segunda-feira, 1 de agosto de 2016

.: "Sharknado - Corra para o 4º" é o ataque de inúmeros "nados"

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em julho de 2016



O que acontece em Vegas, fica em Vegas. Certo? Contudo, quando o assunto é Sharknado, não é bem assim. Claro! "Sharknado - Corra para o 4º" (Sharknado - The 4th Awakens), começa no lugar mais conhecido por ser muito colorido, iluminado e regado a muita jogatina: Las Vegas. Cenário lindo para uma linda história, até que os visitantes mais assustadores resolvem dar uma passadinha no pedaço.

Sim! O bom e velho tornado de tubarões agita as coisas por lá. "Viva Las Vegas", já diz Fin Shepard (Ian Ziering), após as cenas típicas da franquia dos tubarões voadores que sempre deixam um rastro de destruição e morte por onde passam. Pedranado, areianado, fogonado, vacanado, granizonado, raionado, nuclearnado... Definitivamente, a imaginação dos criadores da franquia não tem fim. Nada como um "Sharknado" comum!!

A abertura em quadrinhos é um capricho, enquanto que os efeitos visuais continuam na mesma zoeira. A votação do público contou e, apesar de dar um sustinho, April (Tara Reid) está de volta com novo braço e tudo. A loira está diferente e surpreende. Após se exercitar num saco de peso, ela até puxa um caminhão e testa as novas opções na mão esquerda: serra elétrica e até um sabre de luz do Star Wars. Sim! A força está com ela!

April passa a ser poderosa, tanto é que salva um menininho de ser esmagado por um carro. Ainda erguendo o veículo, sobra força até para bater um papinho com o pimpolho. De fato, ela passou a ser a versão feminina do "Robocop".

No Texas, após a cena com extintores enfileirados, um massacre com motosserra é iniciado, mas não tem continuidade. Numa pergunta e resposta, tudo é resumido: O que vamos fazer? Vamos para o Kansas. Coitadinha de Dorothy!!

A mãe de Fin Shepard e o menino Gil -o mais novo Shepard da família- escondem-se no porão de casa para fugir do sharknado. Entrento, Fin solta a pérola: "Sigam a estrada de tijolos amarelos". Ok. Ele destaca que não acredita ter dito aquilo, mas... Não há como deixar isso passar impune. Até o filhinho dos protagonistas diz: "Pai, acho que não estamos mais no Kansas!". Enfim, "não há lugar como o nosso lar!"

Christine, o carro assassino volta à ativa nas mãos de Fin, mas não brilha muito. A tempestade não perdoa nada ou ninguém, os bichões aparecem até na Comic Con, além de proporcionar uma nova roupagem para a cena de "Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal".

Enquanto que a atriz de "As Patricinhas de Beverly Hills" (Stacey Dash), dá as caras em uma cena e outra, a família Shepard está mais unida do que nunca. Logo, todos trabalham nas Cataratas do Niágara, no combate aos ataques terminados  em "nados". Se é o fim? Claro que não!! Com tantas invenções para os super tubarões, fica impossível não ter uma nova sequência. Que venha o quinto, por favor!!


Filme: Sharknado (Sharknado, EUA)
Ano: 2016 
Gênero: Ficção científica , Terror
Duração: 1h26min
Direção: Anthony C. Ferrante

Elenco: Ian Ziering (Finley Allan "Fin" Shepard), Tara Reid (April Dawn Wexler-Shepard), Ryan Newman (Claudia Shepherd), David Hasselhoff (Gilbert Grayson Shepard), Cody Linley (Matthew "Matt" Shepard), Cheryl Tiegs (Raye Shepard, mãe de Fin), Masiela Lusha (Gemini, sobrinha de Fin)



Trailer de Sharknado - Corra para o 4º







*Editora do site cultural www.resenhando.com. É jornalista, professora e roteirista. Twitter: @maryellenfsm


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.