sábado, 28 de março de 2020

.: #NaQuarentenaEu: Analice Pierre dá dicas para se distrair em casa


Por Helder Moraes Miranda e Mary Ellen Farias dos Santos, editores do Resenhando. Foto: Estúdio Thiago Drummond

Com a confirmação do status de pandemia do novo coronavírus (Covid-19), feita pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a principal recomendação é ficar em casa. Pensando nisso, o Resenhando convidou uma série de artistas para dar sugestões sobre o que fazer diante do cenário de quarentena. A atriz Analice Pierre deu dicas que podem inspirar muita gente.

"As dicas que dou são: arrumar aquele armário de roupas para doar que nunca temos tempo. Aí depois sentar no sofá pra assistir filmes, já vi seis só na semana que passou: 'A Caça', 'A Vingança Está na Moda', com a atriz Kate Winslet, 'A Garota Dinamarquesa', que é lindo de morrer, 'Dois Papas', maravilhoso, e 'Mulher Maravilha', que não achei tão bom... Outro filme maravilhoso, do Tarantino, "Django Livre", que assisti pela terceira vez. E um brasileiro meio de terror com a Marjorie Estiano, 'As Boas Maneiras'. 
Tô fazendo muita comida saudável em casa, com tempo. Tomando uma cervejinha bem gelada e escutando música boa , faxina em lugares que nunca fiz e descansando bastante. Fui fazer compras pros vizinhos que não podem sair de casa com luvas e muito cuidado. Tô treinando em casa com meu marido que é personal e sócio de um dos stúdios da Mormaii Fitness.

Comecei assistir a série 'The Crow' e tô conseguindo dormir de sete a oito horas por dia, super importante. Também estou ajudando meu marido, cuidando dos alunos Mormaii,  à distância, mandando os treinos online e falando com cada um pra saber se estão bem e se estão treinando.

E voltei ler esse livro que não tinha terminado: 'Elias Andreato - A Arte do Improvável', do Dirceu Alves Jr. Acho que tem bastante coisa, né? 😊😊😊😊"Analice Pierre, atriz.



Veja também:

.: Coronavírus: quando considerar um caso suspeito? Atenção aos sintomas


.: Dicas importantes: o que você pode fazer para aumentar a imunidade

.: #NaQuarentenaEu: Paula Valéria Andrade investe na poesia


Por Helder Moraes Miranda e Mary Ellen Farias dos Santos, editores do Resenhando. Foto: Instagram da artista

Com a confirmação do status de pandemia do novo coronavírus (Covid-19), feita pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a principal recomendação é ficar em casa. Pensando nisso, o Resenhando convidou uma série de artistas para dar sugestões sobre o que fazer diante do cenário de quarentena. A escritora, poetisa, dramaturga e diretora de arte Paula Valéria Andrade deu dicas que podem inspirar muita gente.

"Lendo poesia... escrevendo poesia... lendo... escrevendo... e cozinhando e vendo filmes! Ahhh... cuidando das plantas...! E higienizando tudo, tudo, tudo que é' embalagem do mundo lá fora. ❤🌸"Paula Valéria Andrade, uma artista completa.

Veja também:

.: Coronavírus: quando considerar um caso suspeito? Atenção aos sintomas


.: Dicas importantes: o que você pode fazer para aumentar a imunidade

.: Programação do Sesc São Paulo tem muitas atrações na internet


Sesc São Paulo reforça suas iniciativas na internet para o público explorar leituras, seleções musicais, receitas, webdocumentários, aplicativos no celular e redes sociais e se informar sobre as medidas de prevenção à disseminação do Novo Coronavirus (Covid-19).


O Sesc São Paulo, que já tem atuação presencial ampliada na Internet, reforça, ainda mais, o convite o para o público acompanhar sua programação digital gratuita neste tempo em que somos todos convocados a ficar em casa, em prevenção à disseminação do Novo Coronavírus (Covid-19). As ações seguem ativas nas redes sociais, além da instituição já ter disponível um acervo de destaque com caráter multidisciplinar, audiovisual e textual.

