sábado, 22 de abril de 2017

.: Band estreia dois programas na faixa nobre de quinta-feira

“Shark Tank” e “Era Uma Vez Uma História” serão exibidos a partir da próxima semana


Dois novos programas estreiam na faixa nobre da Band na próxima quinta-feira, dia 27. Às 22h10, a emissora exibe com exclusividade na TV aberta Shark Tank Brasil - Negociando com Tubarões, um dos realities de maior sucesso em todo mundo que coloca frente a frente grandes investidores e empreendedores brasileiros que buscam alavancar de vez seus negócios. Em seguida, às 22h50, a Band leva ao ar a série Era Uma Vez Uma História, superprodução apresentada por Dan Stulbach e Lilia Schwarcz que combina dramaturgia, documentário e entretenimento numa maneira nova de olhar para o passado e redescobrir o Brasil. Confira os detalhes das novas atrações da emissora.



“Shark Tank Brasil - Negociando com Tubarões” estreia na Band
Programa será exibido a partir do dia 27 de abril às 22h10


A partir do dia 27 de abril, a Band exibe com exclusividade na TV aberta um dos realities de maior sucesso em todo mundo. Shark Tank Brasil - Negociando com Tubarões coloca frente a frente grandes investidores e empreendedores brasileiros que buscam alavancar de vez seus negócios ou ideias de projetos em andamento, que necessitem de aporte financeiro para crescer. Mas, para convencer os “Tubarões”, os participantes precisarão utilizar as melhores estratégias durante suas apresentações.

Em sua primeira temporada, o programa conta com um time de investidores de peso. Nas famosas poltronas estão o cantor, compositor e empresário Sorocaba; a empresária de sucesso do segmento de moda, beleza e bem-estar Cristiana Arcangeli; João Appolinário, fundador da Polishop e Robinson Shiba, Presidente do China in Box. Camila Farani, um dos principais nomes do investimento-anjo no Brasil, e Carlos Wizard, fundador da rede de escolas de idiomas Wizard e responsável por trazer o Taco Bell ao Brasil, revezam a poltrona rotativa.

Já no primeiro episódio, os empreendedores provam que para ter uma empresa de sucesso, a criatividade é fundamental. Entre um produto de adubo orgânico, um tipo inovador de próteses ortopédicas, uma linha de alimentação saudável para crianças e uma marca de roupas para o ciclista urbano, cada Tubarão terá de tomar a difícil decisão de investir ou não no negócio.

A premiada franquia “Shark Tank” é baseada no reality "Dragons 'Den", criado pela Nippon TV no Japão e distribuída ao redor do mundo pela Sony Pictures Television. O programa oferece a empreendedores a oportunidade de lançar suas ideias de negócios para grandes investidores, conhecidos como “Tubarões", na esperança de conseguir fundos de investimento. “Dragons ‘Den” foi adaptado com êxito e já cativou audiências em mais de 30 territórios em todo o mundo.

Sobre os Tubarões: Conhecido do grande público, além de ser um dos cantores de maior sucesso do Brasil, Sorocaba é responsável pela administração da carreira de diversos artistas, entre eles Thaeme e Thiago, Marcos e Belutti, Milionário e Marciano, Lucas Lucco, Luan Santana e os demais cantores que fazem parte do casting da FS Produções Artísticas, um dos maiores escritórios de gestão de carreira artística no Brasil. A veia empresarial vem de família: Sorocaba cresceu sobre forte influência de familiares gerenciando negócios e inovando o mercado. Hoje, além de cantor, também atua em diferentes áreas de investimento, entre eles rede de fast food, casas noturnas, estúdio de gravação, criação e reprodução animal, gravadora e editora de música, além de seu escritório.

Cristiana Arcangeli atua no ramo de cosméticos desde 1986 e é considerada uma das mulheres que mais influenciou e contribuiu para o desenvolvimento do mercado de moda, beleza e bem-estar no país. Empresária serial, lançou em 2010 sua quinta empresa, a Beauty’in, criando uma nova categoria no segmento de alimentos funcionais: os aliméticos. Além de estar à frente dos seus negócios, Cristiana escreveu três livros, apresenta dois boletins diários na Rádio Alpha FM, possui um portal próprio de conteúdo e ainda assina colunas em várias revistas. A carreira de sucesso rendeu mais de 26 prêmios nacionais e internacionais, entre eles “Personalidade do Ano” pelo Governo do Estado de São Paulo, “Prix Veuve Clicquot de la Femme d’Affaires”, além do “Mulher Mais Influente do País”, da Forbes.

Fundador da Polishop, uma das empresas de varejo mais famosas do Brasil, João Appolinário deu início à carreira de sucesso ainda nas concessionárias de veículos da família. Aos poucos, tornou-se investidor em negócios de diferentes vertentes até que fundou, em 1999, a Polishop. Com mais de 200 estabelecimentos em todo o país, a empresa dispõe de uma grande rede de canais de comunicação que possibilita alcançar hoje mais de 180 milhões de brasileiros, oferecendo produtos inovadores e soluções em segmentos como beleza, casa e boa forma.

