terça-feira, 7 de novembro de 2017

.: Crítica de "Beatles Num Céu de Diamantes", no Teatro Folha

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em outubro de 2017



Há pouco mais de 2 anos, após assistir "Beatles Num Céu de Diamantes", no Teatro Folha, em São Paulo, o desejo de rever o espetáculo que interpreta diversos hits do quarteto britânico, de Liverpool, permaneceu. Eis que -para a alegria de muitos- o musical de Charles Möeller e Claudio Botelho, originário do Rio de Janeiro, estreou nova temporada paulista no próprio Teatro Folha, para comemorar os 10 anos de sucesso da produção. 

A nova montagem, com elenco mais enxuto, mantém o brilho e encanto suficiente para mexer com a emoção do público. Junto ao talento da dupla Carol Bezerra -voz poderosa e inesquecível- e Daniel Klepacz -voz marcante e linear-, os seis novos temperos inseridos em “Beatles Num Céu de Diamantes”, revigoram a montagem de Charles Möeller e Claudio Botelho. 

Mesclados com a dupla antiga estão Andrei Lamberg, Carol Pita, Diego Martins, Felipe Mafra, Giovanna Moreira e Ingrid Gaigher. Sem dúvida, Felipe Mafra que, interpretou o Rocky, no musical "Rocky Horror Show" e, em agosto, fez o show Felipe Mafra Nas Trilhas Sonoras, abrilhanta e acrescenta seriedade ao musical. Andrei Lamberg, por sua vez, não deixa a desejar. Ele é do tipo que canta e encanta. Entretanto, a voz forte -além da presença de palco-, de Ingrid Gaigher, mescla com a sonoridade suave de Giovanna Moreira e Carol Pita. 

Outra novidade que chama a atenção e cativa -por estabelecer uma comunicação direta com o público- é o pequeno Diego Martins. Sim! O que falta no tamanho, sobra no talento. Ele canta, dança e brinca com a plateia. Não há como passar impune! A risada é garantida. O mesmo vigor aplicado em "A Era do Rock", na pele de Franz Klinemann, é ainda mais apimentado. Não há como negar o fato de que ele atua em uma crescente ao longo dos 70 minutos de espetáculo. Rouba a cena!

Assim, com oito cantores de talento soltando as vozes, sem barreiras, as canções estruturadas por Juliana Ripke (piano), Pelé Nascimento (bateria) e Noa Stroeter (baixo acústico) chegam facilmente aos espectadores que, rapidamente, mudam de posição e assumem o posto de participantes da representação sonora e teatral das músicas dos Beatles. Logo, olhos marejados e arrepios são garantidos, assim como a necessidade de ouvir Beatles nos próximos dias. Por que não rever o espetáculo, não é mesmo?

Em tempo, não há como comparar as temporadas, tendo em vista que cada apresentação é única. Contudo, a reestreia dos 10 anos de “Beatles Num Céu de Diamantes”, no Teatro Folha é especial, inesquecível e imperdível. Programe-se, pois o espetáculo fica em cartaz até 17 de dezembro. Não perca!

História: A primeira versão de “Beatles Num Céu de Diamantes” estreou em janeiro de 2008 no Teatro de Arena do Espaço Sesc, no Rio de Janeiro. Logo a montagem se tornou sucesso de crítica e público, passou pelo Festival de Teatro de Curitiba e em abril do mesmo ano reestreou no Teatro Leblon. Em 2009, a montagem foi apresentada na Maison de la Danse, em Lyon, França, com o título “In The Sky with Diamonds”, ganhando muitos elogios. Nos anos seguintes, a produção circulou pelo país em sucessivas temporadas.

Em 2017, dando início às comemorações dos dez anos de estreia do espetáculo, foi realizada uma temporada em São Paulo e outra no Rio de Janeiro. Como o público adora o repertório da banda The Beatles e a montagem tem força para uma carreira ainda mais longa, a reestreia no Teatro Folha é mais uma oportunidade para quem ainda não viu o musical e para quem deseja rever em cena os clássicos deste ícone do rock.


