sexta-feira, 15 de novembro de 2019

.: Minha Mãe É Uma Peça 3: Dona Hermínia está de volta aos cinemas



Os fãs de Dona Hermínia já têm data marcada para matar a saudade: “Minha Mãe É Uma Peça 3” chega aos cinemas em 26 de dezembro. E quem está ansioso para saber quais são as novas aventuras dessa personagem única poderá conferir uma prévia do que ela vai aprontar no trailer que acaba de ser divulgado.

Novos personagens surgem para deixar a mãe mais amada do Brasil com os bobes para o alto. Já não bastasse o namorado de Marcelina (Mariana Xavier) que parece ter poucas habilidades para ser pai, eis que surge Ana (Stella Maria Rodrigues), a sogra de Juliano (Rodrigo Pandolfo), que chega para atormentar a vida de todos. São tantas novidades que Hermínia vai parar em Los Angeles com Dona Lourdes (Malu Valle) para relaxar e também se redescobrir. Com direção de Susana Garcia, a comédia também tem no elenco Herson Capri, Samantha Schmütz, Alexandra Richter, Patrycia Travassos, Malu Valle, Lucas Cordeiro, Cadu Fávero e Bruno Bebianno.

A franquia “Minha Mãe É Uma Peça” é baseada na peça de mesmo nome, criada e estrelada por Paulo Gustavo que levou milhões de espectadores ao teatro ao longo dos anos em cartaz.  Lançados em 2013 e 2016, os dois primeiros filmes levaram juntos mais de 13 milhões de espectadores aos cinemas com uma arrecadação total de R$173.798.332,00 (*Fonte: Filme B).
No último longa da personagem, Dona Hermínia teve que lidar com a “síndrome do ninho vazio”, já que seus filhos, Juliano e Marcelina, resolvem sair de casa. A comédia bateu, na época, o recorde de maior renda do cinema brasileiro (R$ 124.258.727,00) e foi a maior bilheteria entre os filmes nacionais do ano, com público superior a 9 milhões de pessoas. (*Fonte: Filme B).

A produção de “Minha Mãe É Uma Peça 3” é da Migdal Filmes e a distribuição é da Downtown Filmes, em codistribuição com a Paris Filmes, coprodução da Globo Filmes, Telecine, Universal Pictures e Paramount.

Sinopse: Dona Hermínia (Paulo Gustavo) vai ter que se redescobrir e se reinventar porque seus filhos estão formando novas famílias. Essa supermãe vai ter que segurar a emoção para lidar com um novo cenário de vida: Marcelina (Mariana Xavier) está grávida e Juliano (Rodrigo Pandolfo) vai casar. Dona Hermínia está mais ansiosa do que nunca! Para completar, Carlos Alberto (Herson Capri), seu ex-marido, que esteve sempre por perto, agora resolve ficar ainda mais próximo. “Minha Mãe É Uma Peça 3" conta como a mãe mais divertida do Brasil reage a todas essas confusões.

Elenco
Paulo Gustavo – Dona Hermínia
Mariana Xavier - Marcelina
Rodrigo Pandolfo - Juliano
Herson Capri – Carlos Alberto
Samantha Schmütz - Waldeia
Alexandra Richter – Iesa
Patrycia Travassos – Lúcia Helena
Malu Valle - Dona Lourdes
Stella Maria Rodrigues - Ana
Lucas Cordeiro - Tiago
Cadu Fávero - Sol
Bruno Bebianno - Garib



Trailer


Sobre a Downtown Filmes: Fundada em 2006, a Downtown Filmes é a única distribuidora dedicada exclusivamente ao cinema brasileiro. Desde 2011, ocupa a posição da distribuidora número 1 no ranking de filmes nacionais. De 2006 até hoje, vendeu mais de 50% de todos os ingressos de filmes brasileiros lançados. Até fevereiro de 2019, a Downtown Filmes lançou 139 longas nacionais, que acumularam mais de 138 milhões de ingressos.
Entre os maiores sucessos da distribuidora estão “Minha Mãe É Uma Peça 1 e 2”, estrelados por Paulo Gustavo; “De Pernas Pro Ar 1 e 2” e “Loucas Pra Casar”, com Ingrid Guimarães; “Chico Xavier”, “Elis”, “Fala Sério, Mãe!”, com Ingrid Guimarães e Larissa Manoela, “Os Farofeiros”, com Mauricio Manfrini e Cacau Protásio, e “Minha Vida em Marte”, com Paulo Gustavo e Monica Martelli.

Em 2019, lançou “Minha Fama de Mau”, biografia do cantor Erasmo Carlos, “Cine Holliúdy 2”, “Simonal”, “Socorro, Virei Uma Garota!”, “O Amor Dá Trabalho” e lançará no final do ano “Minha Mãe É Uma Peça 3”, com Paulo Gustavo.

Sobre a Paris Filmes: A Paris Filmes é uma empresa brasileira que atua no mercado de distribuição e produção de filmes, primando pela alta qualidade cinematográfica. Além de ter distribuído grandes sucessos mundiais, como o premiado “O Lado Bom da Vida”, que rendeu o Globo de Ouro® e o Oscar® de Melhor Atriz a Jennifer Lawrence em 2013 e “Meia-Noite em Paris”, que fez no Brasil a maior bilheteria de um filme de Woody Allen, a distribuidora também possui em sua carteira os maiores sucessos do cinema nacional, como as franquias “De Pernas Pro Ar” e “Até Que a Sorte nos Separe”. Nos últimos anos a empresa esteve à frente de lançamentos como “La La Land – Cantando Estações”; “A Cabana”; “D.P.A: Detetives do Prédio Azul - O Filme”; “D.P.A. 2 - O Mistério Italiano”; “Extraordinário”; “Nada a Perder”, entre outros. Para 2019, a companhia aposta num line-up diversificado, que inclui títulos como “A Cinco Passos de Você”, “De Perna Pro Ar 3”, “John Wick 3 – Parabellum”; “Os Parças 2”; “Playmobil”, entre outros.

