domingo, 28 de janeiro de 2018

.: Todos os finalistas na categoria Melhor Álbum do Ano do Grammy


A 60.ª cerimônia anual de Grammy Awards ser árealizada neste domingo, dia 28 de janeiro. O Twitter transmitirá o show ao vivo do Madison Square Garden, em Nova Iorque. Será a primeira vez desde 2003 que a cerimônia é realizada fora de Los Angeles (onde o Staples Center foi o lar dos Grammys desde 2004). James Corden retornará como anfitrião.

A cerimônia reconhecerá as melhores gravações, composições e artistas do ano de elegibilidade, que decorre de 1 de outubro de 2016 a 30 de setembro de 2017. As nomeações foram anunciadas em 28 de novembro de 2017. A cerimônia "pré-transmissão" (oficialmente nomeada A Premiere Ceremony) será realizada no mesmo dia antes da cerimônia principal. Entre os indicados a álbum do ano, estão:



"24K Magic", Bruno Mars
Pronunciado "twenty-four karat magic" é o terceiro álbum de estúdio do cantor americano Bruno Mars. Foi lançado em 18 de novembro de 2016, pela Atlantic Records. 

As sessões de gravação ocorreram entre os anos de 2015 e 2016, enquanto o terceiro álbum foi produzido na sua totalidade pela Shampoo Press & Curl, que está a trabalhar como produtor executivo, com a produção adicional de The Stereotypes, Jeff Bhasker e Emile Haynie. Ele marca a primeira vez que Mars não produziu sob The Smeezingtons.

Sua faixa-título foi lançada como o 1° single do álbum em 7 de outubro de 2016. A canção alcançou a posição número quatro na parada americana Billboard Hot 100 e foi certificada 2x platina pela RIAA. O segundo single foi a faixa "That's What I Like", que teve sua primeira performance no Grammy Award, mais tarde ganhou um videoclipe e rapidamente superou o single anterior na Billboard Hot 100 chegando ao topo. O terceiro single, lançado em junho de 2017, foi "Versace On The Floor". O tema recebeu um remix de David Guetta. Em julho de 2017, o álbum alcançou o número de 1 milhão de cópias vendidas dos EUA.



"4:44", Jay-Z
Décimo-terceiro álbum de estúdio do rapper americano Jay-Z. Foi lançado em 30 de junho de 2017 pela Roc Nation e Universal Music Group. Assim como o álbum anterior de Jay-Z, "Magna Carta Holy Grail" (2013), "4:44" não foi precedido por singles

O disco foi gravado entre dezembro de 2016 e junho de 2017, sendo produzido por No I.D. e Jay-Z. James Blake e Dominic Maker também ajudaram na produção de algumas faixas. Entre os convidados para participar de algumas músicas estão Frank Ocean, Damian Marley, Beyoncé e Gloria Carter, a mãe de Jay-Z. Também conta com as contribuições vocais de Blue Ivy Carter, James Fauntleroy, Kim Burrell e The-Dream.

O álbum foi um sucesso de público e crítica, sendo elogiado por seu conteúdo pessoal e emocional. Em 5 de julho, o "4:44" vendeu mais de um milhão de downloads digitais só nos Estados Unidos. Estreou na primeira posição da Billboard 200, sendo o décimo-terceiro disco de estúdio de Jay-Z a alcançar o topo das paradas americanas. O "4:44" recebeu uma nomeação ao Grammy Award de "Álbum do Ano", enquanto o primeiro single (auto-intitulado) foi nomeado para "Canção do Ano" e a faixa "The Story of O.J." para "Gravação do Ano" no 60º Grammys.





“Awaken, My Love!”, Childish Gambino
Terceiro álbum de estúdio do rapper americano e cantor Childish Gambino , o nome artístico de Donald Glover. Foi lançado pela Glassnote Records em 2 de dezembro de 2016. 

Composto por faixas sendo cantadas em vez de batids, a fusão de influências psicodélicas da alma, do funk e do R & B, foi considerada uma partida audaz do estilo predominantemente hip hop de sua trabalho prévio. O álbum foi produzido por Glover e seu colaborador de longa data, Ludwig Göransson .

