domingo, 22 de julho de 2018

.:#DOM14: O mistério de dançarina Zulu, do "Clube do Bolinha" que nunca sorriu


Por Helder Moraes Miranda, em julho de 2018.

Por que a dançarina Zulu, que ganhou notoriedade entre as décadas de 80 e 90 por integrar o elenco do programa Clube do Bolinha, não aparecia sorrindo nas gravações da atração comandada por Bolinha, na TV Bandeirantes? “Era a interrogação nacional: ‘Por que ela não sorria?’”, indaga Sula Miranda, que confessa que achava a dançarina muito bonita. “A Zulu era um mistério. Eu fui muitas vezes ao programa do Bolinha e brincava com ela. A gente ficava curioso, todo o mundo rindo no programa, e ela não”, afirma Sérgio Malandro.

O programa "Domingo Show" revelou como está atualmente a misteriosa personalidade, que ainda vai passar por uma transformação no visual e reencontrar amigos de longa data em um cenário bastante especial. 

Vinte anos após a morte de Bolinha, ela, que chegou a ser inclusive capa de disco, abre o jogo em uma entrevista exclusiva e comenta como eram os bastidores da TV. Mas o motivo de ela não sorrir diante das câmeras é muito simples... “Eu tinha vergonha de sorrir, eu não ia nem em festa”, afirma Zulu, que intrigava também vários famosos que frequentavam o Clube do Bolinha. 




Karen Havary, a sósia brasileira de Nicki Minaj 
Foto: Marco Pinto | Reprodução | CO Assessoria

Sósia brasileira de Nicki Minaj e com um corpo de chamar a atenção de qualquer um, Karen Havary  é a estrela da seção Pin-up da edição de julho da revista Sexy. A morena de 120 centímetros de bumbum revela a parte que mais gosta em seu corpo. “Adoro a minha cintura fina combinada com o tamanho dos meus seios conquistados após as cirurgias”, disse Karen Havary para a publicação.

Apesar de não divulgar fotos nuas na edição especial da publicação, sua entrevista reveladora fala sobre os preconceitos que sofre por ser parecida com a rapper americana. Questionada sobre os números de cirurgias para ficar parecida com a cantora , Karen comenta que está se preparando para um novo procedimento. “Não tenho problemas com plásticas e, claro que temos que ser conscientes de nossos limites”, revela a beldade, que já gastou cerca de R$ 200 mil reais em procedimentos estéticos.


Outro ponto discutido na entrevista é a sua promoção a objetivação do corpo feminino. “Eu acho que cada mulher deve fazer o que pode para se sentir bem. Eu me sinto bem dessa forma. Sem essa de objetivação do corpo feminino”, conclui.





Editora FGV lança livro "Internet das Coisas" e seus potenciais efeitos sobre a sociedade
Qual o futuro da internet e quais os potenciais efeitos da Internet das Coisas sobre a sociedade? Essas e outras questões são tratadas no mais novo livro publicado pela Editora FGV em parceria com a FGV Direito Rio, "A Internet das Coisas", escrito pelo professor Eduardo Magrani, e que será lançado no próximo dia 25, às 18h30, na Livraria Cultura, no Conjunto Nacional, em São Paulo.

Com 95% do mundo coberto por redes de celular e 84% com acesso à banda larga, somado ao rápido crescimento das redes 4G e 5G, o mundo segue o caminho sem volta de estar cada vez mais conectado, e, assim como as pessoas, tudo a nossa volta também passa a estar "logado".


A Internet das Coisas é basicamente o termo para o aumento da comunicação das máquinas pela internet, o desenvolvimento de utensílios e microdispositivos que por sensores e outras tecnologias captam dados a partir de seu ambiente, tornando-se parte integrante da internet em prol das facilidades da vida moderna.


"Cada vez mais as informações que circulam pela Internet não serão mais colocadas na rede tão somente por pessoas, mas por coisas e algoritmos dotados de inteligência artificial que trocam dados e informações entre si, formando um espaço de conexões de rede e informações cada vez mais automatizado", afirma Eduardo Magrani.


Estimativas apontam que a combinação entre objetos inteligentes e big data poderá alterar significativamente a maneira como vivemos. Em 2020, a quantidade de objetos interconectados passará dos 25 bilhões, podendo chegar a 50 bilhões de dispositivos inteligentes. O impacto na economia é tão impressionante quanto esses números. A estimativa de impacto econômico global corresponde a mais de US$ 11 trilhões em 2025.