No portal SescSP, nas suas redes sociais e plataformas de streaming os mais diversos públicos podem aprofundar suas vivências e os conhecimentos oferecidos pelo Sesc por meio de conteúdos editoriais exclusivos e produzidos especialmente para o meio digital, como webséries, podcasts, ensaios e artigos assinados por destacados profissionais de diversas áreas do conhecimento.

Outro destaque é a programação do SescTV – canal criado e mantido pelo SescSP disponível para todo o Brasil – com estreias no mês de abril e com conteúdos on demand para se assistir on-line, a qualquer momento. É uma oportunidade para descobrir, aprender e apreciar documentários, espetáculos de música e de dança, entrevistas e debates sobre os mais variados temas da cultura sem sair de casa.

Ao desenvolver suas ações on-line, assim como faz em suas unidades, o Sesc tem o objetivo de estimular aprendizados, vivências e a formação cidadã por meio da cultura, com ênfase na educação não-formal. Reafirma, assim, o compromisso com a qualidade de vida do cidadão.

Qualidade de vida
Além de explorar livremente os canais da instituição, o público pode também acompanhar alguns destaques da programação on-line que são publicados no Portal SescSP e no perfil de suas unidades nas redes sociais.

Entre eles, vídeos incentivam o público a rever as rotinas e hábitos e a percorrer uma trilha de aprendizado, lúdica e com interações artísticas. Esse o caso da playlist Nova Rotina, Novos Hábitos, que apresenta treino funcional, exercícios em família e yoga. O documentário O Tamanho que o Planeta é nos conduz aos caminhos da mata na cidade. Na seleção abaixo, vídeo com contadores de histórias, publicações sobre alimentação e saúde, conteúdo para crianças e um especial sobre o gênero musical do choro.


Destaques:
Alimentação
Sabor Sem Desperdício
Comer uma comida nutritiva e gostosa é um cuidado importante para a saúde e também aquece o coração. E agora que as alternativas para se alimentar estão mais dentro de casa do que na rua, por que não testar novos pratos? Se liga então na série de vídeos Sabor sem Desperdício, do Mesa Brasil. São receitas que, além de saborosas, aproveitam o alimento por inteiro: da semente à casca!


Saúde
Lava Outra, Lava Uma
Duas medidas são essenciais para conter a disseminação do Novo Coronavírus (Covid-19): ficar em casa e lavar sempre as mãos. As crianças do Projeto Curumim fizeram um vídeo ensinando como lavar as mãos bem direitinho para se proteger.


Música
Panorama do Choro
Fadado ao insucesso futuro proclamado por Jacob do Bandolim em 1953, o choro pode até agonizar, mas não morre. O primeiro fruto sonoro da nossa urbanidade perdeu lugar de destaque nas rádios no início do século XX, mas sobrevive nos quintais, nos bares, nos bairros, em todos os cantos do Brasil. Muitos dos responsáveis por essa sobrevida estão contemplados no DVD Panorama do Choro Paulistano Contemporâneo, novo lançamento audiovisual do Selo Sesc. Saiba mais sobre o projeto e assista ao trailer diretamente no Portal.


Criança
Para Ouvir e Brincar Junto - Ciclo Educar Hoje
Agora que muitas crianças e adultos estão tendo a oportunidade de brincar e conviver juntos em casa, o poeta e educador Severino Antônio empresta sua sabedoria na arte da escuta para que a gente possa exercitá-la com os pequenos. Para a trilha sonora da brincadeira, trazemos a playlist do Selo Sesc “Música para crianças”.