"Awaken, My Love!" recebeu críticas positivas em geral e estreou no número cinco na US Billboard 200 . Também estreou no número dois na tabela de álbuns Top R & B / Hip-Hop dos EUA. O álbum foi apoiado por três singles: "Me and Your Mama", "Redbone " e "Terrified".




"DAMN.", Kendrick Lamar
É o quarto álbum de estúdio do rapper norte-americano Kendrick Lamar. Foi lançado em 14 de abril de 2017, pelas editoras discográficas Top Dawg Entertainment, Aftermath Entertainment e Interscope Records. O álbum teve a produção executiva executada por Anthony "Top Dawg" Tiffith, Dr. Dre, Sounwave, DJ Dahi, Mike Will Made It e Ricci Riera. A capa foi desenhada por Vlad Sepetov, que criou as capas de álbuns dos dois projetos anteriores de Lamar, "To Pimp a Butterfly" e "Untitled Unmastered".

Em 23 de março de 2017, Lamar lançou um single promocional, intitulado "The Heart Part 4", que continha letras insinuando que 7 de abril seria a possível data de lançamento para seu quarto álbum de estúdio. Em 30 de março, o rapper lançou o primeiro single do álbum, intitulado "Humble", junto com seu videoclipe. Em 7 de Abril de 2017, o disco foi disponibilizado para pré-venda, tendo sido confirmado que o mesmo seria lançado em 14 de abril. Em 11 de Abril, Lamar revelou a a capa do álbum e que o mesmo se chamaria "DAMN.".


Após seu lançamento, "DAMN." foi aclamado pela crítica profissional. O site especializado em crítica musical e cinematográfica Metacritic avaliou o disco com 95 pontos em 100 possíveis, que dentro dos padrões do álbum é considerado "aclamação universal". Essa análise feita com base em 39 críticas. Conquistou, assim, a maior pontuação do ano no Metacritic, tanto em termos de metascore e pontuação do usuário. 


Dessa maneira, a pontuação do disco ficou a um ponto de alcançar "To Pimp a Butterfly", do próprio Kendrick, o álbum de hip hop mais bem classificado em todo o site, ficando "DAMN." na sexta posição dos álbuns mais bem avaliados de todos os tempos no Metacritic.




"Melodrama", Lorde
Segundo álbum de estúdio gravado pela cantora e compositora neozelandesa Lorde. O seu lançamento ocorreu em 16 de junho de 2017, pela gravadora Universal Music e suas afiliadas. Lorde começou a escrever as canções de seu subsequente disco em dezembro de 2013, apenas três meses após a edição de seu aclamado disco de estreia, "Pure Heroine". 

Porém, a exaustiva excursão que empreendera para promovê-lo impossibilitou-a de retornar aos estúdios de gravações àquele momento. A intérprete apenas regressou aos estúdios em março de 2015, para iniciar as sessões de composição com Joel Little, o responsável pela produção musical de seu álbum de estreia. 


O processo de escrita durou cerca de um ano e meio. Embora Little tenha colaborado para a escrita, ele não participou de sua produção, que foi realizada pela própria musicista com o auxílio de Jack Antonoff, integrante dos grupos musicais Bleachers e Fun, e Frank Dukes. 


O primeiro single do disco, "Green Light", foi lançado em 2 de março de 2017. "Liability", o segundo single liberado do álbum, foi lançado uma semana depois, por meio da Universal Music Group da Nova Zelândia. A faixa foi escrita por Lorde e Jack Antonoff, sendo produzida por ambos também. O disco foi aclamado pelos críticos musicais, convertendo-se no lançamento mais elogiado do ano.

Em entrevista à BBC Music, Lorde se referiu ao novo trabalho como algo muito diferente e superior à "Pure Heroine", tendo atribuído a sua descrição ao seu amadurecimento como compositora. Em uma mensagem divulgada nas redes sociais, a artista deixou implícito que o disco - à época em estágio de finalização - era sobre a transição da adolescência à vida adulta.



Compartilhar no WhatsApp
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.