sábado, 13 de agosto de 2016

.: Família de Vinicius de Moraes se ofende com abertura da Rio 2016

Durante entrevista de Daniella Thomas, uma das diretoras da cerimônia de abertura da Rio 2016, no programa "Metrópolis" na noite da última terça-feira, 9 de agosto, na TV Cultura, ela revelou bastidores do evento envolvendo a família de Vinícius de Moraes. 

De acordo com ela, a família de Vinícius de Moraes ficou ofendida por não ter uma foto do "poetinha" projetada no telão, durante a entrada de Gisele Bündchen ao som da música "Garota de Ipanema", composta por ele e Tom Jobim. No entanto, a imagem escolhida foi apenas a de Tom. Daniela respondeu para os Vinicius de Moraes que tudo estava dentro de um contexto e que, como diria o "poetinha", “desculpem, mas beleza é fundamental”, e lembra que Jobim foi “o homem mais bonito do mundo”.

A presença de transexuais na cerimônia também foi contestada por não terem aparecido com destaque. E a cenógrafa explica que a ideia era que transexuais deveriam estar juntos com todos os integrantes como sendo parte de um todo, de uma sociedade. A proposta era criar a imagem de algo natural.
E rebatendo os comentários sobre a música "País Tropical", de Jorge Bem Jor, também cantada na cerimônia, como sendo de caráter ufanista, Daniela tem outra resposta. A diretora diz que para os organizadores do evento, essa canção “é uma utopia do Brasil”.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.