quinta-feira, 12 de outubro de 2017

.: Como ser um bom escritor. Dez dicas especiais


1) Leia o máximo que puder. Escritores têm paixão pelo mundo escrito e não há maneira melhor de alimentar essa paixão do que lendo. Leia o quanto puder, de revistas e romances juvenis a dissertações acadêmicas, embora você não precise se sentir pressionado a terminar tudo que escolher para ler.

2) Expanda seu vocabulário. Enquanto estiver lendo, tenha por perto um dicionário comum e outro de sinônimos ou anote palavras desconhecidas para procurar depois. Escritores de classe mundial têm discutido sobre usar palavras simples ou empregar um palavreado longuíssimo.

3) Conheça as regras gramaticais. É claro que existem muitos livros famosos e excelentes escritos fora do padrão gramatical, mas aprender a gramática de sua língua não é apenas memorizar um conjunto de regras. Estudar como uma frase é organizada e como a pontuação é usada para estruturá-la lhe dá o conhecimento que você precisa para expressar-se da forma pretendida.

4) Solte a imaginação antes de escrever. Ao pensar sobre o que escrever, anote qualquer ideia que surgir, mesmo que ela pareça pouco convincente ou improvável. Uma ideia medíocre pode levar a outra melhor.

5) Adapte sua escrita para seu propósito e público-alvo. Assim como você troca de roupas dependendo do clima e da ocasião, você deve também adaptar sua escrita para seu público-alvo, de acordo com a mensagem. Uma linguagem fantasiosa, por exemplo, é mais adequada para um poema do que para um relatório. Se estiver se dirigindo a um grupo específico, tenha certeza de que sua escolha de palavras e comprimento da frase não sejam tão complicados (ou simplistas demais) para esse público. 

6) Escolha um tópico sobre o qual você gostaria de escrever. Encontre um tema que prenda sua atenção e que o entusiasme. Seu entusiasmo e interesse tornarão mais fácil continuar o projeto e manter sua alta qualidade e, com sorte, eles também atuarão sobre o leitor.

7) Anote ideias. Mantenha um caderno para anotar observações, conversas escutadas por alto e ideias repentinas surgidas na vida diária. Quando ler ou ouvir algo que o faça rir, refletir ou se quiser repeti-lo para outra pessoa, anote e pense sobre como torná-lo útil.

8) Escreva o primeiro rascunho rapidamente. Tente escrever sem pausas pelo máximo de tempo que conseguir. Não pare para mudar escolhas de palavras ou corrigir a gramática, ortografia ou pontuação.

9) Reescreva, reescreva, reescreva. Não tenha medo de fazer mudanças drásticas, até mesmo cortar seções inteiras do projeto ou reescrevê-lo do ponto de vista de um personagem diferente. Continue o ciclo de opinião e edição enquanto explora como aperfeiçoar seu trabalho. Se parecer que você não está saindo do lugar, lembre-se de que você está praticando habilidades que lhe ajudarão em todos seus escritos futuros.

10) Publique. Ninguém sabe de antemão se terá sucesso, se ficará esquecido, se sentirá orgulho ou arrependimento. Há autores que renegam suas obras; outros as fazem crescer e ganhar o planeta. Só há um modo de saber: tentando. 

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.