terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

.: Oficinas Querô abrem inscrições para nova turma de audiovisual‏

Projeto realizado pelo Instituto Querô comemora 10 anos em 2016. Jovens de 14 a 18 anos, estudantes de escolas públicas, podem se inscrever.

Já pensou em produzir seu próprio filme? As Oficinas Querô estão com inscrições abertas para a nova turma de audiovisual. Jovens de 14 a 18 anos, estudantes de escolas públicas de Santos, São Vicente, Praia Grande e Cubatão e de baixa renda familiar podem participar da seleção. As inscrições seguem até 29 de fevereiro, pelo site www.institutoquero.org ou pelo Facebook - fb.com/institutoquero -, no aplicativo “Inscreva-se – Oficinas Querô”.

Com patrocínio do Banco Votorantim, MSC Shipping e Viação Piracicabana, ao todo 40 jovens serão selecionados. Durante um ano, com aulas três dias por semana, realizadas na Unimonte, os jovens passam por todas as etapas de uma produção audiovisual, atuando como roteiristas, diretores, cinegrafistas e outras funções do cinema, além de atividades de formação cidadã, humanismo e expressão verbal. Com patrocínio da ThyssenKrupp, os que mais se destacam no primeiro ano de curso, têm a chance de ingressarem em um segundo ano de capacitação, com aulas voltadas para preparação ao mercado de trabalho.

As aulas são ministradas por profissionais renomados do cinema nacional, que orientam os jovens durante as suas próprias produções: um documentário e uma ficção. Em dezembro, os filmes do ano são exibidos em sessão especial realizada no Cine Roxy e, em seguida, inscritos nos principais festivais de cinema do país.

Junto às aulas de capacitação audiovisual, as Oficinas Querô oferecem transporte e entrada ao cinema gratuitos, tratamento dentário pelo projeto "Dentista do Bem" e acompanhamento social junto às famílias. O projeto conta ainda com a parceria do Sesc, apoio da Prefeitura de Santos e Unicef. As aulas começam em março, de terça a quinta, das 15h às 18h. Outras informações pelo e-mail: inscricoes@institutoquero.org. 

Dez anos de Oficinas Querô
Em 2016, o projeto comemora dez anos. Nesse período, mais de 340 jovens já se capacitaram nas Oficinas Querô e o impacto social se reflete nos 120 jovens inseridos no mercado de trabalho, nos 95 filmes produzidos e nos 46 prêmios conquistados. Para comemorar, diferentes atividades estão sendo programadas ao longo do ano.

A ideia para a criação das Oficinas Querô surgiu ainda em 2005, após a gravação do longa-metragem "Querô", do cineasta Carlos Cortez e da produtora Gullane Filmes. No elenco estavam 40 jovens das áreas mais carentes da região portuária de Santos, selecionados após um ano de pesquisa e mais de 1200 testes de elenco. Com o fim das gravações, a transformação destes meninos foi tão positiva que, a Gullane junto ao Unicef, desenvolveu um projeto de continuidade, criando as Oficinas Querô. Desde então, todos os anos, 40 jovens têm a oportunidade de estudar cinema e transformarem suas realidades.

O projeto é uma realização do Ministério da Cultura e Instituto Querô, organização sem fins lucrativos, que desde 2006 acredita no audiovisual como ferramenta de transformação social, despertando talentos e tornando os jovens protagonistas de suas ações.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.