sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

.: Sting volta para o rock´n roll, por Luiz Gomes Otero


Por Luiz Gomes Otero
Em dezembro de 2016

Sting integrou a banda The Police nos anos 70 e 80. E o rock sempre esteve presente em todas as fases da banda. Em sua carreira solo, ele chegou a se afastar um pouco desse estilo para buscar novas vertentes musicais, inspiradas no jazz contemporâneo. Agora, em seu mais recente lançamento, o álbum "57th & 9th", cuja turnê passará pelo Brasil em 2017, ele retoma o estilo com força total.


O disco abre coma energética "I Can’t Stop Thinking About You", uma canção de rumo certo para as rádios. Na sequência vem "50,000", "Down, Down, Down" e "One Fine Day", todas canções que mostram a força e a competência do músico britânico.

E as canções seguintes, como  "If You Can’t Love Me", "Petrol Head" e "Heading South On The Great North Road", mostram consistência nas mensagens, como é de hábito em sua discografia. Dificilmente Sting produz e lança algo que não vá ser satisfatório para o ouvinte. E de quebra, há uma ótima versão ao vivo de "Next To You", do primeiro disco do The Police.


Em "57th & 9th, Sting não só retoma o rock em sua música como também mostra para o público que está na área, mais vivo do que nunca. E com o rock´n roll ao lado, firme e forte.





"I Can’t Stop Thinking About You"


"50.000"


"One Fine Day"



"Petrol Head"


Sobre o autor
Luiz Gomes Otero é jornalista formado em 1987 pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Trabalhou no jornal A Tribuna de 1996 a 2011 e atualmente é assessor de imprensa e colaborador dos sites Juicy Santos, Lérias e Lixos e Resenhando.com. Recentemente, criou a página "Musicalidades", que agrega os textos escritos por ele.



← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.