Sobre a Migdal Filmes: A Migdal Filmes é uma produtora carioca com diversificada carteira de projetos audiovisuais, à frente das mudanças e tendências do mercado. Em seu line up, a empresa coleciona títulos que vão de grandes recordes de bilheteria a premiadas ficções e documentários.

Dentre seus mais conhecidos projetos estão títulos como "Minha Mãe É Uma Peça", maior bilheteria de 2013; "Minha Mãe É Uma Peça 2", uma das maiores rendas nacionais da história com mais de 9 milhões de espectadores; "Casa Grande", de Fellipe Barbosa, indicado a mais de dez festivais internacionais e premiado no festivais do Rio, de Toulouse, Rotterdam e outros; e o também consagrado documentário musical "Cássia Eller", de Paulo Henrique Fontenelle.

A Migdal também é responsável pela produção de longas como "Linda de Morrer", comédia estrelada por Glória Pires; "Irmã Dulce", de Vicente Amorim, cinebiografia da beata que, em vida, foi indicada ao Nobel da Paz; "Nosso Lar", em parceria com a Cinética Filmes, que levou mais de 4 milhões de espectadores aos cinemas de todo o  Brasil; e, com a Zencrane, o thriller dramático "Mundo Cão", de Marcos Jorge, com Lázaro Ramos, Babu Santana e Adriana Esteves.

Para TV, a Migdal produziu as três temporadas da série antológica "As Canalhas" (GNT); e as cinco temporadas do humorístico "220 Volts" (Multishow), além de mais de 150 horas de conteúdo de shows na TV Paga. Para a VH1 e MTV, produziu duas temporadas do documentário musical "Música.Doc”. Em 2019, prepara a nova série “Matches”, de Carolina Castro e Marcelo Andrade, a ser exibido na Warner Channel.

Em 2019, a Migdal produz também o terceiro filme da franquia “ Minha Mae é Uma Peça”, de Paulo Gustavo. No line up para a virada de 2019/2020, a Migdal tem três filmes com perfis muito variados: "Carlinhos e Carlão", estrelado pelo ator Luis Lobianco e dirigido por Pedro Amorim;  a comédia “Canta pra Subir”, dirigida por Caroline Fioratti, com Cacau Protásio, Ary França e grande elenco; e “ M8 - Quando a Morte Socorre a Vida”, de Jefferson De.

Sobre a Globo Filmes: Desde 1998, a Globo Filmes já participou de mais de 300 filmes, levando ao público o que há de melhor no cinema brasileiro. Com a missão de contribuir para o fortalecimento da indústria audiovisual nacional, a filmografia contempla vários gêneros, como comédias, infantis, romances, documentários, dramas e aventuras, apostando na diversidade e em obras que valorizam a cultura brasileira. A Globo Filmes participou de alguns dos maiores sucessos de público e de crítica como, ‘Tropa de Elite 2’, ‘Minha Mãe é uma Peça 2’ – com mais de 9 milhões de espectadores -, ‘Se Eu Fosse Você 2’, ‘2 Filhos de Francisco’, ‘Aquarius’, ‘Que Horas Ela Volta?’, ‘O Palhaço’, ‘Getúlio’, ‘Carandiru’, ‘Cidade de Deus’ – com quatro indicações ao Oscar e Bacurau que recebeu o prêmio do Júri no Festival de Cannes. Suas atividades se baseiam em uma associação de excelência com produtores independentes e distribuidores nacionais e internacionais.

Sobre o Telecine: Telecine é um hub de cinema. Joint venture do Grupo Globo e dos maiores estúdios de Hollywood, reúne mais de 2 mil filmes, dos mais variados gêneros, selecionados a partir de uma curadoria especializada e comprometida, que alia tecnologia e inovação para promover a melhor experiência. Pela internet, a plataforma de streaming é a única dedicada exclusivamente ao cinema. Lançamentos e clássicos de grandes estúdios de Hollywood, nacionais e do mercado independente compõem o acervo mais completo de filmes. Líder de audiência na TV paga no Brasil, reúne em seis canais lineares segmentados por gêneros as produções que o público quer ver. Pela internet ou na TV, Telecine proporciona o seu momento cinema quando e onde você quiser.

Sobre a Universal Pictures: Divisão da Universal Studios e parte da NBC Universal, a Universal Pictures é uma das empresas líderes em desenvolvimento, produção e comercialização de mídia, entretenimento e notícias em escala global. Com mais de cem anos de história e valioso portfólio de notícias e entretenimento, a companhia é detentora de um dos maiores catálogos do cinema mundial e também opera em produções significativas na televisão e possui um dos parques temáticos mais renomados em âmbito mundial. A NBC é uma empresa da Comcast Corporation.

Sobre a Paramount Pictures
A História: O primeiro grande estúdio de Hollywood, a Paramount Pictures foi fundada por Adolf Zukor em 1912, e sua história se confunde com a do próprio cinema. O estúdio nasceu sete anos depois da inauguração da primeira sala de exibição de filmes americana, quando esses espaços ainda eram chamados de nickelodeons – uma alusão ao preço do ingresso, que custava um níquel, ou seja, cinco centavos de dólar.