Esporte e atividade física
Nova Rotina, Novos Hábitos
Paramos de circular, correr atrás de ônibus, fazer ginástica, subir escadas do metrô, passear. Mas o nosso corpo continua o mesmo: pede movimento! Os educadores de atividade física das unidades do Sesc compartilham com seus alunos e alunas – e público em geral - maneiras de se manterem ativos e conectados – e cada um em sua casa! Tem treino funcional, exercícios em família, yoga, ginástica... São atividades para todo mundo praticar dentro dos seus limites. No Instagram, a @esportesescsp é uma página dedicada a conteúdos esportivos que oferece dicas, aulas e informações sobre esporte e atividade física para um dia-a-dia com bem-estar e qualidade de vida.


Meio Ambiente
O Tamanho que o Planeta É
Pegar fruta do pé, brincar na terra, descobrir de onde vem a couve, provar o gosto do cambuci. O que todas essas experiências têm a nos ensinar, para além do que se vê nos livros ou nos quadros-negros da escola? O documentário ‘O tamanho que o planeta é’ crava os pés na terra para traçar, entre as trilhas da mata e da cidade, reflexões sobre educação, infância e natureza. Assista ao documentário, também disponível com recursos de audiodescrição, libras e legendas.


Vencendo a Covid-19
O trabalho online se tornou uma plataforma mais que necessária em tempos de Coronavírus.  No Sesc Santos, por exemplo, uma equipe de comunicação vem se empenhando há cerca de10 dias para tornar concreta esta mensagem de bem-estar. A partir das sugestões e dicas dos próprios colaboradores, um vídeo é elaborado por eles, editado pela equipe, que sobe para as redes sociais, respeitando um critério de temas e horários.

O interessado pode acessar o material gratuitamente a qualquer horário, compartilhar e usar as dicas de filmes, séries, culinária, educação física, entre outras, todas visando o bem-estar e considerando o espaço de confinamento de cada pessoa. Isso tudo porque, o Sesc que nasceu num pós-guerra (1946) sabe bem a importância de zelar pela saúde e o bem estar físico e mental de todas as pessoas que o procuram, sobretudo nesse momento de necessárias restrições.


Acesse:
Endereços do Sesc Santos para explorar na Internet:
Facebook: facebook.com/SESCSantos/
Twitter: @sescsantos
Insta: @sescsantos
Site: sescsp.org.br/santos
#EmCasaComSescSP
#EmCasaMasCriativo


Endereços do Sesc São Paulo para explorar na Internet:
Portal Sesc
https://www.sescsp.org.br
Sesc TV
https://www.sesctv.org.br/
Revista E
https://www.sescsp.org.br/revistae
Revista Zumbido / Selo Sesc
https://www.sescsp.org.br/zumbido
Instrumental Sesc Brasil
https://www.instrumentalsescbrasil.org.br
Acervo de vídeos Centro de Pesquisa e Formação /Sesc
sescsp.org.br/aulascpf

Sobre o Sesc
Mantido e administrado pelos empresários do comércio de bens, serviços e turismo, o Sesc – Serviço Social do Comércio - é uma instituição privada que tem como objetivo proporcionar o bem-estar e a qualidade de vida aos trabalhadores destes setores e suas famílias.

Ao longo de sua história, o Sesc inovou ao introduzir novos modelos de ação cultural e sublinhou a educação como pressuposto para a transformação social. A concretização desse propósito deu-se por uma intensa atuação no campo da cultura e suas diferentes manifestações, destinadas a diferentes públicos, em diversas faixas etárias e variados estratos sociais. Isso significa oferecer uma grande diversidade de atividades e, efetivamente, contribuir para experiências mais duradouras e significativas.

No estado de São Paulo, o Sesc conta com uma rede de 40 centros destinados à cultura, ao esporte, à saúde e à alimentação, ao desenvolvimento infanto-juvenil, à terceira idade, ao turismo social e às demais áreas de atuação. O Sesc desenvolve, assim, uma ação de educação não-formal e permanente, com o intuito de valorizar seus públicos, ao estimular a autonomia pessoal, a interação e o contato com expressões e modos diversos de pensar, agir e sentir.

