sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

.: Saudade da bisavó que tanto ouço falar

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em janeiro de 2016



Como é possível sentir saudade de quem pouco esteve contigo? Tudo o que sei dela é o que me contam. É claro que todo o carinho usado para se referir a quem foi a minha bisavó Rosa é o grande motivo de tudo.

Eis que um programa do canal TV Escola, mexeu comigo. De repente um arrepio e até lágrimas nos olhos. Senhoras faziam renda de bilro e contavam como era a vida na época delas. Assim, só consigo pensar no quanto perdi por não ter a chance de aprender a criar com ela. Só estive no seu colo sem forças -do qual uma vez fui derrubada- até os meus 2 anos.

Hoje, tenho o orgulho de dizer que eu herdei as rendas de bilro feitas por aquelas mãozinhas que, de acordo com a filha e a neta, não paravam. Sempre estavam trabalhando com as linhas. A quem nada fazia, logo dizia: "Oh, moleca! Venha cá trabalhar comigo!"


* Mary Ellen é editora do site cultural www.resenhando.com, jornalista, professora e roteirista, além de criadora do www.photonovelas.com.br. Twitter:@maryellenfsm



← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.