segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

.: Unesp completa quatro décadas em 2016

A Unesp completa 40 anos em 30 de janeiro de 2016. Para celebrar a data, foi criada a página www.unesp.br/40anos. Nesse endereço, é possível encontrar o conceito do logo criado para a ocasião, calendário de eventos, textos, podcasts e fotografias sobre o tema. Professores, servidores técnico-administrativos, alunos e ex-alunos são convidados a participar encaminhando depoimentos.

Na página, é possível encontrar ainda perfis da Universidade e das unidades que a constituem, como Faculdades e Institutos, Colégios Técnicos, Institutos Especiais, Centros Interunidades, Agência Unesp de Inovação, Centro de Documentação e Memória, Centro de Rádio e TV, Instituto Confúcio na Unesp, Núcleo de Computação Científica e Fundações (FEU - Fundação da Editora Unesp, Fundunesp - Fundação para o Desenvolvimento da Unesp e Vunesp - Fundação para o Vestibular da Unesp)

Destacada atuação
Criada em 1976, a partir de institutos isolados de ensino superior que existiam em várias regiões do Estado de São Paulo, a Unesp tem 34 unidades em 24 cidades, sendo 22 no Interior; uma na Capital do Estado, São Paulo; e uma no Litoral Paulista, em São Vicente.

A Unesp é hoje uma das maiores e mais importantes universidades brasileiras, com destacada atuação no ensino, na pesquisa e na extensão de serviços à comunidade. Mantida pelo Governo do Estado de São Paulo, é uma das três universidades públicas de ensino gratuito, ao lado da USP (Universidade de São Paulo) e da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), com o diferencial de cobrir todo o Estado se traçarmos círculos de influência de 100 km a partir de cada uma de suas unidades.

Recursos Humanos
A Unesp é uma instituição comprometida com a formação de recursos humanos de alto nível e com a produção de novos conhecimentos pelo desenvolvimento de pesquisa de excelência que gera inovação com reflexos na produção de riquezas imprescindíveis para o fortalecimento econômico do país e para o equilíbrio e desenvolvimento social.

A Universidade busca assim responder aos seus desafios internos entrelaçados a uma agenda nacional de pesquisa. Busca, acima de tudo, a qualidade de ensino e o impacto e a relevância da pesquisa produzida. Isso é obtido, por exemplo, com a titulação do corpo docente, a formação de recursos humanos competitivos para enfrentar os desafios com foco nos grandes problemas nacionais e internacionais, além da inovação e a transferência de conhecimento com abordagens multi, inter e transdisciplinares.

O objetivo maior é responder aos anseios da sociedade e promover desenvolvimento com sustentabilidade e responsabilidade social de forma a retornar o conhecimento gerado à comunidade, propiciando melhoramento da qualidade de vida da população. 

Em apenas 40 anos de vida, a Unesp saiu da condição de um desconhecido agregado dos Institutos Isolados de Ensino Superior para uma universidade reconhecida e respeitada nos cenários nacional e internacional.

No Brasil, é a segunda com maior número de cursos de graduação bem avaliados pelo Guia do Estudante e é a primeira entre as maiores avaliadas pelo Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), além de ser a segunda do Brasil em número de programas de pós-graduação e em número de doutores formados por ano.

Rankings
O reconhecimento internacional da Unesp é realçado nos principais rankings. No Academic Ranking of World Universities (ARWU) ocupa, entre as Universidades Internacionais, a posição 301ª/400ª e, no Brasil, está entre a 2ª/5ª posição. Comparando-se apenas as Universidades dos países de economias emergentes (BRICS), a Unesp está entre as Top 100. Em 2015, o QS University Rankings mensurou as universidades de todo o mundo e a Unesp encontra-se na 421ª/430ª posição mundial, na 27ª entre os países dos BRICS e 38ª na América Latina. No Brasil, ocupa o 4º lugar.

Os dados da Unesp a posicionam entre as melhores do mundo, com grande potencial de crescimento devido a sua condição de ser descentralizada, heterogênea, multicâmpus e jovem. O Ranking da Nature Global Index analisou artigos publicados em periódicos com impacto mundial e, em 2015, coloca a Unesp em 3º lugar no Brasil e em 6º na América Latina. O Scimago indicou o 2º  lugar no Brasil, 3º na América Latina, e 5º entre as Iberoamericanas. No RUF – Ranking Universitário da Folha de S. Paulo, a Unesp ocupa o 6º lugar.

