quinta-feira, 28 de julho de 2016

.: Scream 2x9 leva todos para "O Orfanato"

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em julho de 2016




Em "The Orphanage", o nono episódio da segunda temporada da série "Scream", dispara tensão em meio às alucinações mirabolantes de Emma. Qual é o desfecho? Sangrento, claro! Ponto positivo que ajuda a esquentar a narrativa.

Para os fãs de Stavo e Brooke, a realização de um grande desejo. Em contraponto, na escola, a tensão é pura e os amigos sobreviventes entram numa briga feia. Ou seria um teste de amizade? De fato, Audrey é o centro de tudo, mas deixa bem claro que não é tão má quanto todos pensam.

Emma decide ir à escola e lá, no armário, encontra uma surpresinha no estilo "Jogos Mortais": uma mini fita K-7 de gravador escrito "play me". Assim, liberando pequenas revelações para ajudar a montar o quebra-cabeças desta temporada, a trama fica cada vez mais envolvente.

Consequentemente, Noah e Audrey discutem -sem se largar-, até a chegada de Zoe. A tensão no ambiente é forte e somente uma pontinha do problema causado pelo áudio recebido por Emma é revelado. Momento Sherlock Holmes num seriado de terror juvenil. Genial!

Numa conversa entre o xerife e a mãe de Emma, os desenhos sombrios de Stavo ganham maior contexto na trama. Entretanto, algumas cenas depois, a constatação do filho, ao fuçar nos documentos do pai, que deixa qualquer um boquiaberto. Por que ele dá uma de mexilão? Tentativa de encontrar uma boa resposta sobre a morte de Jake -para Brooke. O que o amor não faz com os jovens, né? 

Contudo, é no hospital, numa visita de Emma e Kieran à professora Lang que um novo desmembramento da trama surge. Sim! "Scream" sempre respira fundo e ressuscita situações passadas para linkar com as do presente. Dá novo fôlego ao que já existia por meio de uma nova "cara". Como não amar esse tipo de narrativa?

Aos fãs de Noah, a boa nova é a de que o mocinho, finalmente, deixa de ser o virgem da história e ainda indica o péssimo filme "Fantasmas 2", pois a cena de sexo é inspiradora. Já em "Scream".. é hilário! Contudo, a graça e a alegria, aos fãs do rapaz, dura pouco, pois o assassino serial tem uma lista para matar e, para a tristeza de muitos, Noah está no topo. 

Para justificar o título do episódio, outra novidade: Lang e Piper eram amigas de orfanato. De repente, uma festa de máscaras (Face the mask) no Orfanato Irmãs , organizada por Emma e Audrey. Claro que não! Por outro lado, convenhamos, esse Ghostface, é danadinho, né? Além de matar, torturar, esfaquear, fritar as vítimas ele ainda encontra tempo para uma festa. Uau!! 

A festa atribuída a Emma e Audrey é sucesso total, com direito a assassinato no estilo "Scream" -de Wes Craven-, daquele que a vítima grita, mas ninguém ouve, pois a animação da galera está no auge, além da exibição do corpo no estilo "Jogos Mortais". No jogo de caça ao rato, Emma e Audrey acabam estando juntas e ligam as lanternas de seus celulares, gritam por quem querem encontrar. Ué! Por que não telefonam para Noah e Kieran? 

Resposta: Para aumentar a tensão no episódio e, no caminho, encontrarem fotos de Piper por todo lugar, até chegarem em algo mais volumoso, o 
corpo. Detalhe que o tempo passou, mas o corpo está muito bem conservador, nem Emma ou Audrey comentam sobre o cheiro.

Enfim, quem está por trás da máscara? Ninguém faz ideia!


Seriado: Scream
Episódio: 2x09 -  The Orphanage
Elenco: Willa Fitzgerald, Bex Taylor-Klaus, John Karna, Amadeus Serafini, Connor Weil, Carlson Young, Jason Wiles, Tracy Middendorf
País: EUA
Gênero: Horror, Suspense, Mistério
Duração: 42 minutos
Exibido em: 26/07/2016



*Editora do site cultural www.resenhando.com. É jornalista, professora e roteirista. Twitter: @maryellenfsm
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.