sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

.: Van Morrison explora o seu lado jazz em "Versatile", por Luiz Gomes Otero


Por Luiz Gomes Otero*, em janeiro de 2018.

Van Morrison sempre gostou de explorar sons diferentes. E a receita se repete em seu mais recente lançamento, o álbum "Versatile", que tem um tom jazzístico com ares de retrô. O disco é mais um momento genial deste ícone da história do rock.

Natural da Irlanda do Norte, Morrison sempre gostou de combinar elementos de música celta e do jazz com os do rock, na linha do Rhythm and blues. Sua forma peculiar de interpretar, um tanto áspera em alguns momentos, sempre se encaixou bem em seus projetos musicais.

Desta vez ele decidiu mostrar um pouco do seu lado jazz, com versões impecáveis de canções clássicas como "Bye Bye Blackbird" e "I Left My Heart In San Francisco", esta última um hit clássico de Tony Bennett.

Ele fez uma releitura interessante da balada "Unchained Melody", do duo Righteous Brothers, que foi tema do filme "Ghost - Do Outro Lado da Vida". E passeou com desenvoltura nos acordes de  "I Get A Kick Out Of You", uma canção que os intérpretes de jazz adoram cantar.

A produção está perfeita. Os arranjos com banda e metais estão impecáveis, proporcionando aquele clima bom que o jazz costuma passar para o ouvinte. "Versatile" pode até estar longe de ser o melhor álbum de Van Morrison. Mas com certeza é um dos que ele mais curtiu gravar. E vale muito a pena ser conferido.


"I Get A Kick Out Of You"

"Broken Record"

"Unchained Melody"

*Luiz Gomes Otero é jornalista formado em 1987 pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Trabalhou no jornal A Tribuna de 1996 a 2011 e atualmente é assessor de imprensa e colaborador dos sites Juicy Santos, Lérias e Lixos e Resenhando.com. Criou a página no Facebook Musicalidades, que agrega os textos escritos por ele.

Compartilhar no WhatsApp
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.