Acompanhe: facebook.com/BeatlesNumCeuDeDiamantes/
Poste usando #Beatlesnumceudediamantes10anos

Ficha Técnica
Elenco: Andrei Lamberg, Carol Bezerra, Carol Pita, Daniel Klepacz, Diego Martins, Felipe Mafra, Giovanna Moreira e Ingrid Gaigher
Músicos: Juliana Ripke (piano), Pelé Nascimento (bateria) e  Noa Stroeter (baixo acústico)
Arranjos originais: Delia Fischer
Arranjos vocais e arranjos adicionais:  Jules Vandystadt
Direção de atores e preparação corporal: Fezu Duarte e Isser Korik
Diretor musical associado: Paulo Nogueira                         
Cenários: Charles Möeller                                                    
Recriação de figurinos: Isabel Gomez
Design de iluminação: Isser Korik
Equipe técnica: Jardim Cabine
Cenotécnico: Armando Junior
Fotos: Eduardo Leão
Coordenação de produção: Isabel Gomez
Produção executiva e administração: Pedro Pó
Direção: Charles Möeller
Direção musical: Claudio Botelho
Patrocínio: Bauducco e Eurofarma
Realização: Referendum Participações e Serviços

Serviço
“Beatles Num Céu de Diamantes”
Temporada: até 17 de dezembro de 2017
Apresentações: sexta-feira, 21h30; sábado, 20h e 22h; e domingo, 20h
Ingresso: R$ 50 (setor 2) e R$ 70 (setor 1).
Duração: 70 minutos
Classificação etária: livre 

Teatro Folha
Shopping Pátio Higienópolis - Av. Higienópolis, 618 / Terraço / Tel.: (11) 3823-2323 - Televendas: (11) / 3823 2423 / 3823 2737 / 3823 2323 Site:www.teatrofolha.com.br
Vendas por telefone e internet/ Capacidade: 305 lugares / Não aceita cheques / Aceita os cartões de crédito: todos da Mastercard, Redecard, Visa, Visa Electron e Amex / Estudantes e pessoas com 60 anos ou mais têm os descontos legais / Clube Folha 50% desconto / 50% de desconto para funcionários e clientes do Cartão Renner. Horário de funcionamento da bilheteria: de terça a quinta, das 15h às 21h; sexta, das 15h às 00h; sábado, das 12h às 00h; e domingo, das 12h às 19h / Acesso para cadeirantes / Ar-condicionado /Estacionamento do Shopping: R$ 14 (primeiras duas horas) / Venda de espetáculos para grupos e escolas: (11) 3104-4885, (11) 3101-8589, (11) 97628-4993 / Patrocínio do Teatro Folha: Folha de S.Paulo, CSN, LG, Privalia, Nova Chevrolet, Wickbold, Owens, Teleperformance e  Grupo Pro Security.


SOBRE A CONTEÚDO TEATRAL: O grupo empresarial paulista Conteúdo Teatral atua há mais de treze anos em duas vertentes: gestão de salas de espaços e produção de espetáculos. Como gestora é responsável pela operação do Teatro Folha, no Shopping Pátio Higienópolis, em São Paulo, e do Teatro Amil, no Parque D. Pedro Shopping, em Campinas. Essa frente conta com direção artística de Isser Korik e direção comercial de Léo Steinbruch, programando espetáculos para temporada em regime de coprodução. No período de atuação da empresa, ao todo, as casas somam 2 milhões de espectadores. Como produtora de espetáculos, viabilizou dezenas de peças para os públicos adulto e infantil, como “Gata Borralheira”, “Cinderela”, “Os Saltimbancos”, “A Pequena Sereia”, “Grandes Pequeninos” e “Branca de Neve e os Sete Anões” para as crianças. Para os adultos foram realizadas, entre outras montagens, “A Minha Primeira Vez”, “Os Sete Gatinhos”, “O Estrangeiro”, “O Dia que Raptaram o Papa”, “Dez Encontros” e a trilogia “Enquanto Isso...”, além de projetos de humor – como “Nunca Se Sábado...” –, e o musical “Um Violinista no Telhado”.


* Mary Ellen é editora do site cultural www.resenhando.com, jornalista, professora e roteirista. Twitter: @maryellenfsm 


Leia também!.: "Beatles num céu de diamantes" e vozes de ouro


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.