domingo, 20 de maio de 2018

.: Deadpool 2: tudo sobre as cenas pós-créditos que mudam a trama

CONTÉM SPOILERS!


"Deadpool 2" adaptando a cena clássica de "Digam o Que Quiserem" (1989)



"Deadpool" é o anti-herói proibidão que conquista o público, apesar da acidez nas falas e o sangue facilmente jorrado na telona. A sequência do mercenário tagarelo estreou este ano nos cinemas, em 17 de maio, permitido somente para maiores de 18 anos. Contudo, no dia seguinte, a classificação indicativa foi ajustada para 16 anos, desde que acompanhados por pais/responsáveis ou com autorização. 

Fã que é fã aguarda a estreia e fica angustiado com as cenas pós-créditos. Afinal, a Marvel criou e alimenta o hábito de grudar o público na cadeira de cinema até subir o último nome. No entanto, em "Deadpool 2", as cenas bombásticas surgem antes na telona, bem após a lista -ilustrada pelo protagonista- com os nomes dos atores. 

As cenas extremamente importantes mudam muito a trama do filme com 2 horas de duração. Trata-se de uma tremenda faxina na história anti-herói por meio de uma viagem no tempo para consertar alguns erros. Pensando bem, esse feito seria um spoiler para o terceiro longa de "Os Vingadores"? Talvez. Vamos aguardar!



A primeira cena dos pós-créditos segue para a escola dos X-Men, com Míssil Adolescente Megassônico (Brianna Hildebrand) e Yukio (Shioli Kutsuna), reformando o aparelho de viagem no tempo, usado por Cable (Josh Brolin). Ao final, Wade Wilson deixa claro ter solicitado a restauração.

Na sequência, ele volta no tempo e conserta o que não lhe agrada no filme. Deadpool não é bobo e aproveita para salvar Vanessa (Morena Baccarin) e muda o fim trágico dos membros da X-Force durante o primeiro combate. Até o super-heróis interpretados por Ryan Reynolds entram na lista.

Wade resgata a cena dele em "X-Men Origens: Wolverine", quando encontra Logan. Para dar fim às críticas, ele mata a própria versão antiga -exibida nos cinemas-, na frente de Wolverine (Hugh Jackman) e revela o amor que sente pelo dono das garras de adamantium. Na sequência, o jovem ator Reynolds lê o roteiro de "Lanterna Verde" até levar um tiro no meio da testa do próprio Deadpool.

Entretanto, havia uma terceira cena nos créditos que se referência a Adolf Hitler, porém os roteiristas optaram por cortá-la evitando possíveis controvérsias. Que curiosidade!!

"Deadpool 2" está em cartaz no Cine Roxy, em Santos e São Vicente.





Sobre o Cine Roxy: Em mais de oito décadas, o Roxy é caso raro de cinema que acompanhou a transformação da maneira de se exibir um filme: dos primeiros e grandes rolos de película ao sistema digital. A rica trajetória se deve à perseverança e o senso empreendedor da família Campos: de pai para filho, chegou ao atual diretor do Roxy, Antônio Campos Neto, o Toninho Campos. A modernização, aliada à tradição, transformou o Roxy no principal cinema do litoral paulista, fato que rendeu a Toninho o Prêmio ED 2013 na categoria Exibição -Destaque Profissional de Programação, considerado o principal do país nos segmentos de exibição e distribuição. E o convite para ser diretor cultural do Santos & Convention Visitors Bureau.

Compartilhar no WhatsApp
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

Um comentário:

  1. O pior é que eu, na busca por vídeos sobre Deadpool, acabei assistindo as cenas pós-créditos antes de assistir o filme. kkkkkkk

    ResponderExcluir

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.