sexta-feira, 1 de junho de 2018

.: Crítica de "A Invenção do Amor", no Teatro Folha até 1º de julho

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em junho de 2018

Texto atualizado em 15 de junho de 2018


Crédito: Lucio Luna

Sabemos que a forte afeição por outra pessoa pode ser denominada amor, seja o outro nascido de laços de consanguinidade ou de relações sociais. Todavia, facilitar o entendimento do sentimento que envolve também o desejo sexual, desde os primórdios da Idade da Pedra, fica a cargo da comédia romântica "A Invenção do Amor", com Guilherme Piva e Maria Clara Gueiros, dirigida por Marcelo Valle, em cartaz no Teatro Folha, em São Paulo.

Machista e dotado de um cérebro privilegiado, Croc (Guilherme Piva) decide inventar o amor para impedir Nhaca (Maria Clara Gueiros) de se relacionar com outros machos, assim o casal pré-histórico vive situações que marido e mulher só enfrentariam anos, décadas ou milênios mais tarde. Logo, Croc e Nhaca, representantes da história de amor de um Homo Sapiens com uma Mulher de Neandertal, transitam por relações famosas como por exemplo, Adão e Eva, Romeu e Julieta, Lampião e Maria Bonita e até Grey e Anastácia.

texto assinado por Alessandro Marson e Thereza Falcão usa e abusa do tom cômico sem perder de foco a visão crítica, reforçando a necessidade de saber amar. O resultado é a automática identificação do público atrelada às gargalhadas. Completo, "A Invenção do Amor" não ignora traição e o poliamor, que nada mais é do que um retorno às nossas origens tribais.

Seja pelo cinismo de Croc ao responder as reivindicações de Nhaca ou a agilidade cômica da parceira de inegável veia hilária (Maria Clara Gueiros), a peça teatral como um todo é uma perfeita expressão de afeto ao público, pois agrada em cheio. Em cena, a cumplicidade e o entrosamento, nítido, entre Guilherme Piva e Maria Clara Gueiros deixam a narrativa redondinha, sem excessos e lacunas.

Espontâneo e sem reviravoltas mirabolantes, "A Invenção do Amor", com direção de Marcelo Valle, é diversão garantida. Todos os pontos das relações amorosas são tratados com comicidade, desde o fato de Croc determinar os direitos e deveres dentro de um casamento até Nhaca -com seu jeitinho- por tudo em cheque, sendo responsável por instaurar a primeira greve de sexo.

Apresentada pelo Circuito Cultural Bradesco Seguros, a temporada acontece de 05 de maio a 1º de julho no Teatro Folha, com duas sessões aos sábados, às 22h e 23h59; e duas aos domingos, às 18h e 20h.

O espetáculo estreou no Teatro Leblon em novembro de 2016.

Crédito: Lucio Luna

FICHA TÉCNICA
Texto: Alessandro Marson e Thereza Falcão
Direção:  Marcelo Valle
Elenco:  Maria Clara Gueiros e Guilherme Piva
Cenografia: Aurora dos Campos
Figurinos: Marcelo Olinto
Direção musical: Marcelo Alonso Neves
Iluminação: Renato Machado
Direção de movimento: Marcia Rubin
Visagismo: Othon Spenner
Pesquisa: Carla Siqueira
Programação visual: Leandro das Neves
Produção audiovisual: Eduardo Chamon e Leandro das Neves
Mídias sociais: André Mizarela
Fotografia: Lucio Luna e Renato Mangolin

Adereços de figurino e de cabeça: Othon Spenner
Adereços de cenário: Tuca
Assistente de direção: Daniel Belmonte
Assistente de cenografia: Carolina Sugahara
Assistente de figurino: Rodrigo Reinoso
Cenotécnico: André Salles
Pintura de arte: Naira Santana
Costura cênica: Nice Tramontim
Direção de produção: Cristiana Lara Resende
Captação de apoios: Gheu Tiberio
Assistência de produção: Bruno Fagotti
Gestão do projeto: Renata Leite – Rinoceronte Entretenimento
Assistente financeiro: Angelica Neves – Rinoceronte Entretenimento
Produzido por: Guilherme Piva, Marcelo Valle e Maria Clara Gueiros
Patrocínio: Bradesco Seguros
Realização: Os Invencíveis Produções Artísticas Ltda

SERVIÇO: A Invenção do Amor

Estreia: 05 de maio de 2018
Temporada: 1º de julho de 2018
Apresentações:  sábado, às 22h e 23h59; e domingo, às 18h e 20h

Nas últimas semanas de temporada haverá sessões aos sábados, às 22h; e aos domingos, às 18h e 20h. 
Não haverá apresentações nos dias 16, 23 e 30 de junho, às 23h59.
Ingresso: R$50,00 (setor 2) e R$70,00 (setor 1)
Elenco: Guilherme Piva e Maria Clara Gueiros
Duração: 75 minutos
Classificação etária: 12 anos
TEATRO FOLHA
Shopping Pátio Higienópolis - Av. Higienópolis, 618 / Terraço / tel.: (11) 3823-2323 - Televendas: (11) / 3823 2423 / 3823 2737 / 3823 2323 Site:www.teatrofolha.com.br



*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura e licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Twitter: @maryellenfsm





Compartilhar no WhatsApp
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

2 comentários:

  1. Excelente diversão. Fui com minhas amigas e ri demais.

    ResponderExcluir
  2. Indico essa peça. É do tipo que é para rir e fazer uma crítica de nós mesmos.

    ResponderExcluir

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.