quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

.: 5X12: "American Horror Story: Hotel" atrai novos clientes

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em janeiro de 2016


É a despedida de "American Horror Story: Hotel" e nada melhor do que iniciar com a reflexão de Liz Taylor (Denis O´hare) destacando que "começamos com altas esperanças". Brincadeira ambígua! Tanto os personagens quanto os fãs experimentaram tal emoção nesta quinta temporada do seriado de Ryan Murphy e Brad Falchuk. Contudo, o efeito na cena fatídica de Liz -com sangue esguichando-, é bem ruinzinho.

Sem dar sequência ao ocorrido, a história volta com Liz na companhia de Iris (Kathy Bates) para recepcionar um casal, mas é Sally (Sarah Paulson) quem dá o recado. Entretanto, o roteiro já deixa um aviso de que é a hora do "encontro maldito". Ok! Que seja, não é?!

Uma hilária reuniãozinha de fantasmas. Como escapar sem rir? Missão impossível! A graça tem curto prazo e o ar sombrio, ao dominar o ambiente, leva o assunto para o rumo sério e tenebroso. Embora Drake (Cheyenne Jackson), dono do Cortez saliente estar morto, ele deixa claro nunca ter se sentido tão vivo. Apesar do texto bem elaborado, é a fala e perfeita atuação de Evan Peters, na pele do senhor March quem rouba, brilhantemente, a cena. Uma salva de palmas! Peters é o cara!

Na sequência, a brincadeira no diálogo permanece e apimenta a trama, pois Iris, bondosa e solícita diz para Sally: "Quero ajudá-la!". Como ela retribui? "Oh! A mulher que me jogou pela janela". Mais risadas.

Neste episódio, de pretinho básico em pretinho básico, Liz Taylor arrasa. Detalhe para um vestido, com as costas de fora, na cor preta com brilhos e saia com cores vibrantes. Eis que um excêntrico desfile fantasmagórico é encabeçado por Liz Taylor. Contudo, é Ramona (Angela Basset) quem arrasa na passarela em um modelito incrível. Ela é demais!

No camarim, uma surpresa sensitiva da primeira temporada da série: Billie Dean Howard (Sarah Paulson). Com quem ela bate-papo? Tristan e Donovan fazendo com que Iris e Liz chorem. Já a risada vem com Sally ganhando um celular de Iris e conhecendo a magia das redes sociais. Na sequência, mais pesar para a forte notícia de Liz aos amigos fantasminhas camaradas e uma sequência pavorosa... Ops! A Condessa (Lady Gaga) quer fazer parte da transição: um sorriso e uma lágrima. Detalhe: É belíssimo o desfecho ao personagem que ficou eternizado por O´hare. 

A vida segue. Sim! E o ano é de 2022 e a sensitiva permanece na tentativa de estabelecer comunicação com os espíritos do Hotel. Billie Dean finalmente encontra o terrível assassino dos dez mandamentos: John Lowe (Wes Bentley). Começa o papinho do carrasco explicando a reação da família ao saber que ele era um assassino. A narrativa é ágil e a edição das cenas eletrizante, desta forma o bate-papo ganha ritmo em meio à frieza do detetive do mal.

O contato que acontece em 13 de outubro, segue para a noite demoníaca tornando evidente a despedida dos assassinos que apavoraram na "Devil´s night". Assim, todos reúnem-se diante dos olhos de Billie que tal qual Lowe (no quarto episódio desta temporada), toma absinto, tem os punhos presos na cadeira e uma conversa medonha. 

Qual é o desfecho? Não! Billie não descobre ser uma nova assassina, pois a entrada triunfal de Ramona desvia o rumo da história da médium. Convenhamos que Basset sabe roubar a cena como ninguém. Como não amar esta mulher? A cuidadosa e linda cena de Scarlett e o pai é de mexer com os bons sentimentos. E, claro, é Lady Gaga quem tem as honras da cena de encerramento, mas fica no ar, deixando um gostinho de quero mais.

Para tanto, como toda série que se preza, é hora de seguir com uma maratona e rever a temporada desde o início com outros olhos -afinal, os segredos já foram revelados, mas sempre há o que descobrir. Enfim, divirta-se sendo um verdadeiro convidado do Hotel Cortez. 


Seriado: American Horror Story: Hotel
Temporada: 5
Episódio: 12 - "Be our guest"
Exibido em: 13 de janeiro de 2016, EUA.
Elenco: Lagy Gaga, Sarah Paulson, Wes Bentley, Denis O'Hare, Matt Bomer, Evan Petters, Kathy Bates, Angela Bassett, Cheyenne Jackson, Chloë Sevigny.


* Mary Ellen é editora do site cultural www.resenhando.com, jornalista, professora e roteirista, além de criadora do www.photonovelas.com.br. Twitter:@maryellenfsm



Vídeo promocional


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.