segunda-feira, 25 de junho de 2018

.: Fan film brasileiro sobre o Batman será exibido no 3º Santos Film Fest


Programação gratuita ocorrerá em diversos espaços e visa estimular a cultura, a educação e o turismo.

Com as inscrições encerradas para curtas, médias e longas-metragens (os selecionados serão anunciados em breve), e o processo de seleção em andamento, o 3º Santos Film Fest – Festival de Filmes de Santos, divulga mais atrações para a edição que ocorrerá de 28 de agosto a 5 de setembro, em diversos espaços da cidade.

Entendendo como um de seus papéis enquanto festival de cinema, o Santos Film Fest instigar a reflexão sobre tendências culturais. E uma que tem se destacado com maior força nos últimos anos é a das fanfics: narrativas ficcionais, concebidas e divulgadas por fãs em blogs, sites, fóruns e redes sociais, que partem da apropriação de personagens e enredos provenientes de produtos midiáticos como filmes, séries, quadrinhos, videogames, etc, sem a intenção de ferir direitos autorais ou obter de lucros. Em geral, buscam construir universos paralelos aos originais e ampliar o contato dos fãs com as obras às quais admiram.  

No Brasil, um jovem cineasta paulistano fã do Batman seguiu este caminho. Seu primeiro longa: “Um Conto de Batman: Na Psicose do Ventríloquo”, orçado em cerca de R$ 80 mil (valor alcançado com a ajuda de familiares e do próprio bolso do diretor), chegou à web em 2014 e vem angariando admiradores mundo afora. Atualmente concorre ao prêmio de melhor filme no Gen Com Film Festival 2018, braço cinematográfico da Gen Con, maior convenção de jogos de mesa e tabuleiros do mundo, programado para agosto deste ano em Indianapolis, EUA.


“Um Conto de Batman: Na Psicose do Ventríloquo” será exibido em 1º de setembro no 3º Santos Film Fest, em sessão “Maldita” às 22h30 de um sábado. A primeira exibição do filme em um festival no Brasil. Elvis delBango, o diretor de 32 anos, estará presente e conversará com o público.

A trama de 88 minutos, traça um relato do modo de vida urbano no Brasil visto pelos olhos da cultura pop. É o retrato da sociedade brasileira que, incansavelmente, procura construir “heróis”, mas não compreende que esses “heróis” são apenas outras vítimas do sistema. Através de referências cinematográficas, literárias e musicais, o filme explora a poesia e os elementos comuns de uma cultura popular que se mostra o único remédio para a depressão social de um povo.

Em um depósito de Gotham City, Batman descobre a máfia que atua na alteração de medicamentos para doentes mentais. A cidade é a principal testemunha e, ao mesmo tempo, maior responsável por criar um bando de capangas que tem algo em comum em suas vidas e são unidas pelo destino dentro de um galpão sujo e úmido. É nesse depósito que vem à tona as dificuldades dos envolvidos em enfrentarem traumas passados e os motivos sociais que destruíram seus sonhos e os fizeram ingressar na vida do crime, acuados por antigos fantasmas. No mesmo cenário, Batman luta para atingir a auto compreensão, sem perceber que, assim como os bandidos, ele também é cria de uma sociedade problemática e egoísta.

O festival exibirá um outro longa seu, “O Homem da Cabeça de Laranja”, com o humorista Ary Toledo no elenco. O filme é baseado livremente no conto de Ernest Hemingway “Os Assassinos” (The Killers), já adaptado diversas vezes por Hollywood. 


Compartilhar no WhatsApp
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.