quarta-feira, 14 de setembro de 2016

.: Emeli Sandé retorna com o novo single “Hurts”

Uma palavra vem à mente quando você ouve as novas músicas de Emeli Sandé. É palpável em cada nota, cada letra, e sua presença existe até no silencio. Liberdade.

E é partindo desta sensação de liberdade que seu novo single, “Hurts”, nasceu. Uma balada animada que transborda com coração e alma, “Hurts”, produzida e co-escrita por Mac & Phil [Miguel, Naughty Boy], consegue unir a dor em sua forma mais pura com a felicidade da redenção enquanto a artista canta “You could at least try look at me/ Man oh man what a tragedy/ Bang bang there goes paradise… Baby I’m not made of stone, it hurts/ Loving you the way I do, it hurts” (“Você poderia ao menos tentar olhar para mim / Mas que tragédia / Bang bang lá se vai o paraíso.. Baby não sou feita de pedras, isso dói / Te amar do jeito que te amo, dói”).

“Eu quis lançar 'Hurts' como primeiro single porque parece ser algo que tenho evitado dizer faz tempo”, diz Sandé. “É uma explosão. É tudo o que eu gostaria de ter falado há muitos anos. Não queria mais segurar nada”, completa.

Muito aconteceu com Emeli Sandé nos últimos 4 anos desde o sucesso de seu aclamado álbum, “Our Version Of Events”. O disco não só foi o mais vendido em 2012 e o segundo mais vendido de 2013, como também recebeu o certificado de platina 7 vezes, alcançou o 1º lugar das paradas em sete semanas e superou os Beatles por ficar entre os 10 primeiros lugares por 63 semanas seguidas, além de vender mais de 4.6 milhões de cópias pelo mundo todo.

O disco teve três de seus singles no 1º lugar no Reino Unido incluindo “Next to Me” que se tornou disco de platina nos Estados Unidos, com mais de 1.5 milhões de singles vendidos. Sandé ganhou 3 Brit Awards, além de prêmios das revistas Q Magazine, Elle, Harper’s e GQ. 

A cantora e instrumentista apareceu primeiramente como compositora na cena urbana do Reino Unido e mais tarde se tornou a compositora favorita de grandes nomes da música mundial como Alicia Keys, Rihanna e Katy Perry.

No final de 2013, Sandé não conseguiu ignorar o fato de que alguns de seus relacionamentos mais próximos estavam chegando ao fim, “soa dramático, mas eu queria desaparecer. Eu simplesmente tive essa realização e sensação de que tudo tinha que parar”, reflete Emeli, “e elas, aos poucos, pararam”.

Agora, ela se abriu, se libertou e reaparece mais forte do que nunca. “Olhando para trás, eu era como uma panela de pressão pronta para explodir. Tive que parar e realmente olhar para mim mesma e entender quem era aquela pessoa. Isso tem sido a minha maior lição, aprender a me sentir confortável com quem eu sou, o que represento e no que acredito”.

“Hurts” e o resto do novo trabalho de Emeli Sandé, marcam um novo capítulo na vida da cantora. “Eu me orgulho do meu primeiro disco e agradeço pelas experiências que tive por causa dele, mas estou muito mais feliz com o meu novo álbum e com a forma como minha vida está agora”, finaliza.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.