terça-feira, 5 de abril de 2016

.: “A Máquina” recebe a dramaturga Denise Stoklos

Foto: Beatriz Vecchi
No programa “A Máquina” desta terça-feira, Fabrício Carpinejar recebe a dramaturga, atriz e encenadora Denise Stoklos


Com apresentações em mais de trinta países, Stoklos conta como começou sua relação com as artes cênicas: “Era uma vocação, eu via que me sentia muito feliz quando eu conseguia contar alguma coisa para alguém que tinha me tocado, isto é, quando eu conseguia representar. E aquilo eu fui vendo que se chamava teatro”. Criada no sul do Paraná, sua busca pelo teatro em outras cidades deu origem ao “Teatro Essencial”, que ela explica: “Chamo de teatro essencial, no sentido de que, o que esteja acontecendo no palco, seja necessário para quem saiu de casa”.

Na entrevista, ela também comenta sobre suas oficinas: “É impressionante como o brasileiro adora se experimentar, estudar e se conhecer mais”. Porém desabafa sobre a falta de interesse no teatro: “Eu acho que as pessoas gostam muito de teatro, por mais que se fale ao contrário. As pessoas adoram ir ao teatro, é só dar oportunidade para elas”.

Sobre as próprias atuações, como na peça “Vozes Dissonantes” em que retrata figuras como Padre Antonio Vieira, Denise se auto define: “Faço isso de imaginar e tentar chegar a ficar parecida. Tento transmitir como chega até mim”. Ao ser questionada sobre outros planos, revela em relação a atuar em novelas: “Não gostei e se eu puder, espero nunca mais precisar fazer uma novela na minha vida”, e ainda nega sobre a possibilidade de morar no exterior: “Olha que presente que é onde a gente mora, numa época onde nós somos chamados a ser revolucionários, a modificar tudo. Porque tudo está errado.”

O programa vai ao ar nesta terça-feira, 05 de abril, às 22h30 na TV Gazeta.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.