terça-feira, 10 de maio de 2016

.: Sony Music vai lançar catálogo completo do Pink Floyd em vinil

No dia 3 de junho de 2016, os discos do Pink Floyd começarão a ser reintegrados em vinil ao catálogo da banda pela primeira vez em mais de duas décadas. 

Os primeiros quatro discos confirmados, “The Piper at the Gates of Dawn”, “A Saucerful of Secrets”, a trilha sonora do filme “More” e o LP duplo “Ummagumma”, serão lançados ao longo deste ano. 

Um cuidado especial foi tomado para replicar os pacotes originais. A primeira leva de lançamentos, remasterizada por James Guthrie, Joel Plante e Bernie Grundman, será apresentada em vinil de 180 gramas para otimização da qualidade sonora. Enquanto isso, todos os álbuns do Pink Floyd estão disponíveis agora em CD, formatos digitais e na maioria das plataformas de streaming.

"Estamos orgulhosos por continuar a trabalhar com uma das maiores e mais influentes bandas do mundo. Este é um empolgante novo capítulo de nossa antiga parceria com o Pink Floyd e nós esperamos trabalhar com eles e ajudá-los a fazer a curadoria da incrível obra que criaram", afirma Max Lousada, presidente e CEO da Warner Music do Reino Unido.

A formação inicial do Pink Floyd, que contava com Syd Barrett, Roger Waters, Rick Wright e Nick Mason, surgiu na cena musical em 1967, com o single de sucesso “Arnold Layne”. Apesar da saída de Syd Barrett, o grupo, que agora incluía David Gilmour, gravou alguns dos mais inovadores discos daquela época, chegando ao seu auge em 1973 com um dos álbuns mais vendidos de todos os tempos, “The Dark Side Of The Moon”. 

A partir daí, lançaram vários discos que chegaram aos primeiros lugares das paradas de todo o mundo, entre eles: “The Wall”, “Animals”, “Wish You Were Here”, “The Final Cut”, e o mais recente, “The Endless River”, lançado em 2014.  

"É um grande orgulho para nós continuar essa antiga relação na América do Norte e outras regiões entre a Columbia Records e o Pink Floyd. Estamos muito animados para trabalhar ao lado da banda em seu incrível legado musical", afirma Rob Stringer, presidente e CEO da Columbia Records.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.