.: Finalista do Emmy, animação "Irmão do Jorel" estreia na TV Cultura


A TV Cultura conta com novidades em sua grade. Inédita na TV aberta e finalista no Emmy International na categoria de Melhor Série de Animação, "Irmão do Jorel" vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 18h45. O protagonista da animação é o filho caçula de uma excêntrica família de acumuladores presa nos anos 80. 

Com a ajuda dos familiares e de sua melhor amiga, Irmão do Jorel enfrenta os primeiros obstáculos da vida num ritmo alucinante. Sem diferenciar fantasia e realidade, ele sempre descobre uma maneira absurda de sair da sombra de seu irmão celebridade.

.: Padre Fábio de Melo aceita convite de Pastor Caio Fabio no próximo domingo


Quem disse que religiões não se unem nessa quarentena, está enganado. Na realidade não é um encontro de religiões mas sim de fé nas redes sociais, agregando aos seguidores um ato de fé nesse momento tão difícil que o mundo vem enfrentando em função da instabilidade que se instaurou no Brasil devido ao coronavírus.

O pastor Caio Fabio, ficou conhecido no Brasil no final da década de 80 por pastorear pessoas falando de Jesus, sem falar de religião, explodindo no início da década de 90 com o projeto "Fábrica de Esperança", que se tornou a maior ONG da América Latina, um verdadeiro marco na história, onde alimentava em média de 30 mil pessoas por dia, e até hoje segue na missão de transformar vidas por meio da fé.

Caio também ficou conhecido por subir em favelas onde fazia amizades com bandidos perigosos no Rio de Janeiro e também pelos presos de Bangu 1, onde ajudava os mesmos a se habilitarem na sociedade novamente sem cometer crimes. Logo após, o pastor teve um programa na Rede Globo à convite de Roberto Marinho, que ficou no ar por cerca alguns anos, depois criou seu próprio canal de TV, intitulado como "Vinde TV", além de uma revista, a "Vinde Revista".

Logo após a criação do canal de TV, o pastor teve a decisão de se desvincular de todas as igrejas e segue hoje pastorando vidas por conta própria, sem nenhum vínculo ao dinheiro, onde seu único dogma é o amor de Jesus. Não somente esses como tantos outros passos, o pastor Caio Fabio nessa quarentena, criou conteúdos em suas redes sociais que trouxeram tranquilidade emocional aos seguidores diante deste momento crítico, e com isso convidou algumas personalidades como Orlando Morais, esposo da Glória Pires, Padre Fábio de Melo , a Apresentadora e Digital Influencer Michelle Pandora, a atriz Heloisa Perissé , o ator e apresentador Fábio Porchat, já confirmados para essa ação social .

Esses e outros nomes de famosos (ainda não divulgados), estarão se reunindo nas lives do próprio aplicativo Instagram para levar palavras de fé e trazer tranquilidade à população diante da pandemia. As datas e horários estão disponíveis no perfil do Pastor Caio Fabio e promete atingir um grande público que precisa dessa intervenção espiritual, de amor e fé, no conforto de suas casas.


sexta-feira, 27 de março de 2020

.: #NaQuarentenaEu: Jade Odara dá dicas sobre o que fazer dentro de casa


Com a confirmação do status de pandemia do novo coronavírus (Covid-19), feita pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a principal recomendação é ficar em casa. Pensando nisso, o Resenhando convidou uma série de artistas para dar sugestões sobre o que fazer diante do cenário de quarentena. drag queen Jade Odara deu dicas que podem inspirar muita gente.


"Nessa quarentena, não podemos deixar a tristeza nos abater... Mesmo com meus trabalhos cancelados (dá aquele desespero porque sou ator, drag queen e maquiador... trabalho com teatro e eventos em geral), mas eu decidi produzir conteúdos para o meu Instagram... me maquiar e conversar com a galera em lives, em horários marcados... 


