quarta-feira, 1 de agosto de 2018

.: Bienal Internacional do Livro 2018 terá Biblioteca Escolar Modelo

Será possível conhecer como deve ser uma biblioteca escolar, a partir de uma proposta que contemple desde o acervo, mobiliário, informatização, empréstimo de livros, até a atuação do profissional bibliotecário. Espaço também contará com diversas atividades lúdicas voltadas ao incentivo à leitura

Diversas atividades lúdicas despertam o interesse pela literatura. Foto divulgação


Uma biblioteca escolar viva faz toda a diferença na formação dos alunos desde a infância. Foto divulgação. As bibliotecas escolares têm um papel que vai muito além de promover a leitura, são espaços de aprendizagem. E agora uma Lei regulamenta que todas as instituições de ensino públicas e privadas do Brasil tenham bibliotecas até 2020.

Por isso, o Conselho Regional de Biblioteconomia -  8ª região (CRB-8) organizou uma Biblioteca Escolar Modelo que ficará exposta na 25ª Bienal Internacional do livro, no Pavilhão do Anhembi - São Paulo/SP, de 3 a 12 de agosto.

Com cerca de 50 m², a Biblioteca Modelo conta com um rico acervo de livros, mobiliário arrojado, sistema informatizado para pesquisa e empréstimo de materiais, além de uma programação cultural, voltada para o incentivo à leitura. Sempre com a participação ativa de um bibliotecário, mostrando como uma biblioteca bem estruturada deve ser.

Diversas atividades lúdicas despertam o interesse pela literatura. Foto divulgação.

Durante a Bienal, as crianças e familiares, além de conhecer a Biblioteca Modelo, simular os empréstimos de livros por meio de tecnologia de ponta, poder ler e folhear as publicações no estande da biblioteca, poderão participar de uma série de atividades incríveis que tem como objetivo incentivar o gosto pela leitura.

Serão vários jogos educativos. No jogo do Trava Língua, por exemplo, o jogador escolhe um trava língua e lê com clareza e rapidez as frases escolhidas, sem tropeços, ou seja, como o próprio nome diz, sem travar a língua. O objetivo é aperfeiçoar a pronúncia, e se divertir com os amigos.
E para saber mais sobre literatura os jogos Termômetro e Dominó Literário vão desafiar os pequenos.

No Dominó Literário, ao invés de números, as crianças deverão unir cartas das capas dos livros infantis com as cartas contendo suas respectivas resenhas. A ideia é estimular que os jogadores conheçam um maior número de produções literárias e se interessem pela leitura.

E para que as crianças se apropriem dos principais autores infantis, suas biografias e obras, também haverá o jogo Termômetro Literário. Nele, os pequenos deverão reunir duas cartas de baralho, uma contendo a foto e o nome do autor, e a outra carta com sua breve biografia e obras literárias.
Para estimular a brincadeira, em todos os jogos haverá brindes. Claro que sempre ligados a escrita e a leitura.

O estande contará também, em todos os dias, com bibliotecários especializados. Haverá contação de histórias como: “ A menina que abraçava o vento com intertextualidade com a história Olele e Africantiga”, “Pirata da Perna de Pau”, “ Chapeuzinho vermelho”, “Histórias sobre animais”, entre outras.

“A contação de histórias desenvolve o imaginário, capacidades cognitivas e a inteligência emocional dos pequenos. Também aproxima as crianças da boa literatura infantil. Contação de histórias e os jogos literários são algumas das atividades que devem ser desenvolvidas pelos bibliotecários nas bibliotecas escolares”, salienta a presidente do Conselho Regional de Biblioteconomia - 8ª região, Regina Céli de Sousa.

Lançamento da Campanha Biblioteca Escolar para Todos -  Petição Pública:
Se você é a favor que todas as escolas do país tenham bibliotecas, pode engrossar o coro e participar da Campanha Biblioteca Escolar para Todos. A Campanha será lançada durante a 25ª Bienal Internacional do livro, mas você já pode assinar, clicando aqui: peticaopublica.com.br



Serviço:
25ª Bienal Internacional do livro, no Pavilhão do Anhembi – São Paulo/SP
Biblioteca Modelo apresentada pelo Conselho Regional de Biblioteconomia -  8ª região
Data: 3 a 12 de agosto. Segunda à sexta das 9h às 22h – De sábado e domingo das 10h às 22h
Atividades lúdicas e gratuitas: 
Trava-línguas (dia 3, 6 e 7, 9 e 10 /8 às 9h15), (dia 04, 05 e 11 /08 às 10h15)
Peças pedagógicas para montar (dia 3, 6, 7, 8, 9 e 10 /08 às 9h55), (dia 4,5 e 12/8 às 11h)
Termômetro Literário (dia 3, 6, 7,9 e 10/08 às 10h40), (dia 4, 5 e 12/08 às 11h45) (dia 8/8 às 9h55), (dia 11/8 às 11h)
Dominó Literário (dia 3,6,7,9 e 10/8 às 11h20), (dia 4,5 e 12/8 às 12h30), (dia 8/8 às 11h50), (dia 11/08 às 13h)
Contação de história (dia 4/8 às 16h30), (dia 5/8 às 14h), (dia 8/8 às 13h e 16h), dia 11/8 às 11h45 e às 14h), (dia 12/8 às 16h)
Poetando com música (dia 6/8 às 13h30)
Leitura e bate-papo com leitores infantis do CEB (dia 7 e 9/8 às 13h)

Confira a programação completa em: crb8.org.br
Livre
Local Pavilhão de Exposições do Anhembi: Av. Olavo Fontoura, 1209, Santana, São Paulo, SP
Ingressos para entrar na Bienal: R$25,00 (inteira) e R$12,50 (meia).
Gratuito para professores, bibliotecários com credenciamento no site da Bienal do Livro: bienaldolivrosp.com.br/Contato/Credenciamento-de-Profissionais

Compartilhar no WhatsApp
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.