quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

.: Naomi Klein lança livro "Não Basta Dizer Não" pela Bertrand Brasil

A renomada jornalista, ativista e autora best-seller Naomi Klein passou duas décadas estudando choques políticos, mudança climática e a “tirania das marcas”. Dessa perspectiva singular, ela faz em "Não Basta Dizer Não" uma análise sobre a eleição de Donald Trump nos Estados Unidos, apontando que a sua agenda de governo pode agravar crises econômicas, sociais e políticas no mundo. 

Para a autora, a ascensão de Trump e sua agenda imprudente – que inclui um golpe corporativo no governo, culpabilização agressiva, incitações à guerra e um desprezo pela ciência climática em prol do uso frenético de combustíveis fósseis — acarretará ondas de desastres e choques para a economia, a segurança nacional e o meio-ambiente.

“Este livro é apenas uma tentativa de analisar como chegamos a este momento político surreal; como, de maneiras concretas, poderia ficar muito pior; e como, se não nos desorientarmos, podemos mudar o roteiro e chegar a um futuro radicalmente melhor”, diz a autora, que propõe várias ações para a resistência à política de choque que Trump tenta implementar.

Para Klein, Trump não é uma aberração, mas a extensão lógica das piores e mais perigosas tendências dos últimos cinquenta anos — as mesmas condições que vêm provocando uma onda crescente de nacionalismo branco pelo mundo. Não basta, ela nos diz, meramente resistir, dizer “não”. Nosso momento histórico exige mais: um “sim” inspirador, digno de confiança, um guia para reivindicar o território populista daqueles que buscam nos dividir — um que indica um curso ousado para conquistar o mundo justo e solidário que queremos e de que precisamos.

Sobre a autora
Naomi Klein é jornalista, colunista sindicalizada, documentarista e autora dos best-sellers internacionais “Sem Logo: a Tirania das Marcas em Um Planeta Vendido”, “A Doutrina do Choque: a Ascensão do Capitalismo em Desastre” e “Isso Muda Tudo”. Seus livros foram traduzidos para mais de 30 idiomas.

É correspondente sênior da The Intercept, e seus artigos circulam em publicações como The New York Times, Le Monde, The Guardian e The Nation, no qual é editora contribuinte. Klein é também membro da diretoria do 350.org, um grupo de ação em prol do clima, além de uma das organizadores do Leap Manifesto canadense. Em novembro de 2016, recebeu o prestigioso prêmio australiano Sydney Peace Prize por, segundo os jurados, “ inspirar a, em âmbito local, nacional e global, exigir uma nova agenda de compartilhamento do planeta que respeite os direitos humanos e a igualdade”.

O que foi dito sobre o livro:

“O guia de uma pessoa comum para a esperança. Leia esse livro.” - Arundhati Roy

“Naomi Klein é fantástica. Ela criou um contra-feitiço corajoso e reluzente.” - Junot Díaz

“Urgente, oportuno e necessário.” - Noam Chomsky

“Quem poderia encontrar um sentido nessa confusão e nos mostrar um caminho para superá-la melhor do que Naomi? Uma leitura obrigatória.” - Michael Stipe

“Uma intervenção urgente… uma contribuição crítica à emergente oposição a Trump e a desordem econômica que o criou.” - Keeanga-Yamahtta Taylor

“Um livro imprescindível que todos precisamos ler e aplicar… um guia essencial para todos, principalmente para os jovens.” - Danny Glover

“Uma análise brilhante e multifacetada, aplicada com uma precisão única, e uma visão admirável do Sim que está por vir.” - EveEnsler

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.