quinta-feira, 5 de abril de 2018

.: Rodrigo Lombardi e Maria Casadevall em “O Caso Morel”, de Suzana Amaral

Projeto da cineasta Suzana Amaral, “O Caso Morel”, produzido pela Bossa Nova Films, será protagonizado por Rodrigo Lombardi e Maria Casadevall. As filmagens do longa, que tem roteiro assinado pela escritora Patrícia Melo e pela própria Suzana, estão marcadas para agosto deste ano.

Aos 89 anos, Suzana Amaral – a consagrada diretora de “A Hora da Estrela”, longa indicado ao Urso de Ouro e vencedor do prêmio da crítica no Festival de Berlim de 1986 - levará às telas de cinema “O Caso Morel”, romance policial de Rubem Fonseca publicado em 1973 que recebeu o Prêmio Camões de Literatura, em 2003. Na trama, um artista plástico se torna o principal suspeito no assassinato de uma de suas três mulheres.

Com codireção de Jean Paulo Lasmar, o projeto é vencedor do edital de coprodução entre Brasil e Argentina, operado pela Ancine e pelo Instituto Nacional de Cine y Artes Audiovisuales. Para “O Caso Morel”, a Bossa Nova mais uma vez se associa à produtora argentina El Campo Cine, de Diego Lerman - diretor do recém-lançado no Brasil “Uma Espécie de Família”.

A Bossa Nova Films é uma produtora independente atuante no mercado audiovisual brasileiro e internacional desde 2005. Com foco voltado ao aprimoramento artístico de seus talentos, através do fomento de uma estrutura de criação e inovação, a Bossa realiza um trabalho que abraça as diversas linguagens audiovisuais e plataformas.

Com a expertise de um time multi-identitário, a Bossa Nova Films já produziu 11 longas-metragens com títulos próprios, como “De onde eu te vejo” (2016), de Luiz Villaça; “Tropicália” (2012), de Marcelo Machado; “Além do homem” (2018), de Willy Biondani - com estreia prevista para junho  - e coproduções internacionais exibidas e premiadas em grandes festivais pelo mundo, como “Ausência” (2014), de Chico Teixeira; “Violeta foi para o céu” (2012), de Andrés Wood; e “Uma Espécie de Família” (2017), dirigido por Diego Lerman.

Simultaneamente aos longas-metragens, a produtora também tem forte atuação no segmento televisivo, sendo responsável por séries como “3 Teresas” (2013) e “Vizinhos” (2015), ambas de Luiz Villaça para o GNT; “Tô de Graça” (2017), para o Multishow, e outros diversos conteúdos presentes nas grades de HBO, TV Globo, TV Record, TV Cultura, FOX, ESPN, Discovery Channel, entre outros canais.

Compartilhar no WhatsApp
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.