Lendária produtora e distribuidora global de entretenimento filmado, a Paramount Pictures tem em seu acervo mais de mil títulos de filmes realizados pelos cineastas mais respeitados de Hollywood, incluindo Cecil B. de Mile, Alfred Hitchcock, Steven Spielberg, Martin Scorsese, J.J. Abrams, James Cameron, Brian De Palma, Robert Zemeckis e Michael Bay, entre outros.

Ao completar seu 107º aniversário, os negócios da Paramount vão além da produção e distribuição de filmes. O estúdio também integra o Grupo Viacom,  uma importante produtora e distribuidora global de entretenimento filmado, casa de marcas globais famosas que cria emocionantes programas de televisão, filmes de longa-metragem, conteúdo de curta-metragem, apps, jogos, produtos de consumo, experiências nas mídias sociais e outros conteúdos de entretenimento para audiências de mais de 180 países. Os canais MTV, VH-1, Comedy Central, Telefe e Nickelodeon são algumas dessas grandes marcas.

A marca no Brasil: A Paramount Pictures Brasil atua no mercado audiovisual no Brasil desde 1916 com foco no seu conteúdo original, mas também fomenta e apoia o desenvolvimento do cinema brasileiro investindo em conteúdo local. A distribuidora foi responsável pela distribuição de clássicos nacionais, como “Vinicius” (2005), “Tropa de Elite” (2007), “Última Parada 174” (2008), “Homem do Futuro”(2011) e “Raul – O início, o Fim e o Meio” (2012). Hoje o estúdio atua como coprodutor de diversas produções nacionais, como “Os Homens São de Marte” (2014), “Loucas pra Casar” (2015), “O Shaolin do Sertão” (2016), “Minha Mãe é uma Peça 2” (2016), “Turma da Mônica - Laços” (2019), entre outros.

.: #ResenhaRápida: Claudio Marinho em 55 perguntas surpreendentes


Por Helder Moraes Miranda e Mary Ellen Farias dos Santos, editores do Resenhando.

Em cartaz com a peça teatral infantil "Os Três Porquinhos" (crítica neste link), Claudio Marinho é formado em Teatro e em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade Federal do Pará. Fundou e dirigiu a companhia de teatro Fé Cênica, realizando as peças "Fogo Cruel em Lua de Mel", "As Ruminantes", "Perfídia Quase Perfeita", "A Fábula das Águas" e "Lendas, Para Que Te Quero!". Além de várias outras peças de teatro. Para o cinema fez os curtas-metragens de Simone Bastos “Epílogo” (2013), “Outonos na Alma” (2013), “X” (2007) e "Severa Romana" (2007).

Nome completo: Luis Claudio Souza Nascimento (o Marinho no nome artístico vem da avó materna).
Apelido: não tenho.
Data de nascimento: 8 de agosto de 1973.
Qualidade: observador.
Defeito: observador demais.
Signo: leão.
Ascendente: não sei.
Uma mania: andar descalço.
Religião: acredito que a prática do bem deveria ser o objetivo de todas as religiões.
Time: não tenho.
Amor: todos nós precisamos e temos potencial para amar.
Sexo:  energia, prazer, criação.
Família é: acolhimento, conflito, aprendizado.
Ídolo: não tenho.
Inspiração: Nelson Mandela.
Arte é: a pergunta sem resposta.
Brasil: precisa pertencer ao seu povo.
Fé: força.
Deus é: a inteligência.
Política é: assunto que precisa ser tratado sem paixões.
Hobby: colocar os pés na areia da praia.
Lugar: meu lar.
Prato predileto: maniçoba.
Sobremesa: cheesecake de morango.
Fruta: melancia.
Cor favorita: azul.
Medo de: altura.
Uma peça de teatro: "Deus da Carnificina", de Yasmina Reza, na versão brasileira com Deborah Evelyn, Julia Lemmertz, Orã Figueiredo e Paulo Betti.
Um show: "Falso Brilhante", da Elis. Cheguei ao mundo atrasado para ver, tinha só dois anos de idade.
Um ator: Paulo Autran. Assisti as duas últimas peças em que atuou: “Adivinhe Quem Vem Para Rezar” e “O Avarento”. Quanto vigor!
Uma atriz: Cleyde Yáconis. Vi sua penúltima peça, “O Caminho Para Meca” e saí do teatro apaixonado.
Um cantor: Zé Ramalho.
Uma cantora: Aretha Franklin.
Um escritor: Philip Roth.
Uma escritora: Maria Valeria Rezende.
Um filme: "Linha de Passe", de Walter Salles e Daniela Thomas.
Um livro: “Chove nos Campos de Cachoeira”, de Dalcídio Jurandir.
Uma música: "O Que Será (À Flor da Pele)", de Chico Buarque.
Um disco: "Sobre Todas as Coisas", da Zizi Possi.
Um personagem: Tartufo, de Molière.
Uma novela: "Tieta" (de Aguinaldo Silva, baseada no livro homônimo de Jorge Amado)
Uma série: "A Sete Palmos".
Um programa de TV: os de entrevistas.
Um podcast: não tenho hábito de ouvir podcasts.
Uma saudade: minha cidade, Belém do Pará.
Algo que me irrita: quando não respondem e-mail de trabalho (risos).
Algo que me deixa feliz é: cachoeira.
Digo sim: à diversidade.
Digo não: ao fundamentalismo.
Sonho: fazer teatro sem parar.
Futuro: tento me concentrar no presente.
Morte é: recomeço.
Vida é: imortal.
Uma palavra: progresso.
Ser ator é: espelho para a sociedade.

