quarta-feira, 25 de maio de 2016

.: A historinha de um certo homem, por Donatella Fisherburg



Por: Donatella Fisherburg
Em maio de 2016



De certa forma, foi levado a acreditar que deveria seguir o caminho de lecionar. Não! Nunca objetivou aquilo para si, mas seguiu o "vai da valsa".

Após bons anos, virou uma pessoa impaciente, cheia de tiradas e extremamente sarcástica. Ele não era de todo desagradável. Só um pouquinho, quando tinha a paciência testada.

A verdade é que cansou de lutar para ensinar os tão desinteressados alunos que tinha diante de si. De fato, encarar aquelas salas lotadas de crianças ou adolescentes era o ingresso certeiro à loucura.

Decidiu não mais se deixar humilhar com piadinhas de fedelhos. Recuperou a autoestima e percebeu que todo aquele estresse não tinha importância. Afinal, em tantos anos nem fora convidado às festas de formatura. O empenho dele não passou de um desejo bobo que já não mais existia.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.