Ensino
Os mais de 3,8 mil professores garantem sólida formação aos alunos. Mais de 7 mil funcionários colaboram decisivamente para que as atividades sejam desenvolvidas da melhor forma possível.

A Unesp oferece 134 cursos de graduação, em 68 profissões de nível superior, que formam, por ano, 5,5 mil novos profissionais. Na graduação, os mais de 37 mil alunos podem participar de programas especiais de treinamento e realizar atividades extracurriculares.

Na pós-graduação, mais de 13 mil alunos estudam em 141 programas, com 120 mestrados acadêmicos, 12 mestrados profissionais e 100 doutorados acadêmicos. Há ainda 6,5 mil estudantes em cursos lato sensu promovidos pelo Núcleo de Ensino a Distância (Nead).

Incentivos aos alunos
Os alunos da Unesp contam com uma série de estímulos para seu aprimoramento. Há diversas modalidades de auxílios, como bolsas de estudos, Programa de Apoio ao Estudante, Auxílio-Estágio e Incentivo Técnico­Acadêmico e de Extensão, além de restaurantes universitários e moradias que atendem a mais de mil alunos.

Entre as ações de incentivos ao aluno, destacam-se a Iniciação Científica, que visa ao desenvolvimento de projetos de pesquisa, sob orientação de um professor; o Programa de Educação Tutorial (PET), que tem como objetivo criar condições favoráveis para o desenvolvimento de atividades não previstas no currículo; e as Empresas Juniores, que, formadas por grupos de alunos, prestam diferentes serviços à comunidade, tais como consultoria, assessoria, pesquisa de opinião e elaboração de projetos.

Internacionalização
A sociedade global exige um novo papel das universidades que devem atuar na formação de cidadãos com competências globais e capacidade de atuação em ambientes multiculturais. Nesse sentido, a Unesp trabalha para firmar acordos, convênios e protocolos duradouros.

A Universidade oferece, ainda, a perspectiva de estágio no exterior, com bolsa concedida pela instituição anfitriã, por meio de programas de intercâmbio de estudantes, além de programas voltados à melhor formação do aluno.

Pensando na valorização do currículo do aluno, a Unesp criou programa de intercâmbio internacional para os cursos de graduação, com reconhecimento de créditos. Na Unesp os alunos de graduação podem desenvolver componentes curriculares em instituições conveniadas do exterior, no período de um semestre ou um ano, e, com aprovação prévia do Conselho de Curso de sua unidade, ter os créditos previamente reconhecidos e posteriormente incorporados a seu Histórico Escolar.

O conhecimento da língua do país escolhido é fundamental para a realização do intercâmbio, e o aluno deve estar com um nível avançado na hora de solicitá-lo. A Unesp tem acordos com mais de 25 países. Os principais destinos dos estudantes são: Portugal, Espanha, França, Argentina, Alemanha, Uruguai, Canadá, Chile, Áustria, China, Estados Unidos, Itália, Japão e México. Alunos de pós-graduação, professores e servidores técnico-administrativos também recebem incentivos para participar de ações de internacionalização, já que artigos publicados em parceria no exterior em revistas de maior repercussão rendem maior visibilidade. 

Além do intercâmbio, os alunos de alguns cursos da Unesp também podem participar de um programa de Duplo Diploma que lhes oferece a oportunidade de obter, além do diploma da Unesp, um diploma do mesmo curso na instituição parceira do exterior.

Através dos acordos de cooperação estabelecidos com diversas universidades do mundo, a Unesp oferece aos alunos que participam de seus programas de intercâmbio a isenção de taxa de matrícula e de mensalidades para o período de estudos na universidade de destino.

A Unesp a cada ano trabalha para aumentar o financiamento a seus programas de Mobilidade Discente. Trabalha, também, no estabelecimento de acordos com instituições do exterior, para garantir oportunidades de mobilidade aos alunos que possam financiar seu intercâmbio.

Pesquisa
A Unesp está entre as instituições que mais produzem ciência no Brasil, em todas as áreas. Os alunos são estimulados, desde a graduação, a participar de projetos de pesquisa em aproximadamente 2 mil laboratórios. A Universidade é um exemplo em pesquisa em todas as áreas do conhecimento, e os alunos de graduação podem participar dessas pesquisas, auxiliando professores ou desenvolvendo seus próprios projetos de iniciação científica.