Cláudio Marinho e Pitty Webo - "Todo Seu" (9 de fevereiro de 2017)

.: Vivi Guedes, personagem de Paolla Oliveira, é capa da Glamour

Qual o limite entre realidade e ficção? Na revista, a influencer de "A Dona do Pedaço" mostra tudo se funde e se completa. Foto: João Arraes
"O mais bonito do mundo é que ele se transforma o tempo inteiro, e eu aprendi a me preparar para todas as mudanças”. Da conversa com a influencer Vivi Guedes, capa da revista Glamour desse mês, essa é a frase que melhor resume tudo: sua trajetória, seu jeito de ver a vida e de entender os limites entre real/virtual. A capixaba, que foi adotada criança, hoje vive uma vida abastada, exibida no Instagram (@estiloviviguedes) para 1,9 milhão de seguidores e diariamente em horário nobre, até o fim deste mês, na novela "A Dona do Pedaço", da Globo.

Amada pelos pais, pelo público e pelas marcas (Avon e Duty Cosméticos estão entre as empresas com quem tem contrato), Vivi guarda em si a força de quem chegou lá apesar dos pesares. “Não lembro de detalhes da minha infância até ser adotada, mas tenho algumas imagens de braços maternos me envolvendo. Lembro também de uma festa e do sabor de um bolo com gosto de amor”, diz.

Quando criança, ela foi separada da irmã, Fabiana, e viu a mãe ser morta vítima da guerra entre os Ramirez e Matheus, famílias tradicionais (e rivais) do Espírito Santo. Seu destino mudou ao ser encontrada sozinha pelas ruas da cidade de Vitória por Beatriz e Otávio, seus pais adotivos, com quem cresceu em São Paulo cercada de mimos e completamente inserida no mundo da moda. Daí surgiu a vocação de digital influencer. “Como a minha família sempre acompanhou os lançamentos de coleções, comecei a postar as minhas experiências no mundo fashion. Quando vi já tinha milhões de ‘seguimores’ interessados”, conta. Seus acessos no mercado internacional também são poderosos.

Recentemente, Vivi “quebrou a internet” ao usar um vestido de látex do estilista britânico Atsuko Kudo, que já vestiu Kim Kardashian, Lady Gaga, Madonna e Nicki Minaj. Ainda que moda, beleza e lifestyle sejam os assuntos oficiais da influencer nas redes, um dos maiores escândalos da sua vida pessoal virou notícia: ela foi deixada no altar após Camilo, seu então noivo, descobrir uma traição.

Gerenciar essa crise seria um problema, caso os seus fãs não a apoiassem  incondicionalmente. A exposição, aliás, fez seus números passarem da casa do milhão. “A Kim (empresária) me aconselhou a não deixar os problemas pessoais interferirem no meu conteúdo. Mas receber o apoio dos ‘seguimores’ prova que cultivei uma relação em que todos torcem por mim além do virtual”, acredita. Outro exemplo de que a visibilidade de Vivi ultrapassa a timeline são as suas emblemáticas participações na televisão.

Ela esteve em programas cobiçados por qualquer celebridade no auge da carreira, como “Encontro com Fátima Bernardes”, ao lado de Camila Coutinho e Dudu Bertholini, e “Criança Esperança”, além de atuar como jurada do novo reality show de culinária “Best Cake”, que premia o melhor boleiro do País com R$ 1 milhão. “Tudo aconteceu tão rápido que só me leva a crer que ser um referencial de positividade e alto-astral me trouxe muito mais do que eu sempre sonhei”, diz.

.: Editora Noir lança a esperada biografia do Bandido da Luz Vermelha, de Gonçalo Junior


Construído a partir de mais de 23 mil documentos, laudos psiquiátricos e três dezenas de entrevistas, “Famigerado!” desfaz o mito do assaltante sedutor e revela a crueldade de um criminoso que aterrorizou os milionários de São Paulo na década de 1960

Esqueça tudo que você sabe ou ouviu falar sobre João Acácio Pereira da Costa, o Bandido da Luz Vermelha. Longe de ser um criminoso que seduzia mulheres e desdenhava do sistema e da elite, ele era um psicopata capaz de cometer as mais terríveis crueldades com suas vítimas indefesas, sob a mira de sua lanterna e um revólver calibre 38. 

Nesse relato fascinante e nada glamoroso, fruto da consulta de quase 23 mil páginas dos 88 processos que correram contra João Acácio e o levaram a 351 anos de prisão, três dezenas de entrevistas e consultas a laudos psiquiátricos, “Famigerado! - A História de Luz Vermelha, o bandido que aterrorizou São Paulo na década de 1960”, de Gonçalo Junior, apresenta o relato definitivo sobre um dos mais famosos criminosos da crônica policial brasileira de todos os tempos.

Gonçalo explica que é difícil precisar o número de crimes cometidos por João Acácio, desde a violenta infância, vivida nas ruas de Joinville, em Santa Catarina, até sua prisão, no começo da noite do dia 7 de agosto de 1967, em Curitiba. Certeza mesmo, só que ele assaltou mais de uma centena e meia de mansões na capital paulista, entre março de 1966 e agosto do ano seguinte. Como deu a entender seu advogado de defesa, Roberto Von Haydin, em depoimento para o livro, João Acácio praticou crimes graves que ficaram de fora das investigações da polícia por motivos que ele não quis revelar. Provavelmente, assassinatos e estupros.