Robinson Shiba era apenas um estudante de odontologia quando foi assaltado em uma viagem aos Estados Unidos e precisou trabalhar como lavador de pratos na cozinha de restaurantes da cidade para sobreviver. Aos poucos, começou a enxergar as inúmeras oportunidades oferecidas por esse mercado. Essa é a história por trás da criação da rede fast food chinês China in Box, uma das maiores do Brasil, da qual é Presidente hoje. A primeira loja da marca foi aberta em 1992 e faz parte do grupo Trendfoods, que tem ainda o controle dos restaurantes Gendai, Owan e Gokei, todos eles focados na culinária oriental. Ao todo, os negócios liderados por Robinson somam mais de 215 estabelecimentos espalhados pelo país.

Camila Farani é um dos principais nomes do investimento-anjo no Brasil. Atualmente, é Presidente da Gávea Angels, um dos pioneiros grupos de investidores-anjo no Brasil e que conta com mais de 50 investidores. Além de investir em empresas nascentes de tecnologia em áreas como e-commerce, software e mobile, investe também em setores tradicionais como alimentação e educação. Co-fundou o Mulheres Investidoras Anjo, o MIA, e a Lab22, boutique de investimento em startups no Rio de Janeiro. É sócia do Deal Match, plataforma online e fechada para investimento em empresas tech e da ACE - Rio de Janeiro, aceleradora de startups. Além disso, é embaixadora do Facebook na campanha #ElaFazHistoria, que visa empoderar mulheres. 

Camila atua ainda no setor de alimentação com o Grupo Boxx e é professora convidada do MBA da Fundação Getúlio Vargas. Antes disso, também foi diretora executiva de uma vertical de alimentação saudável do Mundo Verde e fez cursos de especialização e empreendedorismo na Universidade de Stanford e Babson College.

Fundador da Wizard, rede de escolas de idiomas líder do mercado brasileiro, Carlos Wizard tornou-se um dos empresários mais importantes do país. Em 2013, protagonizou a maior negociação da história do setor de educação com a venda do Grupo Multi Educação, detentor de oito grandes franquias - entre elas a Yázigi, Skill e Microlins. Atualmente, o empresário lidera a Mundo Verde - maior rede de lojas de produtos naturais da América Latina - e também é dono das marcas Topper e Rainha. Fundou, junto com o jogador Ronaldo Nazário, a Ronaldo Academy, uma rede de escolas de futebol para crianças e jovens jogadores. No setor de alimentação, foi o responsável por trazer o Taco Bell ao Brasil, conceituado fast-food de comida baseada na culinária mexicana.

Shark Tank Brasil – Negociando com Tubarões é uma produção da Floresta Produções em parceria com o Canal Sony. O programa vai ao ar todas as quintas-feiras, às 22h10, na tela da Band com transmissão simultânea no aplicativo da emissora para smartphones.



“Era Uma Vez Uma História” estreia na tela da Band


Apresentada por Dan Stulbach e Lilia Schwarcz, superprodução reconta a história do Brasil de um jeito diferente


Uma viagem pela fascinante história do Brasil. A partir de 27 de abril, a Band exibe Era Uma Vez Uma História, superprodução que conta como foram os anos que culminaram com o Brasil independente; da chegada da família real ao Rio de Janeiro até a Proclamação da República. 

Exibida em quatro episódios semanais (quintas-feiras às 22h50), a série combina dramaturgia, documentário e entretenimento numa maneira nova de olhar para o passado e redescobrir o Brasil. O programa leva os espectadores para campos de batalha onde aconteceram confrontos épicos pela liberdade até salões de democracia onde pioneiros escreveram constituições. É uma oportunidade também de conhecer como realmente foram os personagens que moldaram a história do Brasil, e não como os livros os descrevem. “Era Uma Vez Uma História tem um maneira divertida de contar um assunto muito interessante e importante: a história do Brasil. Usamos os melhores recursos da dramaturgia e dos documentários, uma pós-produção intensa e ilustrativa e uma edição impecável, além da condução sólida de Dan Stulbach e Lilia Schwarcz, que nos levam nessa viagem maravilhosa”, diz Diego Guebel, diretor-geral de conteúdo da Band.

Inseridos em cenas históricas reconstruídas em ambientes reais ou criadas com a ajuda de animação gráfica, o ator Dan Stulbach e a historiadora Lilia Schwarcz atuam como testemunhas e, ao mesmo tempo, narradores dos fatos que determinaram o destino do país. “Democratizar o acesso a uma história mais plural e que, sem concessões, procura trazer para o público um processo rico, verdadeiro, violento, mas também muito original, é objetivo maior de qualquer cientista social. 