Contudo, há ainda um longo caminho pela frente: metade da po­pulação mundial permanece sem acesso à internet banda larga; é a mesma parcela de pessoas sem conexão no Brasil. Apesar do cenário, o horizonte é promissor para o avanço das tecnologias digitais no país, que tem um dos mercados mais relevantes no segmento tecnológico. O governo federal iniciou recentemente uma discussão acerca da Internet das Coisas – geralmente referida sob o acrônimo IoT (Inter­net of Things) – e, como resultado dessa discussão, um Plano Nacional para a IoT vem sendo debatido.


"Internet das Coisas" é uma rede de reflexões sobre novas tendências e direcionamentos das tecnologias da informação e para onde vamos com essa nova onda tecnológica.





Workshop gratuito sobre autoconfiança ocorre no próximo dia 26
Focada em mulheres que desejam assumir posições de destaque em empresas e na sociedade, a ELAS, primeira Escola de Liderança Feminina e Desenvolvimento, promove no próximo dia 26 de julho, o workshop gratuito "Liderança feminina: como trabalhar a sua autoconfiança e conquistar o mundo" no Spaces da Vila Olímpia.

Com duas horas de duração, o encontro tem o objetivo de preparar as mulheres para se posicionarem com mais segurança nas situações do dia-a -dia. Carine Roos e Amanda Gomes, co-fundadoras da ELAS, pretendem gerar reflexões, aumentar o poder pessoal e gerar novos comportamentos nas participantes a partir de debates e atividades práticas.


A ELAS - Exercendo Liderança com Assertividade e Sabedoria - acredita na equidade de gênero, não só pela justiça social, mas também por estar comprovado o aumento na produtividade e nos lucros das empresas que possuem mulheres na alta liderança. Segundo uma pesquisa feita pela consultoria americana McKinsey, o PIB (Produto Interno Bruto) Global teria uma aumento de aproximadamente US$ 28 trilhões em dez anos se houvesse equidade entre homens e mulheres no mercado de trabalho.


Outro estudo que chama atenção das co-fundadoras do ELAS foi realizado pela psicóloga Gail Matthews, da Universidade Dominicana da Califórnia, nos Estados Unidos. O levantamento discorre sobre a síndrome do impostor que atinge 70% dos profissionais bem-sucedidos, principalmente mulheres.


Suas vítimas são pessoas que jamais creditam seu sucesso à inteligência, competência e habilidade pessoal e temem que a qualquer momento sua "incompetência" seja descoberta. Batalhar para minimizar efeitos psicológicos pode ser uma poderosa ferramenta na luta por mais equidade de gênero no ambiente corporativo. Inscrições para o Workshop gratuito: http://bit.ly/elasistoe.





Uma brasileira no Universo Marvel
Quem prestar atenção nos créditos finais da superprodução da Marvel Studios "Homem-Formiga e a Vespa", que acaba de estrear mundialmente, vai encontrar na equipe de direção de arte o nome de uma legítima brasileira, Daniela Medeiros, que assina a função de set designer do filme. Natural de Curitiba e formada em arquitetura e design, Daniela concluiu o Curso de Cinema do Centro Europeu, uma das principais escolas de profissões do país, e foi para Los Angeles estudar Production Design no prestigioso American Film Institute, ingressando em seguida na indústria cinematográfica. Ela integra também a equipe de arte de outras importantes produções de Hollywood já lançadas, como "Thor: Ragnarok",  e de filmes que vão estrear em 2019, como "Godzilla: King of Monsters", da Warner Brothers, e o novo filme de Ang Lee, diretor vencedor de vários Oscars.




“BBB foi mais fácil”

Munik Nunes e o marido Anderson Felício foram os convidados de Luciana Gimenez no talk show de terça-feira na RedeTV!. Vencedora da 16ª edição do "Big Brother Brasil", Munik conta sobre a participação no reality e critica o acordo de exclusividade que teve com a Globo por um ano. "Não valeu (a pena) porque eu tinha apenas um contrato. Não podia trabalhar, não podia dar entrevista para outra emissora, não era levada para os programas da casa. Fui só aos (programas) que todos os ex-BBBs iam", diz.