“Nada na história a seguir foi forjado, inventado, criado, imaginado ou romanceado”, diz o autor. “Tudo nesta biografia segue com o máximo de fidelidade dos processos que correram contra João Acácio no Fórum Criminal de São Paulo, entre 1967 e 1975, além das reportagens, artigos e editoriais publicados em jornais e revistas ao longo de 35 anos, entre 1963 e 1998”. Ele também entrevistou algumas pessoas que, de modos diferentes, tiveram contato direto com o assaltante na época em que ele cometeu seus crimes ou estava na prisão.

Um dos destaques da obra é a entrevista que o autor fez com a bióloga Ingrid Yazbek Assad, que levou um tiro a um centímetro do coração, dado por João Acácio quando tentava estuprá-la. Ela reagiu e sobreviveu por milagre. Depois de cinco anos de negativas, ela resolveu quebrar o silêncio de 49 anos e contar o que aconteceu naquela trágica madrugada. É um relato tão assustador que acabou por abrir o livro. “Não restam dúvidas que ele foi um psicopata, adorava subjugar suas vítimas e tinha enorme satisfação em fazer isso”, afirma Gonçalo.

O bandido em números
Joinville
• Atuou a partir dos 7 anos de idade (1949) e depois aos 22 (1971)
• Cometeu entre seis e oito assassinatos, além de furtos e assaltos à mão armada

Rio de Janeiro
• Atuou entre novembro de 1965 e janeiro de 1966
• Furtou entre 40 e 50 carros

São Paulo
• Atuou entre novembro de 1964 e agosto de 1967
• Cometeu aproximadamente 154 roubos e assaltos a residências e uma centena de estupros
• Matou entre seis e 10 pessoas

Penas
Suas condenações totalizaram 351 anos

Sobre o autor
Gonçalo Junior é jornalista. Trabalhou nos jornais Gazeta Mercantil e Diário de S. Paulo. Foi editor das revistas Personnalité (Trip) e Brasileiros. Colaborou em Playboy, Trip, Entrelivros, Bravo!, MAG, Nossa História e no jornal Folha de S.Paulo. É autor dos livros: "E Benício Criou a Mulher e O Homem-Abril" (Opera Graphica); "A Guerra dos Gibis" (Companhia das Letras); "Enciclopédia dos Monstros" (Ediouro); "Alceu Penna e as Garotas do Brasil" (Manole); "Maria Erótica e a Morte do Grilo" (Peixe Grande); "Quem Samba tem Alegria" (Civilização Brasileira); "É Uma Pena Não Viver" (Planeta); "Eu Não Sou Lixo", "Subversão Pelo Prazer", "Pra que Mentir?", "Visionário dos Quadrinhos" e "O Deus da Sacanagem" (Noir).

.: Batman 80: o Coringa hackeou o batcomputador para promoção

O Coringa hackeou o batcomputador e criou uma super promoção! A Batman 80 - A exposição está em cartaz no Memorial da América Latina em São Paulo acontece até 15 de dezembro

Foto: Divulgação


Se você ainda não viu a inédita "Batman 80 – A exposição", que celebra 80 anos de um dos personagens mais famosos do mundo, essa é a sua grande chance. Isso porque esta semana, o Coringa invadiu a sala de controle da exposição e armou uma promoção insana: na compra de três ingressos de terça a sexta o valor de cada ingresso sai por R$ 20,00.

A compra dos ingressos pode ser feita pelo site batman80expo.com.br e a promoção é válida até o próximo dia 15 de novembro. Compre já, antes que o Departamento de Gotham encontre o palhaço!

"Batman 80 – A exposição", criada em parceria com a Warner Brasil, é uma realização da Chiaroscuro Studios, maior agência de representação de quadrinistas do mundo e cofundadora da CCXP Comic Con Experience; da Caselúdico, empresa especializada na criação e execução de exposições imersivas, tendo no currículo exposições de grande sucesso como Castelo Rá-Tim-Bum, Tim Burton, Expo Mickey 90 e Quadrinhos; e Spoladore Eventos, que atua na produção da CCXP Comic Con Experience, Expo CIEE (maior evento estudantil da América Latina), Festival Unhide (um dos maiores festivais de Digital Art do mundo), Olimpíadas Rio 2016, entre outros eventos pelo Brasil. E o Memorial da América Latina, que já recebeu diversas exposições de enorme sucesso de público e que comemora 30 anos em 2019, foi o local escolhido.

Foto: Divulgação

Serviço: Batman 80 – A exposição
Data: até 15 de dezembro de 2019
Local: Memorial da América Latina | Espaço Multiuso | Portões 8, 9 e 13
Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 664 (Zona Oeste), São Paulo, SP, 01156-001
Estação Barra Funda do Metrô
Horários:
Terça a Sexta: das 12h às 21h
Sábados, Domingos e Feriados: das 10h às 21h
Estacionamento pago no local

Ingressos:
Terça a Sexta: R$ 35,00 inteira e R$ 17,50 meia
Sábados, Domingos e Feriados: R$ 45,00 inteira e R$ 22,50 meia
Meia-entrada para estudantes, idosos, professores e portadores de necessidades especiais conforme legislação vigente
Entrada gratuita para crianças até 4 anos
Ingressos com hora marcada à venda no site batman80expo.com.br E na bilheteria do Memorial só a partir do início da exposição, dia 05/09/19.