Tomar parte num processo como esse - que inclui discutir roteiro, cenas, dramaturgia, figurino, cenas e tudo o mais - é utopia e sonho dos bons. Fico torcendo para que todos possam se emocionar, rir, chorar, preocupar-se, torcer tanto como fizemos: eu e toda a equipe”, afirma Lilia. O ator Dan Stulbach, que literalmente passeia pela história ao lado de Lilia Schwarcz, muitas vezes assume o papel do público, fazendo perguntas que ajudam a entender melhor o contexto histórico. 

"Foi ótimo aprender com a Lilia sobre o Brasil, esclarecer e aprofundar o entendimento da formação do nosso país. Uma série feita com cuidado e carinho para divertir a todos, sem abrir mão do conhecimento. Fiquei muito feliz de fazer parte do projeto, tomara que provoque curiosidade, que as escolas usem, que todos se divirtam”, diz Dan.

Gravada no Brasil e em Portugal, a série envolveu 150 profissionais. Na atração, atores interpretam passagens importantes de períodos históricos com a ajuda de computação gráfica. Uma equipe de cinco animadores e designers 3D trabalharam durante cinco meses na produção. “As animações foram criadas em cima de documentos e representações da época com o acompanhamento de uma equipe de pesquisa liderada por Lilia Schwarcz, o que garantiu o rigor histórico”, revela Diego Guebel.

Uma coprodução da Cine Group e da Eyeworks, com exibição na Band e no Warner Channel, Era Uma Vez Uma História tem atuações especiais de Luiza Possi, Lenine, Thaide, Oscar Filho, Charles Paraventi, Cris Lago e Magdale Alves. Os jornalistas da Band Ricardo Boechat e Paloma Tocci também fazem uma participação especial na produção.


Sinopses dos episódios
Episódio 1 (1806-1817) - exibição em 27 de abril
Nossa viagem começa em Lisboa com a fuga da corte portuguesa. Dan e Lilia serão testemunhas diretas dessa medida desesperada que a corte tomou pra manter-se no poder. A história não está feita só de fatos, mas também dos seus personagens. Descobriremos que Dom João não foi o “comedor de coxinhas” que a história contou, nem que Carlota Joaquina foi como muitos dizem.  A vinda da família real para o Brasil foi o começo de uma série de mudanças que transformaram e formaram o país. Dan e Lilia percorrem as ruas do Rio de Janeiro, sujas, desorganizadas, cheias de ratos e doenças, fato que chamou a atenção da monarquia recém-chegada mais do que a quantidade de negros e escravizados. Alguns anos mais tarde, vamos acompanhar o velório da Rainha Maria e as consequências que desencadeariam em um dos movimentos emancipatórios mais sangrentos da história brasileira, a Revolução Pernambucana.

Episódio 2 (1818-1831) - exibição em 4 de maio
Depois de viajar no tempo durante quase uma década, Dan e Lilia fazem uma pausa em um bar de Portugal no ano de 1820 e se surpreendem com outra revolta, a Revolução do Porto. Depois de se livrar de uma saia justa no bar, nosso apresentadores voltam ao Brasil para presenciar o dia em que a independência do Brasil começa a ser vislumbrada. Quando D. Pedro recusa-se a obedecer as Cortes Portuguesas, o Dia do Fico. Voltando ao presente, Lilia revela a verdadeira história por trás da famosa pintura do quadro da Independência. Alguns anos depois, D. Pedro I volta para Portugal deixando o país nas mãos de seu filho, Pedro de Alcântara, futuro Pedro II, uma criança de apenas cinco anos.

Episódio 3 (1832-1870) - exibição em 11 de maio
Quase como convidados especiais, Dan e Lilia percorrem as salas do Palácio onde a criança que ficou no trono do Brasil passa seus dias, mostrando sua preparação para assumir o controle do país. Nessas mesmas salas eles são testemunhas de como está se gerando um dos períodos mais repressivos da nossa história e, na rua, presenciam como eram tratados, vendidos, torturados e assassinados os escravos. Finalmente eles descobrem como Dom Pedro II, considerado o patrono das artes e das ciências, iniciaria uma guerra vergonhosa: a guerra da Tríplice Aliança, que acabou sendo um assunto pessoal para o Imperador.

Episódio 4 (1871-1889) - exibição em 18 de maio
No último episódio da série, Dan e Lilia acompanham a abolição da escravidão, testemunham a assinatura da Lei Áurea e revelam quem realmente foram os protagonistas deste grande momento histórico que mudaria o Brasil para sempre. Os apresentadores mostram o fim do império e a Proclamação da República. Ao final, assim como no início, eles vão participar de outra fuga, mas desta vez é Dom Pedro II que, na calada da noite, é expulso do Brasil.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.