Sobre a vitória, Munik revela não ter adotado nenhuma estratégia para conquistar o público. “Fui tranquila, pensei 'estou nova, quero ir só para ganhar o prêmio e seja o que Deus quiser'. Não pensei 'ah, vou ser assim, vou fazer esse jogo que pode ser que dê certo', não estudei os participantes e acho que as pessoas se identificaram comigo”, explica ela, revelando qual foi sua primeira aquisição depois de receber o prêmio de R$ 1,5 milhão: "Meu carro. O dinheiro caiu na minha conta e todo dia eu ia lá olhar para ver se ele estava lá".

Ainda sobre o destino do montante, a ex-sister revela ter presenteado o pai e a mãe com parte do dinheiro: “Dei a metade do valor do prêmio para os meus pais e fiquei com a outra. Eu queria ganhar o programa para ajudá-los. Não tinha um propósito pessoal, era mais pensando neles”.

Recentemente, Munik e o marido participaram de um reality show de casais. Sobre a experiência, ela afirma: “O BBB foi mais fácil. Nas provas de lá eu não sofria tanta pressão e não ficava tão nervosa como nas provas do 'Power Couple'. A gente nunca sabia o que viria”, explica.

Ainda na atração, Luciana Gimenez recebe o apresentador do Encrenca Dennys Motta para participar do quadro 'Mesa pra 5', um bate-papo bem-humorado sobre as notícias que mais repercutiram na semana. 




Sem produtos no bumbum: nova regra do concurso sugere laudo às candidatas para atestar naturalidade

Foto: Patrick Brito | CO Assessoria

Uma das primeiras regras do concurso de Miss Bumbum é que a candidata seja maior de idade, não tenha participado de concursos similares e possua um derriére natural, sem aplicação de produtos ou próteses de silicone.

Após revelação de Flávia Tamayo, candidata ao Distrito Federal, à imprensa sobre a sua consulta com o Dr. Denis César Barros Furtado, a organização do concurso irá sugerir laudo a todas as candidatas para atestar naturalidade do bumbum.

O prazo para Flávia apresentar sua defesa em relação à utilização de produtos e cirurgias no bumbum vence hoje, sexta-feira, dia 20. Caso o laudo mostre a utilização de cirurgias, aplicação de produtos ou próteses de silicone, a candidata será desclassificada. 

As votações para indicar as 15 favoritas ao prêmio iniciam no dia 6 de agosto, pelo site oficial do Miss Bumbum. Para marcar as votaçãoes, neste mesmo dia será realizada a tradicional corrida simbólica com todas as concorrentes na Av. Paulista, às 13h, com a presença do vice-campeão do "Big Brother Brasil 2018" Kaysar Dadour, como mestre de cerimônias.




"I Love You Mangueira", samba em homenagem à comunidade carioca
O percussionista, compositor e cantor Marcelo Amaro acaba de disponibilizar nas principais plataformas digitais seu mais novo single "I Love You Mangueira". O samba é homenagem a uma das comunidades cariocas mais conhecidas do Brasil e conta com participação especial do músico Nego Alvaro Santos.

Amaro, porto alegrense de nascimento radicado no Rio de Janeiro, explica que a canção foi inspirada a partir da própria frase em inglês, "I Love You Mangueira", e que, como uma construção tijolo a tijolo, começou com o parceiro Nego Alvaro a estrutura da obra musical. 

A música também ganhou clipe, disponível no YouTube. O personagem principal da nova criação de Amaro, claro, é a comunidade mangueirense. No vídeo comandado pela diretora Tally Campos Salva, há cenas do cotidiano dos moradores com Amaro transitando por vários pontos locais.

Sobre a dobradinha com Alvaro, Amaro explica que a parceria se deve a afinidade de percepção e espírito. “Fomos muito felizes em fazer este samba porque eu estava há um tempo com a primeira parte da música, tentado fazer com alguns colegas. Um belo dia Nego e eu marcamos num posto de gasolina na Tijuca e finalizamos a canção. Com certeza alguém soprou aos nossos ouvidos a alma de cada frase”, diz Amaro.

"I Love You Mangueira" leva o ouvindo à curiosidade sobre a relação da música também com a escola de samba que leva o nome do morro. Sobre isso, Amaro explica torcer para a Império Serrano devido a sua história e melodias, mas que os pais são mangueirenses e que o respeito e gratidão a tudo o que a verde e rosa simboliza é enorme.

