quarta-feira, 1 de agosto de 2018

.: “Paraíso Perdido” aborda temas do cotidiano em Santos


Dirigido pela cineasta baiana Monique Gardenberg e com elenco formado por Erasmo Carlos, Seu Jorge, Jaloo, Humberto Carrão, Julio Andrade, Julia Konrad, Lee Taylor e Marjorie Estiano, o longa-metragem “Paraíso Perdido” (2018) aborda temas como homofobia, violência contra a mulher e amor livre. 

A trama cruza histórias de amor dos membros de uma família que administra uma antiga boate. Nesse lugar, tudo é embalado por clássicos da música brega: o sofrimento de um homem cuja mulher desapareceu, a paixão de um travesti por um rapaz que não se aceita homossexual, o amor poligâmico entre duas ex-presidiárias e um policial. 

A trilha sonora, assinada por Zeca Baleiro, vai de Waldick Soriano a Belchior. Em cartaz até quarta-feira, dia 1º. Sessões às 16h, 18h30 e 21h. Cine Arte Posto 4 - Sala Rubens Ewald Filho. Orla do Gonzaga, próximo ao Canal 3, em Santos. Classificação: 14 anos. A entrada custa R$ 1,50 (meia) e R$ 3 (inteira). Informações pelo telefone: (13) 3288-4009.

Compartilhar no WhatsApp
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.