quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

.: Estação do Valongo completa 150 anos com programação festiva


Uma maquete da Estação do Valongo, com 1,20m de largura e 60 centímetros de altura, totalmente artesanal e pintura em látex, é uma das atrações da festa em comemoração aos 150 anos da inauguração da São Paulo Railway, que começa às 11h de quinta-feira, dia 16. Confeccionada em madeira, plástico de PVC e bronze, a peça, em escala 1:50 (50 vezes menor do que o prédio), tem como destaque o relógio no corpo central, em pleno funcionamento.

A programação, com o ator Marcos Frota como mestre de cerimônia, envolve também apresentações artísticas, passeio no Bonde Arte com contação de história, exposições fotográfica e de relógios antigos, palestra e maquete modular ferroviária, com 4m de comprimento e miniaturas de trens e vagões em circulação.

Maquete
Foram dois anos de trabalho para que o maquetista Pedrolandi Fernandes Sestari, 48 anos, desse por concluído o sonho de construir a Estação do Valongo, uma das maiores peças do seu acervo. “Foi meu trabalho mais difícil, pois não tinha a planta e fiz tudo tendo por base apenas fotografias”, afirmou, reconhecendo que a insistência de colocar o relógio para funcionar consumiu mais horas do que o esperado. 

Sestari começou na área por acaso, há 25 anos, após ser convidado por um maquetista. “Desde criança eu me dedicava ao plasticomodelismo e depois fui me aperfeiçoando”. Capaz de construir qualquer peça em escala, ele reconhece que as maquetes históricas de Santos são as que mais lhe agradam. “É mesmo um prazer. A da estação não vendo nem se me oferecerem R$ 100 mil”, garante.  
História
Primeira estrada de ferro paulista, que ligava o planalto a Santos, a São Paulo Railway foi decisiva para o desenvolvimento da cidade. Por ela passou a maior parte da riqueza que ajudou a construir São Paulo e o Brasil, assim como a maioria dos imigrantes que chegaram ao país pelo porto santista e se fixaram em várias cidades do Interior e do litoral. Muitos seguiram, depois, para outros estados.

A Estação do Valongo abriga atualmente a Secretaria de Turismo e o Estação Bistrô Restaurante-escola, além de ser o ponto de embarque da Linha Turística do Bonde. O prédio, datado de 1867 e ampliado em 1901, tem elementos de inspiração britânica, como telhados inclinados para evitar o acúmulo de neve, alpendre apoiado em colunas de ferro e os leões, símbolo e um dos ícones mais importantes do Reino Unido. 

Programação
11h   -  Entrega da  restauração do Relógio da Estação do Valongo, realizada pelo relojoeiro Antônio Rodrigues de Lima
11 às 17h - Exposição de Ferromodelismo, no Museu Pelé (grátis, prossegue até domingo, dia 19)
11h – Komboio Cultural, com performances artísticas (circo, teatro e música, com jazz, batuque africano e ritmos sul-americanos, como salsa e mambo), com participação especial da cantora Lua Marina
12h - Descerramento da placa comemorativa dos 150 anos da Estação do Valongo
12h - Almoço temático inglês no Estação Bistrô Restaurante-escola
12h30, 14h e 15h -  Passeios no  Bonde Arte com o ator e contador de histórias Alexandre Camilo. Tema: ‘150 Anos da Estação do Valongo’ (retirada dos ingressos, gratuitos, 1h antes de cada horário; capacidade do bonde: 36 pessoas)
13h  - Apresentação do Quarteto de Cordas Martins Fontes, interpretando peças de grandes compositores ingleses e brasileiros
15h - Exposição de relógios antigos e palestra  "A História do Relógio", com o professor Antônio Rodrigues de Lima, no térreo da Estação do Valongo 

Foto: Ronaldo Andrade

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.