terça-feira, 3 de abril de 2018

.: Grupo Namakaca apresenta Besouro Mutante no Parque da Aclimação

Seguindo com o projeto de circulação em parques da cidade, o Grupo Namakaca apresenta o espetáculo Besouro Mutante, no Parque da Aclimação, dia 7 de abril, sábado, às 11h. Entrada gratuita


Formado pelos artistas circenses Cafi Otta, Du Circo e Montanha Carvalho, o Grupo Namakaca  foi criado em 2004 com a proposta de ampliar, contribuir e preservar os horizontes da linguagem do palhaço e das artes do circo. Desde então, criaram 7 espetáculos:  É Nóis na Xita, Zé Preguiça, Besouro Mutante, O Omelete, Carlos Felipe em Apuros, Quebrando a Bacia e o mais recente espetáculo, O Pavão Misterioso. Comemorando 14 anos de trabalho continuo de pesquisa, o trio foi contemplado com o Edital de Apoio a Criação Artística – Linguagem Circo, da Secretaria Municipal de Cultura.

Em O Besouro Mutante, três vendedores charlatões rodam o mundo divulgando seu incrível produto: o Elixir Besouro Mutante, uma bebida milagrosa capaz de resolver todos os males, físicos e psíquicos. A prova da sua eficácia é a transformação do fusca 73, antes conhecido como Tétano, em uma máquina incrível.

Utilizando suas habilidades circenses, os três caixeiros viajantes tentam convencer a plateia dos poderes de seu produto, transformando até mesmo os próprios espectadores, que descobrirão habilidades que nem imaginavam ter.

“Nosso estímulo para este projeto vem ao encontro com tudo de inusitado que podemos oferecer ao público, e também pelo desejo de interferir em locais onde, comumente, os frequentadores não encontram manifestações artísticas”, explica Cafi Otta.

Serviço:
Espetáculo Besouro Mutante
Direção: Rhena de Faria. Duração: 50 minutos. Classificação etária: Livre.
Dia 7 de abril, sábado, às 11h.
Parque da Aclimação - Rua Muniz de Souza, 1119 – Aclimação.

Sobre o Grupo Namakaca: O Grupo foi criado em 2004 para ampliar, contribuir e preservar, através de pesquisas contínuas, os horizontes da linguagem do palhaço e das artes circenses brasileiras.  Em sua trajetória criou 7 espetáculos: É Nóis na Xita; Zé Preguiça; Besouro Mutante; O Omelete; Carlos Felipe em Apuros; Quebrando a Bacia; e o mais recente espetáculo, O Pavão Misterioso.

Com eles realizaram mais de 1.000 apresentações, em 23 estados brasileiros, agindo sempre nas fronteiras sociais, oferecendo atrações com entrada gratuita para pessoas com pouco ou nenhum acesso a espetáculos circenses e teatrais.  O Grupo Namakaca também se arriscou em outras praias, como no musical Noé, Noé, Deu a Louca no Convés, de Ivaldo Bertazzo, na ópera A Italiana em Argel, de Hugo Possolo  e no longa-metragem O Contador de Histórias, de Luiz Villaça. 

Fora do Brasil, se apresentaram em Hamamatsu, Japão; em diversas Convenções Européias, como na Eslovênia, na Grécia e na Holanda; e em alguns dos mais importantes festivais de teatro da Espanha, como o FIT de Cadiz e o Festival de Teatro Clássico de Almagro. Em 2016 participaram das gravações de uma série de tv que será exibida pelo Canal HBO.
Compartilhar no WhatsApp
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

Um comentário:

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.