pessoa que ama por qualquer razão que seja, você realmente não merece estar ao lado dela também nos seus
momentos perfeitos.

Ao compilar esta lista, não estou sugerindo que estas são as únicas chaves para ser um casal feliz. Estou simplesmente colocando aqui alguns hábitos comuns que podem fazer toda a diferença para um casal. Uma grande quantidade de felicidade em nossos relacionamentos é devido à atividade intencional. Portanto, é possível melhorar significativamente a nossa vida amorosa simplesmente alterando o que nós escolhemos fazer todos os dias. E muito do que fazemos, tanto como casais e como indivíduos, agimos no piloto automático com base em nossos hábitos.

Amar alguém não é apenas dizer que ama, mas demonstrar, com pequenas atitudes diárias, como você se importa com essa pessoa e é capaz de tudo para fazê-la feliz!

* Arnaldo Auad é fundador da Direção e Sentido Coaching e Treinamentos e do Grupo BD Tecnologia. Engenheiro Civil pela UCP (RJ), Auad é PNL Practitioner Certificado pela HP Consulting U.S.A.; Certified Professional Coach, licenciado pelo BCI – Behavioral Coaching Institute; possui Especializações em Positive Psychology - The University of North Carolina at Chapel Hill; e em Successful Negotiation: Strategies and Skills - University of Michigan.

Coautor da obra: "Coaching, grandes mestres ensinam como estabelecer e alcançar resultados extraordinários na sua vida pessoal e profissional”, Auad recebeu o Prêmio Master de Qualidade por suas contribuições para os processos de Coaching executivo e de negócios nos anos de 2012 e 2013.

Palestrante, Consultor de Gestão, Facilitador de Workshops e Treinador especializado em: Liderança e empreendedorismo; Relacionamento interpessoal; Competências gerenciais; Marketing de relacionamento;
Inteligência de negócios e Coaching Executivo; além de Membro do Conselho do GLG – Comunidade global de consultores que apoiam as decisões de investimentos de grandes corporações.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.