Tô acompanhando profissionais que dão aulas de malhação para gastar a energia no corpo. Aulas de dança também... Tô maratonando séries, vendo filmes, aproveitei pra fazer um faxinão em casa com meus pais... Estou escrevendo também... 

Acho que o segredo é esse buscarmos atividades que ocupem o nosso tempo da melhor maneira possível, acreditar de que tudo isso que está acontecendo seja um caminho para nossa evolução e, se o desespero bater, ligue para um amigo, um familiar, para alguém... não tenha vergonha, é um momento difícil, mas estamos todos juntos nessa. ♥️😘"Jade Odara, drag queen.

Veja também:

.: Coronavírus: quando considerar um caso suspeito? Atenção aos sintomas


.: Dicas importantes: o que você pode fazer para aumentar a imunidade







Drags no Tudum, Festival Netflix


.: #NaQuarentenaEu: Charles Möeller dá dicas sobre o que fazer dentro de casa


Por Helder Moraes Miranda e Mary Ellen Farias dos Santos, editores do Resenhando. Foto: Instagram do artista

Com a confirmação do status de pandemia do novo coronavírus (Covid-19), feita pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a principal recomendação é ficar em casa. Pensando nisso, o Resenhando convidou uma série de artistas para dar sugestões sobre o que fazer diante do cenário de quarentena. O diretor de teatro musical Charles Möeller deu dicas que podem inspirar muita gente.


"Eu tenho cozinhado muito. Sou bom de cozinha e ano passado fiz um curso de panificação de fermentação lenta e estou aproveitando pra praticar! Tento estabelecer uma rotina bem rígida pra não ficar à deriva. Reclamamos muito da falta de tempo pra tudo e agora temos muito e precisamos tirar o melhor disso. Eu acordo naturalmente cedo. E dedico a manhã escrevendo muito.  Estou transformando 'SE7E - O Musical' numa minissérie de sete capítulos, projeto que tenho o maior orgulho. 


Faço diariamente a série 1 de ashtanga yoga por volta das 10 da manhã e depois se tiver sol tomo um pouco, pois o sol é fundamental pra me manter humorado! À tarde, geralmente leio. Tenho lido os livros relacionados com 'West Side Story: Somewhere the life of Jerome Robbins', 'Mainly on Directing Gypsy', 'West Side Story, and others Musicals', de Arthur Laurents, "A Place For Us", de Julia Foulke. 'Sondheim an Opinionatted Guide de Ethan Mordden'. Mas realmente estou apaixonado pelas a troca de cartas do Bernstein, 'The Leonard Bernstein Letters', do Nigel Sime.

À noite programo meus filmes e séries. Tenho revisto muita coisa do Bob Fosse. Ontem revi 'Sweet Charity', que fiz no Brasil e há muito tempo não revia. Tenho aproveitado pra rever a obra do direitor japonês Nagisa Oshima , nunca mais tinha revisto o 'Império dos Sentidos', seu filme mais famoso pelas cenas de sexo explícito, mas tinha me esquecido como o filme é todo espetacular. Fotografia, elenco, direção, de arte... E me deu uma loucura pra rever e ver os que não conhecia. O mais famoso era o 'Furyo, em Nome da Honra'. mas têm muitos incríveis.

Na Netflix. estou vendo 'Freud'. E acabei de ver o 'A Vida e a História de Madam C. J. Walker', com um elenco sensacional. Com a gênia Octávia Spencer. Sou cinéfilo é praticamente vi quase tudo da programação. Amei 'The Morning Show' na Apple TV e me decepcionei com 'Hunters', do Al Pacino. Tô bem tranquilo e com muito a fazer. Estou trancado em casa e ficarei o tempo necessário."Charles Möeller, diretor de teatro musical.