batman80expo.com.br | Facebook.com/batman80expo
Instagram.com/batman80expo | #batman80expo

Sobre a Warner Bros. Consumer Products (WBCP) – É uma divisão de licenciamento da Warner Bros. Entertainment Company, desenvolve produtos e experiências com o poderoso portfólio de marcas e franquias de entretenimento do estúdio para alegrar a vida de fãs em todo o mundo. A WBCP tem parcerias com as melhores empresas licenciadas do mundo em uma gama premiada de brinquedos, moda, cuidados pessoais, decoração e publicações entre outros segmentos de produtos inspirados em franquias e propriedades como DC, Wizarding World, Looney Tunes, Scooby Doo e Hanna-Barbera. A divisão de Global Themed Entertainment inclui experiências inovadoras como o Mundo Bruxo de Harry Potter e o novo parque indoor Warner Bros. World Abu Dhabi. Com inovadores programas globais de licenciamento e merchandising, iniciativas de varejo, parcerias promocionais e experiências temáticas, a WBCP é uma das principais organizações de licenciamento e merchandising de varejo do mundo.

Sobre a DC - Casa de icónicas marcas (Batman, Superman, Mulher-Maravilha, Aquaman, The Flash, Lanterna Verde), DC Vertigo (Sandman, Fables) e MAD, a DC é a divisão criativa responsável por integrar estrategicamente seu conteúdo através da Warner Bros. e WarnerMedia. A DC trabalha em conjunto com outras divisões chaves da Warner Bros. para difundir suas histórias e personagens em todas as mídias, incluindo, mas não limitado a cinema, televisão, produtos licenciados, home entertainment e jogos interativos. A publicação de milhares de histórias em quadrinhos e revistas a cada ano fazem da DC é a maior editora de quadrinhos em língua inglesa de todo o mundo.

quinta-feira, 14 de novembro de 2019

.: #ResenhandoTeatro: SP tem último final de semana de peças incríveis

Com Andréia Horta, Fabricio Pietro e grande elenco, "Jardim de Inverno" terá seu último final de semana no Teatro Raul Cortez. Antes, nesta quinta-feira, haverá sessão popular a R$ 20. Foto: Danilo Borges

Por Helder Moraes Miranda e Mary Ellen Farias dos Santos, editores do Resenhando.

"Jardim de Inverno" | 100 minutos | Comédia infantil | Teatro Raul Cortez | Até  17 de novembro | Quinta (sessão popular) e sexta, às 21h30, sábado, às 21h, e domingo 20h. | Sinopse: o espetáculo é adaptado do romance “Revolutionary Road”, que originou o filme "Foi Apenas Um Sonho". April e Frank são jovens, bonitos e com seus dois filhos formam a família perfeita do idílico subúrbio americano dos anos 50. Mas, na verdade, se sentem reprimidos e aprisionados nessa realidade. Então April propõe um plano que irá colocar à prova seus limites. | Texto: Richard Yates | Adaptação e traduçãoFabrício Pietro | Direção: Marco Antônio Pâmio | Elenco: Andréia Horta, Fabrício Pietro, Erica Montanheiro, Iuri Saraiva, Martha Meola, Ricardo Ripa, Luciano Schwab, Aline Jones, Julia Azzam e Lucas Amorim Endereço: Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - Bela Vista. | Classificação: 14 anos.


"Zorro - Nasce Uma Lenda"  | 100 minutos | Musical 033 Rooftop do Teatro Santander Até 17 de novembro Sextas, das 20h às 21h, pré-show, e das 21h às 22h40, showSábados, das 16h às 17h, pré-show, e das 17h às 18h40, show, e das 20h às 21h, pré-show, e das 21h às 22h40, showDomingos, das 15h às 16h, pré-show, e das 16h às 17h40, show, e das 19h às 20h, pré-show, e das 20h às 21h40, show | Sinopse: baseado na obra da consagrada escritora chilena Isabel Allende, o espetáculo conta a origem da história do herói mascarado, que completa 100 anos, misturando romance e muito humor. Adaptação e direção artística: Ulysses Cruz Elenco: Bruno Fagundes, Marcos Mion, Leticia Spiller, Nicole Rosemberg, Javier Rodriguez, André Odin, Talita Real, Rodrigo Negrini, Luana Zenun, André Torquato, Maysa Mundim, Daniel Cabral, Mari Saraiva, Ygor Zago, Carol Isolani, Lucas Nunes, Demetrio Sanches e Jef de Lima, além de nove músicos em cena. Diretor Assistente: Ravel Cabral Diretor Musical: Carlos Bauzys Atual Produções e Bárbaro! Produções, em associação com Zorro USA LLC Endereço: Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 2041 - Itaim Bibi Classificação: livre, menores de 12 anos acompanhados.


"12 Homens e Uma Sentença" | 100 minutos | Comédia infantil | Teatro Aliança Francesa | Até  17 de novembro | Quintas, sextas e sábados, às 20h30, e domingo, às 19h Sinopse: A trama de um dos melhores filmes de tribunal da história, "12 Angry Men", é um marco na história do teatro brasileiro com uma jornada de quase dez anos em cena, mais de 500 mil espectadores, Prêmio APCA de melhor espetáculo e duas indicações ao Prêmio Shell. | Texto: Reginald Rose| TraduçãoIvo Barroso | Direção: Eduardo Tolentino de Araujo | Elenco: Adriano Bedin, Ariel Cannal, Augusto César, Brian Penido Ross, Bruno Barchesi, Carlos Meceni, Daniel Volpi, Fúlvio Filho, Genézio de Barros, Guilherme Sant'Anna, Norival Rizzo, Renato Caldas e Rodolfo Freitas Endereço: Rua General Jardim, 182, Vila Buarque | Classificação: 12 anos.


