sexta-feira, 14 de julho de 2017

.: Show de Silvino canta bichas, lésbicas, bis e trans da MPB


Uma noite para exaltar os personagens LGBTs que foram cantados ao logo da história da Música Popular Brasileira. Esta é a proposta do cantor e compositor Silvino, de 25 anos, para o show "Nosso Amor, Nosso Canto", que acontece no próximo dia 21 de julho, no Teatro Guarany, em Santos.

O palco do teatro, em pleno centro histórico, será a plataforma para o público conhecer o experimento poético-musical de Silvino. A encenação será sobre os amores e angústias de lésbicas, gays, bissexuais e transsexuais retratados em canções que marcaram época, entre 1930 e 2017.

O cantor encarna o papel de fio condutor entre canções e poemas, acompanhado de uma banda que é referência no cenário musical da Baixada Santista no piano estará Theo Cancello, que também é o diretor musical do espetáculo; no baixo, Dama Santos; na percussão, Felipe Romano; na bateria, Pinguim Ruas; e, nas guitarras, João Romualdo.

"Nosso Amor, Nosso Canto" é um agradecimento, em que o cantor faz sua primeira apresentação do EP "Húmus", recém-lançado, e passa em perspectiva a presença de lésbicas, gays, bissexuais e trans na MPB.

Em seu trabalho autoral, Silvino canta e reflete sobre a caminhada dos cidadãos LGBTQIs, sua vivência com o vírus HIV e a liberdade dos corpos e afetos, em pleno momento de reação conservadora no cenário nacional. “Ao olharmos para essas produções é possível entendermos melhor os avanços alcançados. O meu EP é resultado de um processo maior. E o show é sobre isso”, analisa o cantor.

A performance multiartística vai exaltar o brilho das canções, mostrando que a MPB é um potente instrumento de registro e análise social, além do mais novo disco de Silvino, vai ser possível ouvir e ver a interpretação do cantor para clássicos que foram imortalizados nas vozes de Noel Rosa, Carmen Miranda, Nora Ney e composições de nomes como Chico Buarque, Caetano Veloso e Milton Nascimento. “A música brasileira com conteúdo queer não é nova. Está aí há décadas. É a lógica heteronormativa que vai apagando isso”, diz.

Ritmo
O pianista Theo Cancello, que assina a direção musical do espetáculo, conta que o show é formado por dinâmicas fortes, que vão do silêncio ao esporro. “A preocupação é sempre levar a mensagem aos corações e a conscientização. Elementos eletrônicos, ruídos e timbres incômodos fazem-se presentes na intenção de fortificar o grito contra o preconceito”, resume.

O figurino do show é assinado pelo estilista curitibano Alexandre Linhares, da H-AL. Ele foi o responsável pelo figurino usado por Elza Soares em sua premiadíssima turnê "A Mulher do Fim do Mundo". Nas peças, especialmente criadas para o show de Silvino no dia 21 de julho, um mundo em movimento, em que o canto caminha para um outro lugar.


Uma saia foi construída através de uma performance. “Nela a gente expurgou bloqueios, vivências, amarras, no pano. E após isso vem uma tinta branca unificando tudo, ou velando”, conta o estilista. "Em outro momento, haverá muita transparência, confirmando que Silvino vem com um discurso assim: !franco, direto, sem meias verdades”, define Linhares.

Quem é Silvino
Um cantor e compositor com dezenas de letras guardadas. Ele começou a pensar versos, melodias, com 14 anos. E no final de 2015, conseguiu ingressar no curso fundamental da Escola Técnica de Música e Dança Ivanildo Rebouças, em Cubatão. O disparador mesmo foi o diagnóstico reagente para o vírus do HIV. “Isso me deu uma sensação de que fazer o que eu queria e ser feliz era urgente. Não podia esperar mais”.


"Olhos Amarelos"
A primeira música de Silvino superou a marca de 200 mil exibições na fanpage do artista. Cantando por liberdade e aceitação, o clipe chegou aos olhos da cantora Elza Soares, sendo elogiado e compartilhado na fanpage da Mulher do Fim do Mundo. O depoimento dela foi comovente.

Serviço
Dia 21/7, sexta-feira, às 21h
Teatro Guarany, Praça dos Andradas, 100, Centro, Santos
Pré-venda: R$ 40 inteira R$ 20 meia. O ingresso pode ser comprado no Casa Velha (Boulevard da Othon Feliciano, 10, Gonzaga, Santos). Os ingressos estarão à venda na bilheteria do teatro uma hora antes da apresentação, no dia 21/7.
Quem enviar seu nome até o dia 20/7 para o e-mail nossoamornossocanto@gmail.com garante a lista especial de meia-entrada.



← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.