quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

.: #RESENHANDOMAISLIDAS4 Crítica de "O Juiz", com Robert Downey Jr.

Por Mary Ellen Farias dos Santos
Em fevereiro de 2015

Longa pode não ser o filme da sua vida, mas consegue emocionar.

A implicância do pai autoritário com o filho regenerado. Este é o pano de fundo do longa dirigido por David Dobkin, "O juiz". O drama apresenta a história de um advogado inescrupuloso de muito sucesso, Hank Palmer (Robert Downey Jr.). Bem sucedido e dono de uma incrível lábia, sem qualquer limite moral, Palmer precisa voltar à pequena cidade onde cresceu para enterrar o corpo da mãe.

Voltando ao seu antigo lar, Hank, que faz sucesso com mulheres de várias idades, reencontra um amor de adolescência: Samantha (Vera Farmiga). Contudo, o personagem que não vive de passado, segue no avião para voltar à cidade grande. Entretanto, já sentado na poltrona da aeronave, Hank é informado pelo irmão que o juiz da cidade, Joseph Palmer (Robert Duvall), pai deles está sendo acusado de assassinato.

Embora não tenha nem mesmo um mediano relacionamento com o pai, Hank decide ficar mais um tempo na cidadezinha para defendê-lo. Enquanto que o querido "Homem de Ferro" deixa cair a armadura -totalmente justificada pelo tratamento dado pelo pai-, Joseph mostra-se cada vez mais debilitado. Sim! Além da idade avançada, ele sofre de câncer. Em meio ao conflito familiar e a grande chance de ver o pai -o importante juiz da cidade- parar atrás das grades aumenta a cada revelação.

Quem espera ver um Downey Jr. no estilo Tony Stark de "Homem de Ferro", no filme "O Juiz", pode tomar o bonde errado. No entanto, Downey Jr. mostra que sabe interpretar um insuportável advogado com maestria, enquanto que Robert Duvall dá um show de talento no papel que quase foi para Jack Nicholson e Tommy Lee Jones. Duvall só confirma a excelente escolha do diretor ao garantir a indicação ao Oscar 2015 de "Melhor Ator Coadjuvante". 

Filme: "O Juiz" ("The Judge", EUA)
Duração: 2h21min
Direção: David Dobkin
Elenco: Robert Downey Jr., Robert Duvall, Billy Bob Thornton, Vera Farmiga
Gênero: drama
Ano: 2014
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.