"Brian ou Brenda?" 
| 85 minutos | Drama | 
Viga Espaço Cênico | Até 17 de novembro Às sextas e aos sábados, às 21h, e aos domingos, às
 19h Sinopse: em 1965, nascem os gêmeos Brian e Bruce, que são submetidos a uma cirurgia de fimose aos 8 meses. Durante esse procedimento, o pênis de Brian é acidentalmente cauterizado. Atônitos, os pais procuram o psiquiatra John Money, que defende a tese de que os bebês nasceriam neutros e teriam seu gênero definido pela criação. Ele aconselha a família a fazer em Brian uma operação de redesignação sexual e a educá-lo conforme uma menina. | Texto: Franz Keppler | Direção: Yara de Novaes e Carlos Gradim | Elenco: Augusto Madeira, Daniel Tavares, Giovanni Venturini, Jimmy Wong, Kay Sara, Lavínia Pannunzio, Marcella Maia e Paulo Campos Endereço: Rua Capote Valente, 1323, Pinheiros Classificação: 14 anos.


"Heather"
 80 minutos | Drama | Sesc Pinheiros - auditório | Até 16 de novembro Quintas, sextas e sábados, às 20h30. Feriados (2 e 15 de novembro), às 18h Sinopse: retrata uma reclusa escritora de livros juvenis que se torna, do dia para a noite, um fenômeno de vendas. | Texto: Thomas Eccleshare Encenação: Marcio Aurelio Atuação: Laís Marques e Paulo Marcello | Endereço: Rua Paes Leme, 195 - Pinheiros Classificação: 12 anos. 



"Ex-gordo
" | 80 minutos | Comédia | 
Sesc Ipiranga (auditório) | Até  17 de novembro (no feriado de 15 de novembro, a apresentação acontece às 18h30) Quintas e sextas, às 21h30. Sábados, às 19h30. Domingos, às 18h30Sinopse: Um ex-gordo vive isolado no 48º andar de um arranha-céu e convida um grupo de atores para encenar semanalmente uma espécie de psicodrama, em que ele seria a figura central da história. Por meio do teatro, ele inventa várias figuras que marcam a sua memória, esperando um dia encontrar sua verdadeira identidade e reintegrar-se na sociedade. Elenco: Bárbara Salomé, Camila Biondan, Fernando Aveiro, Humberto Caligari e Murilo Inforsato Realização: Sesc SP e Núcleo de Pesquisa Caxote Endereço: rua Bom Pastor, 822, Ipiranga | Classificação: 16 anos.


.: Londres: drag queen brasileira é homenageada em exposição de artes

Artista brasileira Milenna Saraiva escolheu nomes como Marielle Franco, Chico Mendes e a drag brasileira Tchaka Rainha das Festas


A Focus Ldn tem o orgulho de apresentar neste novembro o trabalho de quatro artistas verdadeiramente internacionais e que exploram suas únicas narrativas culturais, através de um multitude de materiais e estilos dentro da pintura. 

A exposição 'Cultural Diaries' apresenta a última série de retratos abstratos da artista brasileira Milenna Saraiva, as paisagens utópicas do britânico Tom Cox, as pinturas abstratas, feitas com o próprio corpo, do canadense KV Duong e as pinturas pirográficas da Australiana Michelle LKC. 

Milenna, já conhecida por seus expressivos retratos coloridos, traz para Londres a série entitulada “Empaths” (Empatas), onde os retratados homenageados são ativistas de todas as partes do mundo. Entre os nomes escolhidos pela artista encontramos artistas, militantes, politicos e lideres religiosos, mas todos com uma caracteristica em comum: o amor ao próximo e a luta por direitos a minoria.

Dentre os nomes destaque para: Marielle Franco (socióloga, politica, feminista e defensora dos direitos humanos, assassinada em 14 de março de 2018 no Rio de Janeiro), Madonna (cantora, compositora, dançarina, atriz, empresária e produtora musical norte-americana, uma das principais ativistas LGBTI do mundo), Tchaka Drag Queen (personagem feita pelo ator Valder Bastos no Brasil é uma das principais ativistas em prol da comunidade LGBTI, reconhecida e premiada como a Rainha das Festas, por mais de 5000 mil eventos realizados). "Escolhi a Tchaka pela representatividade junto ao público LGBTI no Brasil, incansável diariamente esta lutando por todos de forma igualitária e humana. Pessoas assim, merecem homenagens em vida", explica Milenna. 

Chico Mendes (seringueiro, sindicalista, ativista político e ambientalista brasileiro. Lutou a favor dos seringueiros da Bacia Amazônica, cuja subsistência dependia da preservação da floresta e das seringueiras nativas), Dalai Lama (chefe de estado e líder espiritual do Tibete. Em se tratando de um monge e lama, é reconhecido por todas as escolas do budismo tibetano), Emma Gonzales (ativista estadunidense e defensora do controle de armas e do desarmamento nos Estados Unidos. Ela é uma sobrevivente do Massacre na Stoneman Douglas High School, escola na qual era estudante), Raoni Metuktire (líder indígena brasileiro da etnia caiapó. É conhecido internacionalmente por sua luta pela preservação da Amazônia e dos povos indígenas, entre outros

Para a artista, "em tempos sombrios precisamos dar muito valor às pessoas que estão (ou tentaram) mudar o “status quo' para o bem da humanidade. O que todos eles têm comum é a empatia que têm pelos outros. Somente a empatia e o amor vão combater os retrocessos que estamos vivendo hoje."

