quarta-feira, 2 de março de 2016

.: 400 anos sem Shakespeare - Romeu e Julieta para todos

No ano em que se comemora os 400 anos de morte do “bardo”, atriz Eliete Cigaarini dirige montagem de Romeu e Julieta: "15 Cenas de Romeu e Julieta", livre adaptação da obra de William Shakespeare.

O espetáculo "15 Cenas de Romeu e Julieta", dirigido por Eliete Cigaarini, não surgiu por acaso: em parceria com o Teatro Garagem (espaço com mais de dez anos de existência, comandado pela Anette Naiman), Eliete Cigaarini criou em 2015 o workshop “Processos em Shakespeare - Estudo da Peça Romeu e Julieta” - direcionado para atores profissionais. O processo principal deste curso foi a construção dos personagens da obra seguido do estudo da contextualização do autor e de sua época. Conforme as cenas surgiam, eram interligadas umas às outras para melhor poder contar uma das mais belas histórias conhecidas de todos os tempos.

Após este percurso, o grupo de atores, apoiados por Eliete Cigaarini, decidiu fazer uma montagem de Romeu e Julieta. Nasceu, então, a ShakeCenaCompanhia de Pesquisa Teatral que tem por objetivos, além da pesquisa de novas linguagens de interpretação, investigar novos e consagrados autores dos gêneros dramático e literário, tanto nacionais quanto internacionais.

A formação da ShakeCena surgiu no desejo de Eliete Cigaarini, atriz com uma carreira de 30 anos no teatro, cinema e televisão de formar, aos moldes do CPT - Centro de Pesquisa Teatral (coordenado por Antunes), local onde estreou profissionalmente (1985) -, uma companhia de pesquisa teatral que pudesse produzir um teatro de repertório e visitar os maiores dramaturgos mundiais. Sua experiência como docente nas cadeiras de interpretação teatral e de TV por mais de 15 anos, também contribuíram para que ela realizasse esse antigo desejo: oferecer ao público um espetáculo que refletisse um estudo mais aprofundado, com novas metodologias e linguagens de interpretação. Mas...por que ShakeCena? Simples: este foi o apelido debochado dado a Shakespeare pelos críticos da época que não o consideravam um dramaturgo pelo fato dele não ser um acadêmico mas, segundo eles, um “bolidor” de cenas.


Encenação e montagem
O amplo espaço do Teatro Garagem contribuiu para que as cenas acontecessem em suas diversas dependências, o que caracterizou a concepção da peça entre os gêneros teatro de rua e itinerante - em que o público acompanha a evolução da história percorrendo os ambientes que o Teatro Garagem oferece.

Os ensaios aconteceram sempre pelas manhãs e, em sua maioria, em dias ensolarados - o que estimulou a Companhia a trabalhar duas versões no momento da montagem: uma para o público jovem, preservando o clima solar das tardes de sábados e domingos à tarde, intensificando assim todo o lirismo que a obra oferta. E uma outra concepção à noite, absolutamente lunar, potencializando a sensualidade com a qual os dois jovens protagonistas se envolvem.

Duas versões da mesma montagem com o mesmo elenco. Duas linhas de interpretação em cada uma das sessões (vespertina e noturna) e uma proposta sinestésica ao público que será agraciado com as diversas possibilidades que os cinco sentidos podem lhe proporcionar.

Uma experiência diferenciada, onde 15 cenas, o cerne da história, são conduzidas pelos atores que, por sua vez, levam a plateia da rua a um belo jardim entre outros ambientes nas dependências do Teatro Garagem. Na sessão da noite o público será banhado à luz da lua e por tochas incandescentes e, na sessão jovem, desfrutará do calor do sol e das belezas da natureza durante a tarde – a experiência propiciará uma viagem no tempo ao acompanhar o grande amor de Romeu por sua Julieta.

O processo de adaptação e tradução
Como o espetáculo surgiu a partir de um workshop onde os atores “dobravam” os papéis, (já que a proposta era o estudo da construção de personagens), a ShakeCena Companhia de Pesquisa Teatral percebeu que esta seria uma escolha interessante que poderia atrair o público: dois “Romeus” e duas “Julietas”. Esse processo possibilitou um estudo de linguagem de interpretação rico e visível ao público, comprovando-se que uma história pode ser contada de inúmeras maneiras.

Devido a esse processo de ensaios bem peculiar, a tradução e adaptação do texto se deu a cada cena. Várias traduções e textos na língua inglesa foram consultados para se escolher a melhor palavra para cada diálogo que traduzisse com fidedignidade o entendimento da trama e os conflitos dos personagens.


Quatro séculos sem Shakespeare
O ano de 2016 encerra 400 anos da morte do autor e a Companhia ShakeCena acredita que a tradução dessa versão de Romeu e Julieta sempre estará “in progress” porque não há como traduzir as incontáveis metáforas expressas nos textos do “bardo”, maneira como carinhosamente é chamado William Shakespeare até os dias de hoje por todos os amantes de sua obra.

Ficha técnica:
Tradução, direção e concepção – Eliete Cigaarini
Elenco: Bruno Mikulskas (Teobaldo), Cristian Nicolas (Frei Lourenço 1), Gabriela Mendes (Ama), José Pina (Frei Lourenço 2), Jullia Palmeira (Julieta 1), Lucas Saporetti (Benvólio), Ruan Pereira (Romeu 1), Suelen Gonçalves (Julieta 2), Tiago De La Rosa (Romeu 2), Vinicius Franzolini (Mercúcio)
Figurinos: Lia Balieiro e Rozi Augusto
Iluminação: Cia. de Pesquisa Teatral ShakeCena
Concepção cênica: Eliete Cigaarini
Fotos: Tiago De La Rosa
Designer: Naya Nakamura e Ítalo Mendes
Direção de produção: Gabriela Mendes
Realização: Cia. de Pesquisa Teatral ShakeCena

Serviço:
"15 Cenas de Romeu e Julieta" - livre adaptação da obra de William Shakespeare
Onde: Teatro Garagem (www.teatrogaragem.com.br) – Rua Silveira Rodrigues, 331 – Vl. Romana – a uma quadra da Rua Aurélia
Telefone: (11) 98682-3333
Quando: de 27 de fevereiro a 27 de março, aos sábados e domingos, às 16h e 19h
Quanto: R$ 40 e R$ 20 (meia entrada)
Capacidade do espaço: 50 lugares
Duração: 1h15 min
Classificação etária: sessão vespertina (16h): livre | Sessão noturna (21h) – a partir de 12 anos

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.