sexta-feira, 20 de julho de 2018

.: Dia do Amigo: literatura que realça os laços de amizade

Nesta sexta-feira, dia 20 de julho é celebrado o Dia Internacional do Amigo. Primeiramente, a data foi adotada em Buenos Aires por meio de um Decreto. Com o passar dos anos, outras partes do mundo passaram a celebrar o dia.

A comemoração foi idealizada pelo “hermano” Enrique Ernesto Febbraro como uma homenagem da chegada do homem à lua, considerada um símbolo de união entre todos os seres humanos.

Mas se a intervenção interplanetária que simboliza a união humana só aconteceu em 1969, na literatura, a fortificação de laços por meio de grandes aventuras aconteceu bem antes disso. Foi pensando nessa data que a Edipro separou grandes clássicos literários que demonstram laços fortes de amizade.

"A Volta ao Mundo em 80 Dias" (1873)
Uma das obras mais conhecidas e impressionantes de Julio Verne, é um divertido romance de aventura. Entretanto, é também um registro acurado do conhecimento do autor sobre a geografia – por meio de maravilhosas descrições das paisagens e cidades ao redor do globo – e a mecânica – explorando, em detalhes, o funcionamento dos vários meios de transporte utilizados pelos personagens. A jornada do metódico lorde inglês Phileas Fogg e de seu destemido criado Passepartout começa com uma inesperada aposta em um clube de cavalheiros londrino. Mas como completar uma volta na Terra em 80 dias? – eis o grande desafio dos heróis da trama. As estratégias de Fogg levam a dupla a enfrentar fanáticos religiosos no interior da Índia, tormentas marítimas a caminho do Japão e até tribos indígenas nos Estados Unidos. Obra-prima do pai da ficção científica, este é um clássico da literatura para todas as idades. Editora: Via Leitura. Tradução: Daniel Aveline.


"As Aventuras de Tom Sawyer" (1876)
É um clássico norte-americano. O romance de Mark Twain apresenta personagens icônicos, como Huck, Jim e o próprio Tom, que elevaram o autor ao status de gênio. Revolucionário ao trazer para a literatura a voz das comunidades sulistas dos Estados Unidos, o livro é despretensioso em sua proposta: divertir o leitor com as artimanhas de um garoto que só quer gazetear, fugir do trabalho e ser, um dia, um grande pirata. Tom Sawyer é, até hoje, um símbolo da esperteza, da malandragem e do encantamento das crianças com o mundo. De início, castigado pela tia, que o obriga a caiar a cerca, para escapar à tarefa Tom convence os colegas de quão divertido é cobrir a madeira com a tinta. De quebra, recebe das outras crianças todos os seus pertences em troca da oportunidade de “brincar”. Com Huck, ele parte em busca de aventuras e tesouros, até presenciarem um assassinato, o que causará uma reviravolta em suas vidas e trará grande fama para a dupla no vilarejo.  Uma história divertida sobre as aventuras de um garoto problema; uma sátira da realidade da sociedade escravocrata às margens do Mississippi. Ao mesmo tempo simples e complexo, As aventuras de Tom Sawyer desperta, há gerações, o universo infantil adormecido em todos nós. Esta edição traz a tradução do texto integral da obra e as ilustrações de True Williams produzidas para a edição original. Editora: Via Leitura. Tradução: Alexandre Sanches Camacho.



"Dois Anos de Férias" (1888)
Reconhecido como um dos pais da ficção científica, Júlio Verne não se ateve apenas às predições tecnológicas em suas obras, mas também à criação de aventuras empolgantes que divertem até hoje. Verne alia seu grande conhecimento náutico a um enredo emocionante e cheio de surpresas. Um grupo de garotos neozelandeses prepara-se para uma expedição náutica organizada pelo internato em que estudam. Um acidente durante a noite, porém, coloca a nau à deriva no imenso mar do Pacífico. Lutando para controlar a embarcação, os bravos garotos acabam por encalhar em uma ilha deserta, na qual erguerão sua pequena comunidade. Um clássico da literatura infantojuvenil, Dois anos de férias é um livro cultuado por mais de um século pelos fãs de Verne e um ícone da impressionante literatura de aventura do século XIX. Editora: Via Leitura. Tradução: Daniel Aveline.

Compartilhar no WhatsApp
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.