sexta-feira, 8 de julho de 2016

.: Com declaração polêmica, "Mônica Jovem" é chamada de fascista


Por Helder Miranda
Em julho de 2016

A Turma da Mônica Jovem, voltada para o público adolescente,  demostrou que não foge de debates importantes. Desta vez foi sobre a mulher e seu espaço na sociedade. Em uma tirinha publicada no Facebook,  Mônica declarou: “Meu corpo, minhas regras! Podem discutir e debater até cansar…”

Recebeu apoio, mas teve gente que chamou a querida personagem de "fascista", aquele que é partidário ou simpatizante do fascismo, um movimento político e filosófico ou regime (como o estabelecido por Benito Mussolini na Itália, em 1922), que faz prevalecer os conceitos de nação e raça sobre os valores individuais e é representado por um governo autocrático, centralizado na figura de um ditador. Conclusão: até os personagens de histórias em quadrinhos estão cercados de gente chata e fanática.

Sobre o autor

Helder Miranda é editor do Resenhando.com há 12 anos. É formado em Comunicação Social - Jornalismo e licenciado em Letras pela UniSantos-Universidade Católica de Santos, e pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela USP. Atuou como repórter em vários veículos de comunicação. Lançou, aos 17 anos, o livro independente de poemas "Fuga", que teve duas tiragens esgotadas.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.