sexta-feira, 10 de novembro de 2017

.: Para Paulo Miklos, a gente mora no agora - por Luiz Gomes Otero

Por Luiz Gomes Otero*, em novembro de 2017.

Paulo Miklos sempre será lembrado como um dos fundadores do grupo Titãs. Mas a verdade é que sua carreira solo sempre pontou com trabalhos bem interessantes. E a história se repete com seu mais recente disco, "A Gente Mora no Agora", que flerta com ritmos mais característicos do Brasil, como o samba. E ele faz isso com uma desenvoltura e maturidade invejáveis.

O trabalho tem canções compostas em período de forte carga emocional que ele passou recentemente em sua vida pessoal. A confessional "Vou Te Encontrar", composta por Nando Reis (outro titã da formação original), foi gravada em homenagem a sua esposa, falecida recentemente. A canção é uma das melhores coisas que ele produziu nos últimos anos. Versos simples e diretos. Creio que Roberto Carlos gostaria de regravá-la algum dia. ("...No céu, no horizonte/No inverno, verão/Nas estrelas que formam/Uma constelação/Vou Te Encontrar...").

"Todo Grande Amor", uma parceria de Paulo Miklos com Silva, é outra canção que tem aquele toque dos anos 60, como o Roberto Carlos das antigas, sempre com uma dose certa de melancolia. (“Cada dia bom pode ser o último...”). Mas engana-se quem pensa que o disco é com tom baixo astral. Paulo Miklos passa uma mensagem altamente positiva nas canções, lembrando a urgência que temos que ter para viver o aqui e agora, sem deixar para depois o que se pode fazer hoje. Essa é a mensagem de "Não Posso Mais" (“Não posso mais/Adiar as coisas assim...”).

Outro momento bem legal é a parceria de Miklos com o tremendão Erasmo Carlos, na igualmente ótima "País Elétrico". Uma letra que se inspirou no fato de o Brasil ser uma das áreas do planeta que mais concentra raios. É impossível ouvir e ficar indiferente com as canções confessionais de Paulo Miklos e seus parceiros ilustres. Certamente você se identificará com alguma faixa desse disco. Porque todos nós moramos no agora. Nosso tempo é hoje e sempre temos que aprender a viver.


"Vou Te Encontrar"
"País Elétrico"

"Todo Grande Amor"

*Luiz Gomes Otero é jornalista formado em 1987 pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Trabalhou no jornal A Tribuna de 1996 a 2011 e atualmente é assessor de imprensa e colaborador dos sites Juicy Santos, Lérias e Lixos e Resenhando.com. Criou a página "Musicalidades", que agrega os textos escritos por ele.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.