Veja também:

.: Entrevista com Charles Möeller, o homem do teatro musical

.: Coronavírus: quando considerar um caso suspeito? Atenção aos sintomas


.: Dicas importantes: o que você pode fazer para aumentar a imunidade




Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Charles Möeller (@charlesmoeller) em

.: Patrick Stewart, de "Star Trek", lê sonetos de Shakespeare pelo Twitter


Conhecido pelos papéis nos filmes "Star Trek" e "X-Men", Patrick Stewart publicou, no Twitter, um vídeo lendo o "Soneto 2", de William Shakespeare. "Um dos meus favoritos", escreveu.

Ele é mais um dos artistas que, em tempos de pandemia e falta de esperança, levam esperança e um pouco de amor aos que estão confinados para se proteger do coronavírus. 

Stewart começou a carreira no teatro e teve formação em drama clássico, com ênfase na obra do dramaturgo britânico. O ator vem compartilhando leituras de textos de Shakespeare, com milhares de curtidas e compartilhamentos. As leituras podem ser apreciadas no Twitter do artista, neste link. Bela iniciativa!

.: Produção de Eric Burdon no final dos anos 60 ganha caixa com cinco CDs


Por Luiz Gomes Otero, jornalista e crítico musical.

Foi lançada uma caixa com todos os álbuns gravados por Eric Burdon & the Animals para a gravadora MGM Records, no período entre outubro de 1967 e dezembro de 1968. Nela são apresentados os álbuns "Winds Of Change" (versões estéreo e mono), "The Twain Shall Meet", "Every One Of Us" e "Love Is", todos recentemente remasterizados das gravações originais, juntamente com dez faixas bônus extraídas dos lançamentos da banda.

Eric Burdon havia sido vocalista do The Animals na primeira metade dos anos 60. Quando a banda parou as atividades, ele decidiu recrutar Vic Briggs (guitarra, piano), John Weider (guitarra, violino, baixo), Danny McCulloch (baixo) e Barry Jenkins (bateria) para formar um novo grupo que mudou a direção do ritmo estridente do blues e adotou o rock psicodélico e as influências da contracultura emergente coom referências

Depois de assinar contrato com a MGM Records e estabelecer moradia nos Estados Unidos, Burdon lançou o single de estreia do novo grupo , "When I Was Young" , que se tornou um sucesso na Europa, Austrália e EUA.

A fusão do vocal forte de Burdon com o clima psicodélico que predoiminava naquela época, proporcionou uma mescla musical bem interessante. Bem diferente do som mais simples e direto que ele produzia com a sua primeira banda. Abriu caminho para novas experiências sonoras, que resultaram em clássicos como "Sky Pilot", "Monterey" (composta em homenagem ao festival realizado nessa localidade), além do primeiro single ("When I Was Young"). John Weider e Vic Briggs foram fundamentais nesse momento, consolidando uma temática mais psicodélica para a obra de Burdon, que por sua vez não teve medo de se arriscar nesse novo caminho.

Eu sempre gostei dessa fase da carreira de Burdon. Foi nese período que ele fez amizade com Jimi Hendrix e chegou até a assinar uma parceria musical com ele no álbum "Eletric Ladyland". Posso citar as canções "White Houses", "Anything", "Good Times", "San Franciscan Nights" e as releituras de "Paint It Black" (dos Rolling Stones) e de "To Love Somebody" (dos Bee Gees) como pontos altos dessa época, além de "River Deep Mountain High".

Briggs acabaria sendo substituído por Andy Summers (que mais tarde fundaria o The Police) no final de 1968. Mas o direcionamento da sonoridade permaneceria no mesmo rumo até 1969, quando Burdon decidiu mudar novamente, unindo forças com o grupo negro War. No entanto, a chamada fase psicodélica de Burdon deixou a sua marca na história do rock, influenciando vários músicos nos anos seguintes e comprovando o acerto do rumo escolhido.


