quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

.: "Notas Contemporâneas" do MIS começa com Jerry Adriani


Edição acontece na quarta-feira, 22, com entrada gratuita. O artista realiza um bate-papo com o público sobre sua carreira, mediado pelo jornalista Cadão Volpato, enquanto a Banda MIS interpreta seus grandes sucessos

A primeira edição do ano do Notas Contemporâneas do MIS, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, traz o cantor e ator Jerry Adriani, que comemora seus 70 anos participando de um bate-papo sobre sua carreira e obra mediado pelo jornalista Cadão Volpato. A entrevista é acompanhada da Banda MIS, que homenageia o artista com releituras de seus maiores sucessos.

O evento acontece no dia 22 de fevereiro, quarta-feira, às 20h, no Auditório MIS (172 lugares). A entrada é gratuita, com retirada de senha com uma hora de antecedência na bilheteria do Museu.

O programa Notas Contemporâneas, com curadoria de Cléber Papa, registra depoimentos de compositores e intérpretes consagrados da música popular brasileira para o Acervo do Museu. Além disso, propicia ao público um exclusivo bate-papo sobre a carreira dos artistas convidados. A entrevista, sempre mediada pelo jornalista Cadão Volpato, é acompanhada pela Banda MIS, que realiza releituras dos grandes sucessos dos músicos convidados.

Jerry Adriani, cujo nome verdadeiro é Jair Alves de Souza, nasceu em 29 de janeiro de 1947, no Brás, na cidade de São Paulo. Começou a sua vida profissional em 1964, com a gravação do seu primeiro LP, "Italianíssimo", e no mesmo ano gravou seu 2º LP, "Credi a Me". Em 1965, grava "Um grande Amor", sendo o primeiro LP em português. Tornou-se apresentador do programa Excelsior a Go Go, na antiga TV Excelsior (Canal 9), atual RedeTV!, em São Paulo, ao lado do comunicador Luís Aguiar. Entre 1967 e 1968, já na antiga TV Tupi, (Canal 4), atual SBT em São Paulo, passou a apresentar A Grande Parada, ao lado de grandes artistas, como Neyde Aparecida, Zélia Hoffmann, Betty Faria e Marília Pera.

Recentemente, 2012, apresentou o show “Jerry toca Raul & Elvis”, no Teatro Rival, no Rio de Janeiro (RJ). Na apresentação, fugiu do estilo da Jovem Guarda que o tornou nacionalmente conhecido, dando espaço ao repertório com músicas como “Are you lonesome tonight”, “Kiss me quick”, “My way”, “Há dez mil anos atrás”, “Medo da chuva”, canção, inclusive, que Raul compôs para a voz de Jerry, “Tente outra vez e “Maluco beleza”. Ainda em 2012, realizou apresentação no programa “Encontro com Fátima Bernardes”, na Rede Globo de Televisão, ao lado de Lafayette e os Tremendões, Wanderléa, Marcelo Fróes e a banda Del Rey, numa emissão que teve como intenção relembrar a época da Jovem Guarda.  Em 2014 completa 50 anos de carreira com um show com seus maiores sucessos.

Para comemorar os 70 anos, no dia 29 de janeiro deste ano, o cantor prepara, ao lado do pesquisador Marcelo Fróes, uma autobiografia e um disco com 15 músicas que Raul Seixas criou entre os anos de 1967 e 1971

Serviço
"Notas Contemporâneas" | Jerry Adriani
Data: quarta-feira, dia 22
Horário: 20h
Local: Auditório MIS (172 lugares)
Ingresso gratuito. Sujeito à lotação da sala. Ingressos disponíveis uma hora antes do evento na Recepção MIS.
Classificação: livre

Museu da Imagem e do Som – MIS
Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo | (11) 2117 4777 | www.mis-sp.org.br
Valet: R$ 18 [Conveniado]
Acesso e elevador para cadeirantes. Ar condicionado.


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.