sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

.: Ostentando a burrice, por Mary Ellen Farias dos Santos

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em janeiro de 2016


Em tempos virtuais é uma missão impossível entender o comportamento confuso do ser humano que é agressivo -gratuitamente. Quem nunca recebeu comentários maldosos, depreciativos ou provocações na internet que atire a primeira pedra.

Por mais que tentemos fazer uma análise, sem muitos detalhes, sobre as relações, a conclusão é de que o rumo desta história só tende a piorar. Ninguém quer ouvir ninguém. Ler é uma tarefa complexa.

Até quem não conhecemos e sabemos que nunca conheceremos é capaz de achincalhar você, sem qualquer cerimônia. Entre as opções disponíveis, cabe ao provocado: dar continuidade descendo o nível ou bloquear o provocador.

Não há dúvidas de que este é o resultado da total falta de educação do brasileiro. Seja por não saber se recolher e ocupar o seu devido espaço ou por não conseguir interpretar um mero texto. É aí que mora o perigo. 

Ser professor é uma missão extremamente cansativa neste país sem valores. E assim caminha a humanidade ostentando a profunda burrice. 


* Mary Ellen é editora do site cultural www.resenhando.com, jornalista, professora e roteirista, além de criadora do www.photonovelas.com.br. Twitter:@maryellenfsm



← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.