“Natural eu ter um carinho pela Estação Primeira. Em Porto Alegre muitas das escolas de samba possuem cores iguais às do Rio de Janeiro. Lá, minha mãe é Bambas da Orgia (azul e branco) e meu pai Praiana (verde e rosa). Eu sou as duas”, brinca

O músico gaúcho radicado há 15 anos no Rio de Janeiro também prepara o lançamento de dois álbuns inéditos e clipes no Rio e em Porto Alegre, sua cidade natal, para o segundo semestre. Ambos os EPs serão de músicas autorais, repletos de ritmos brasileiros e instrumentos musicais étnicos. No repertório os fãs podem contar com músicas em homenagem a duas grandes damas do samba: Tia Ciata e Clementina de Jesus.




Casa Santa Luzia oferece especial de chás e infusões 
A Casa Santa Luzia oferece entre os dias 16 e 28 de julho um especial de chás e infusões. Ao todo, 24 marcas, entre nacionais e importadas, estarão em exposição especial e oferta e poderão ser degustadas no mezanino da loja.

Seja consumido quente ou frio, o chá possui inúmeros benefícios para o corpo e pode ser utilizado para diferentes fins. Há, por exemplo, tipos indicados para combater o estresse ou o inchaço, acelerar o metabolismo ou que ajudam a evitar gripes e resfriados. Na Casa Santa Luzia, é possível ainda contar com uma equipe especializada nos diversos tipos da bebida.


As opções incluem chás preto, branco, verde, orgânicos, sem cafeína ou em cápsulas, originários de diferentes países. Entre a variedade de marcas, ganham destaque as nacionais Dr. Oetker, Desinchá e Organic, as importadas Twinings e Ahmad Tea e as de importação exclusiva da Casa, como Ty-phoo e Ridgways. Na Alameda Lorena, 1471.


Confira abaixo a programação:

Degustações (das 11h às 19h, no mezanino da loja)
Dia 26 de julho, quinta-feira: MN Própolis e Stash.
Dia 27 de julho, sexta-feira: Tal Chá, Tradbras e Santa Mônica.
Dia 28 de julho, sábado: Leão, Desinchá e Aroma Cápsulas.




Uso noturno de tecnologia pode prejudicar o sono
Dormir bem é fundamental para a saúde e qualidade de vida, já que o sono é responsável pelo reestabelecimento físico e mental. Durante o descanso, são realizadas algumas funções como: manutenção do equilíbrio do organismo, estabilização da memória, regeneração celular, regulação da temperatura corporal, dentre outras. A privação do sono pode ocasionar mudanças no metabolismo e deixar o organismo predisposto a uma série de doenças.

“Pesquisas mostram que as pessoas que tem privação do sono acabam tendo maior incidência de problemas cardiovasculares, envelhecimento precoce e doenças mentais”, alerta Renata Federighi, Consultora do Sono da Duoflex.


Estudos apontam que o uso noturno de equipamentos eletrônicos prejudica o sono, porque as luzes artificiais emitidas pelos aparelhos desregulam o relógio biológico. Isso interfere na produção de melatonina, fazendo com que o corpo entre em estado de alerta e altere a qualidade do descanso.


A curto prazo, a falta de descanso necessário pode interferir no rendimento cognitivo e na consolidação de informações recém processadas, dificultando a memória e o aprendizado, devido a superficialidade do sono. Já os prejuízos causados a longo prazo podem ser mais sérios. Os distúrbios do sono podem desencadear um desequilíbrio hormonal e reduzir a imunidade, deixando o organismo mais propenso a doenças graves.


A especialista recomenda moderação no uso de eletrônicos, principalmente na hora de ir para a cama. “O indicado é utilizar por um período de, no mínimo, 30 minutos antes, reduzir a intensidade da luz e se possível evitar levar o aparelho para próximo da cama”, finaliza.



*Helder Moraes Miranda escreve desde os seis anos e publicou um livro de poemas, "Fuga", aos 17. É bacharel em jornalismo e licenciado em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura, pela USP - Universidade de São Paulo, e graduando em Pedagogia, pela Univesp - Universidade Virtual do Estado de São Paulo. Participou de várias antologias nacionais e internacionais, escreve contos, poemas e romances ainda não publicados. É editor do portal de cultura e entretenimento Resenhando.


Compartilhar no WhatsApp
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.