Além da formação de quadros diferenciados para o desenvolvimento econômico e social, a Unesp busca responder, com empenho crescente, à outra necessidade fundamental da sociedade contemporânea, que é a pesquisa científica e tecnológica, já que existe, nos vários países desenvolvidos, uma estreita relação entre investimentos em Ciência & Tecnologia (C&T) e o desempenho da economia.

A Unesp sozinha é responsável aproximadamente por 22% da produção científica do Estado de São Paulo e 8% da produção do Brasil. Ela cumpre seu papel quando, além de produzir o conhecimento, gera pensamento crítico, organiza e articula os saberes e forma pessoas, profissionais e lideranças intelectuais, incorporando, sempre com autonomia, demandas, expectativas e pressões da sociedade e do Estado. Trata-se de um processo dinâmico de propor modificações benéficas para a sociedade, ao mesmo tempo em que se aceita suas boas influências, num salutar processo de retroalimentação constante.

Assim, o desenvolvimento da pesquisa na Unesp exige um sistema de gestão competente e recursos públicos e privados, priorizando-se a busca por soluções focadas nos problemas locais, regionais e também de alcance nacional e mundial.

Para atingir esse objetivo é necessário formar profissionais de alto nível que realizem pesquisas de ampla repercussão. Nesse sentido, grupos de pesquisa têm um papel fundamental. No caso da Unesp, aproximadamente 1.200 deles estão cadastrados no CNPq, somando esforços de pesquisadores, alunos de pós-graduação e de graduação, além de interfaces com a Agência Unesp de Inovação (AUIn) e a Extensão Universitária.

Extensão Universitária
Os projetos de extensão universitária buscam repassar à sociedade os conhecimentos da Universidade. Em contrapartida, professores e alunos recebem dados valiosos para o aprimoramento de suas atividades de ensino e pesquisa.

Cursinhos
A Unesp destaca-­se pela quantidade e qualidade dos serviços que presta à comunidade. Entre eles, é possível enumerar cursinhos universitários (26 deles em 22 cidades atendem 4,8 mil alunos, com taxa de aprovação em torno de 37%).

Terceira idade
A inserção do idoso no contexto acadêmico é uma das funções sociais da Universidade Pública. Com o intuito de possibilitar o acesso dessa população à Unesp, a Universidade Aberta à Terceira Idade (Unati), vinculada à Pró-Reitoria de Extensão Universitária (Proex), oferece diferentes oportunidades de cursos em diversas Unidades Universitarias. Atualmente 4,8 mil idosos são atendidos.

Educação de Jovens e Adultos
Há ainda o projeto de Educação de Jovens e Adultos com mais de 400 educandos. O objetivo é preparar essa população para ler e escrever na Língua Materna (LM); empregar, com discernimento, o sistema de numeração decimal e as operações fundamentais na resolução de problemas do dia-a-dia; conhecer os direitos, deveres e leis que regem o mundo do trabalho; desenvolver noções de saúde física, psicológica e mental; e discutir questões relativas à preservação do meio ambiente.

Atendimento odontológicos e veterinários
Destaca-se o atendimento odontológico (225 mil procedimentos)  e veterinário (60 mil atendimentos e 105 mil exames laboratoriais).

Serviço Sociojurídico
O Centro Jurídico Social da Unesp em Franca presta serviços sociojurídicos à população economicamente carente da Comarca de Franca e adjacências. São 1.500 atendimentos a pessoas carentes. A atividade formar técnica, ética e profissionalmente estagiários dos cursos de Direito e Serviço Social da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, incentiva a construção do conhecimento nas áreas e informa a comunidade sobre seus direitos e deveres como cidadão.

Atendimento Psicopedagógico
Há ainda orientação a micro e pequenos empresários, atendimento psicopedagógico a crianças com problemas de aprendizagem e previsão do tempo para agricultores, além de mais de 300 cursos de extensão para mais de 3 mil pessoas.

Atualmente são mais de 1.110 projetos, com mais de 1.370 bolsas concedidas. Quase 50% dos docentes e 12% dos estudantes de graduação e 4,5% dos de extensão estão envolvidos em projetos de extensão, que atendem 4,3 milhões de pessoas, ou seja, quase 30% da população total dos municípios das Unidades em que a Unesp se faz presente.

