terça-feira, 3 de outubro de 2017

.: Por que Marcos Harter se incomoda tanto com o jogo de Flávia Viana?


Por Helder Miranda, em outubro de 2017.

Utilizando a máscara de um rapaz polido, Marcos ataca o jogo de Flávia. No jogo, é lobo em pele de cordeiro - cordeiro, esse, que não cabe mais no disfarce de "bonzinho", e faz aparecer, cada vez mais, o lobo, mau, astuto, cruel. Ele alega que Flávia pode iludir os telespectadores de "A Fazenda", mas não o engana.

Em defesa de Flávia, é possível dizer que as pessoas só vêem nas outras o que reconhecem em si. A diferença é que Flávia, nem de longe, pode ser reconhecida pelo jogo de Marcos porque, dentro do reality, que é o e que está sendo analisado, a moça tem uma conduta irretocável. Ela é linear a ponto de incomodá-lo, de perturbar a maioria do elenco da casa, e elevá-la da figurante da primeira semana à protagonista da temporada. Além disso, Flávia é a única que consegue desmontar os argumentos de Marcos, um por um. Em setembro, nos primeiros dias de confinamento, Flávia comentou com Marcos que ele não poderia culpar o "Big Brother Brasil" - programa que o tirou do anonimato - pelas frustrações dele - o que pode ter iniciado o ressentimento que ele aparenta ter dela.

Independente da parceria com Marcelo, Flávia tem narrativa própria, não precisa de romance para criar sua  história em "A Fazenda", ao contrário do médico, que sempre recorre ao velho clichê de fazer casal com companheiras de confinamento que ele despreza. O alvo da vez é Ana Paula Minerato que, desde que se aproximou dele, teve parte do brilho apagado e o favoritismo diminuído. 

Para a torcida de Marcos, é melhor que ele seja eliminado rapidamente, já que quanto mais tempo ele fica, mais ele se mostra - e o que vem aparecendo semana após semana, dentro do jogo, não é coisa boa. Para o programa, por outro lado, a permanência dele para a movimentação do reality e geração de conflitos, é positiva. Que ele se mostre cada vez mais, para que não reste dúvidas de que deve ser defenestrado de uma vez por todas... no momento certo.

Já Nahim enfrenta uma situação dramática. Com qualquer um dos dois que enfrentar a berlinda, deve sair. Marcelo Zangrandi, o Ié Ié, é o mocinho do programa. Fábio Arruda tem potencial para render mais (e, pelo bem do programa ao vivo pela internet, não deve sair, pois, ao lado de Aritana - injustiçada pela edição, que só a mostra reclamando, tem uma das conversas mais interessantes). Mas, se Fábio Arruda sair, caso Nahim volte fazendeiro e o consultor de etiqueta dispute a permanência com Marcelo, a possibilidade de Rita Cadillac surtar e se tornar uma personagem infinitamente mais interessante, é grande.

Sobre o autor
Helder Miranda é editor do portal Resenhando há 14 anos. Foi comentarista do site Votalhada e opinava sobre os realities "Masterchef", "O Aprendiz" e "A Fazenda". É formado em Comunicação Social - Jornalismo e licenciado em Letras pela UniSantos -Universidade Católica de Santos, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela USP, e graduando em Pedagogia pela Univesp - . Atuou como repórter em vários veículos de comunicação. Lançou, aos 17 anos, o livro independente de poemas "Fuga", que teve duas tiragens esgotadas.


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.