"When I Was Young"

"San Franciscan Nights"

"Sky Pilot"

.: "Mais", as curiosidades sobre o segundo álbum de Marisa Monte


"Mais" é o segundo álbum de estúdio da cantora Marisa Monte. Lançado em 13 de março de 1991, pela EMI, o disco abre com a arrepiante “Beija Eu”, uma de suas melhores canções até hoje, além de trazer o clássico “Eu Sei”. Foram escolhidos como singles do álbum as faixas "Beija Eu", "Rosa", "Eu Sei (Na Mira)", "Ainda Lembro" e "Diariamente".

A partir desse disco, Marisa Monte também começa a ser conhecida como compositora, que criou (sozinha ou em parceria) várias canções presentes nesse disco. As sessões de gravação do álbum ocorreram entre 1990 em vários estúdios, entre o Brasil e Nova York. Em relação às parcerias, destaca-se o hit “Ainda Lembro”, feita com Nando Reis, que também conta com a participação vocal de Ed Motta. Além dessas canções, Marisa também regrava, de forma bem sucedida, o sucesso “De Noite na Cama”, de Caetano Veloso, até então conhecida na voz de Erasmo Carlos. 

O ecletismo continua com gravações de músicas do folclore nordestino, além de revisitar a obra de compositores como Monsueto, Cartola e Pinxinguinha.
Entre suas 12 faixas, o álbum contém oito cançoes inéditas ("Beija Eu", "Volte Para O Seu Lar", "Ainda Lembro", "Eu Não Sou da Sua Rua", "Diariamente", "Eu Sei (Na Mira)", "Tudo Pela Metade" e "Mustaphá"), três covers ("De Noite na Cama", "Rosa", de Pixinguinha, e "Ensaboa", de Cartola) e uma versão musicada de um conto do poema "Borboleta", do folclore da Região Nordeste do Brasil.

Na época do lançamento do álbum, a crítica do jornal O Estado de S. Paulo elogiou o disco, afirmando que a cantora estava "menos dramática, com a voz ainda mais afinada e cristalina, o que parecia impossível, Marisa chega a comover. E, definitivamente, ingressa no panteão dos titãs, em todos os sentidos". 

A faixa "Ensaboa" conta com as canções "Lamento da Lavadeira" (de Monsueto), "Colonial Mentality", "Marinheiro Só", "A Felicidade" e "Eu Sou Negão" como música incidental. "Eu Sei (Na Mira)" fez parte da trilha sonora da novela "O Dono do Mundo", de Gilberto Braga, na Rede Globo, como tema de Yara, interpretada pela atriz Daniella Perez. "Ainda Lembro" fez parte da trilha sonora da novela "Deus Nos Acuda", de Silvio de Abreu, na Rede Globo, como tema do casal protagonista Maria Escandalosa e Ricardo Bismark, interpretados por Edson Celulari e Cláudia Raia. "Rosa" fez parte da trilha sonora das novelas "Fera Ferida", como tema do professor Praxedes (Juca de Oliveira) e Maria dos Remédios (Luiza Tomé), "Desejo Proibido", tema de Viriato (Lima Duarte) e Cândida (Ewa Wilma), e "Espelho da Vida", sem personagem específico, todas da Rede Globo.  


Tracklist de "Mais"

1. "Beija Eu" (3:14)
2. "Volte Para o Seu Lar" (4:44)
3. "Ainda Lembro" (participação especial de Ed Motta) (4:05)
4. "De Noite Na Cama" (4:28)
5. "Rosa" (2:45)
6. "Borboleta" (2:04)
7. "Ensaboa (Lamento da Lavadeira)" (4:15)
8. "Eu Não Sou da Sua Rua" (1:31)
9. "Diariamente" (4:12)
10. "Eu Sei (Na Mira)" (2:41)
11. "Tudo Pela Metade" (4:13)
12. "Mustapha" (2:26)

Postagens mais antigas → Página inicial
Tecnologia do Blogger.