Rede Viva Melhor
Existem ainda iniciativas na área de Artes e Cultura e a Rede Vida Melhor que, am ações envolvendo alimentação, afetividade, atividades físicas, educação ambiental, prevenção ao uso de álcool, saúde em geral e no trabalho, além de cultura, lazer e valores humanos, realiza oficinas presenciais e virtuais, com mais de 25 mil acessos, em ações de promovem a saúde e a integração multicultural.

Infraestrutura
A infraestrutura da Universidade inclui mais de 1.900 laboratórios e 30 bibliotecas, com mais de 1,3 milhão de livros. Além disso, há, à disposição de alunos e professores, museus, hortos, biotérios, jardins botânicos e cinco fazendas experimentais, perfazendo uma área total superior a 63 milhões de m2, sendo 942 mil m2 de área construída. Somam-se a esse formidável conjunto, também, hospitais veterinários e clínicas de odontologia, psicologia, fonoaudiologia e fisioterapia.

Os investimentos em novas obras, reformas e compra de equipamentos permitem providenciar bons ambientes para o ensino e a pesquisa, além de potencializarem a criatividade dos nossos pesquisadores. Além dos recursos próprios, a Universidade conta com valores externos conseguidos em projetos apresentados para instituições oficiais de fomento, ou desenvolvidos com instituições privadas.

Futuro
A Unesp precisa continuar a sua trajetória tendo como referência alguns dos valores que a nortearam até aqui, como educação continuada, interdisciplinaridade, criatividade, trabalho em equipe, incentivos à cooperação, processo decisório democrático, compartilhamento de decisões, responsabilidades amplas em todos os níveis, formação de lideranças, trabalho em rede e controles por desempenho com uma permanente valorização profissional e uma política de recursos humanos que se concentre nas pessoas como sujeitos capazes de deliberar e agir, inseridos em espaços de ideias ricas em que a formação e a capacitação sejam constantes.

Assim a Universidade consolidará seus passos como um centro formador e estimulador da profundidade do saber essencial para a construção de uma trajetória produtiva que ajude o país e melhore a vida das pessoas vida das pessoas, dando capacitação para que cada indivíduo faça as suas escolhas.

Finalmente, é preciso enfatizar que a poderosa força da Unesp está no trabalho competente e obstinado da sua comunidade. Ela sempre responde prontamente, tanto assinalando as dificuldades e vicissitudes que se lhe apresentam, quanto aproveitando as oportunidades ou criando as possibilidades para seu crescimento e reconhecimento frente às demais instituições do ensino superior.

Números da Unesp

Perfil
Cidades: 24
Faculdades e Institutos: 34
Unidades Complementares: 7
Colégios técnicos: 3 (7 cursos técnicos e 3 de nível médio, em Bauru, Guaratinguetá e Jaboticabal)
3.880 Professores
7 mil servidores técnico-administrativos

Cursos
Graduação: 134 cursos oferecidos graduam anualmente 5,6 mil profissionais
Pós-graduação: 141 programas oferecem 123 mestrados acadêmicos, 16 mestrados profissionais e 110 doutorados acadêmicos, formando anualmente 3 mil pós-graduados (2 mil mestrados 1 mil doutorados)

Alunos
Graduação: 37.388
Pós­graduação (stricto sensu): 13.206
Total: 50.594

Pesquisas
Número de artigos publicados em 2014: 4.571 (base de dados Scopus) e 3.695 (base de dados Web of Science)
2 mil laboratórios

Extensão
26 Cursinhos universitários em 22 cidades atendem 4,8 mil alunos, com taxa de aprovação em torno de 45%
Programa de Educação para Jovens e Adultos em sete cidades, com 450 educandos atendidos 
Universidade da terceira Idade: 4,8 mil alunos em 20 cidades
Atendimento odontológico: 225 mil procedimentos em três cidades
Atendimento veterinário: 60 mil atendimentos e 105 mil exames laboratoriais e três cidades
Assessoria jurídica: 1.500 atendimentos a pessoas carentes.

Infraestrutura
Área total: 63.256.465,92 m2
Área construída: 942.019,90 m2
30 bibliotecas (acervo com mais de 3,3 milhões de títulos, incluindo livros e artigos/revistas)
5 Fazendas de Ensino e Pesquisa
3 Hospitais Veterinários
Centro de Oncologia Bucal
Centro de Assistência Odontológica a Excepcionais
Centro Jurídico Social
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.