quinta-feira, 17 de março de 2016

.: Crônica: Quando estarei a ponto de perder a linha?

Por Donatella Fisherburg


Escutar aqueles seres bradando abobrinhas direcionadas única e exclusivamente a mim, foi o fim. Por dentro, só pensava em soltar altos e sonoros palavrões e deixar bem claro que não sabiam de nada do que tanto afirmavam aos gritos. Logo, qualquer informação enganosa não me interessava.

Só queria xingar e sair andando, mas aprendi a respeitar os outros. Infelizmente, incorporei tanto o ensinamento que acabei me desrespeitando ao manter a complacência para não meter a mão na cara de ninguém.

Não sei barraquear, mas a vida segue.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.