A exposição Cultural Diaries é organizada por Focus Ldn, uma plataforma artística feita por artistas, que têm produzido exposições e eventos com artistas emergentes e já consagrados, desde 2016.

A Private View acontece no dia 26 de novembro de 2019, na galeria de arte Old Brompton Gallery, localizada no bairro de Kensington, em Londres, Reino Unido, das 18:00 às 21:00 hs. A exposição segue aberta para o público do dia 27 de novembro até o dia 1º de dezembro, das 11:00 às 19:00 hs. 

.: Diversas atividades no Museu do Futebol neste feriado

Para quem está em São Paulo no feriado de 15 de novembro, o Museu do Futebol é uma boa opção de passeio para família e amigos. Até sexta-feira, o visitante pode ver a Taça do Campeonato Paulista Feminino exposta na Sala Osmar Santos e assistir aos vídeos dos dois times finalistas, Corinthians x São Paulo.  Ao lado da taça, tem pebolim feminino para os visitantes brincarem à vontade.

Visita com educadores do Museu sobre como o futebol faz parte da nossa história também é umas das atrações deste dia. As saídas acontecem às 10h30, 11h, 13h e 13h30.

Das 11h às 12h30, as crianças poderão se divertir na “Oficina de miniparaquedas”. Além de aprender a construir o próprio brinquedo, elas poderão testá-los, lançando-os da passarela que liga os dois lados do museu.
Para os adolescentes e adultos, no sábado (16) tem a oficina de flipbook, das 14h às 15h30. Flipbook é uma técnica utilizada para animação de desenhos animados utilizando um bloco de papel. O visitante pode montar o seu próprio flipbook para desenhar uma jogada, um gol ou uma defesa.

No fim de semana, os pais e cuidadores que estarão com bebês e crianças de até 3 anos podem ser divertir no “Espaço Dente de Leite” das 10h30 às 15h30. O espaço fica montado ao lado da biblioteca do Museu.

Localizado sob as arquibancadas do Estádio do Pacaembu, o Museu é uma instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo.

Visitação
Praça Charles Miller, s/nº São Paulo, SP
Terça a domingo, 9h às 17h (visitação até as 18h)
R$ 20 | Meia entrada: R$ 10 | Entrada gratuita para crianças até 6 anos
Combo família (a partir de 4 pessoas) R$ 15 | Meia entrada R$ 7,50
Grupos (acima de 10 pessoas) R$ 15 | Meia entrada R$ 7,50
*Por conta do jogo entre Palmeiras e Corinthians no Estádio do Pacaembu, às 19h, o Museu do Futebol tem seu horário de funcionamento alterado, com a bilheteria aberta até as 16h e permanência dos visitantes no Museu até as 17h.

.: "Carioca ao Vivo" no Teatro Opus, em São Paulo


Com o seu novo espetáculo, o humorista Carioca apresenta uma temática completamente diferente do que já foi visto anteriormente. "Carioca ao Vivo" é um espetáculo ímpar, em que a plateia se sente dentro de um programa de televisão ao vivo, com muito improviso. E é claro que as risadas estão garantidas!

As apresentações do novo show de Carioca acontecem dias 15 e 16, às 21h, e 17, às 20h, no Teatro Opus, em São Paulo. Os ingressos custam a partir de R$ 30,00 e estão à venda pelo site uhuu.com.

Márvio Lúcio, o Carioca do programa "Pânico", é conhecido por sua irreverência e sua versatilidade como ator, repórter e apresentador. Considerado um dos melhores humoristas e imitadores da atualidade, ele completa 22 anos de carreira em que conquistou uma grande quantidade de fãs. 

Seu canal é um misto de tudo o que ele fez na televisão, buscando extrair o máximo de seus personagens de uma forma mais livre e espontânea, muito diferente do que já foi visto na TV.  Carioca é humorista, radialista e repórter brasileiro, conhecido por suas inúmeras e emblemáticas imitações. Entre elas podemos destacar as personagens do Amaury Junior, Jô Soares, Fausto Silva, Zeca Camargo, Edir Macedo, Raul Gil, Boris Casoy e Lulu Santos. Classificação: 14 anos. Duração: 90 minutos.

Localizado no Shopping Villa Lobos, o Teatro Opus conta com 750 poltronas, tem plateia alta e balcão suspenso. Fica na avenida das Nações Unidas, 4777 - Alto de Pinheiros, em São Paulo.

.: Rita Lee lança série de livros infantis "Dr. Alex" pela editora Globinho


Saga de cientista que se transforma em ratinho que defende o meio ambiente, editada pela primeira vez nos anos 1980, ganhou texto revisitado pela autora e novas ilustrações

A Globinho, selo de literatura infanto-juvenil da Globo Livros, lança nova edição da série infantil Dr. Alex, de Rita Lee. A autora - que desde sempre lutou pela causa animal e ambiental - lançou a coleção entre 1986 e 1992. "Uma vez, adotei um ratinho lindo. Papo vai, papo vem, ele me contou toda a sua história. E me disse que já havia sido gente! E mais: que se transformou em um rato para defender os bichos e a natureza. Gostei tanto que vou contar para vocês as aventuras de Alex", diz Rita Lee para os pequenos.

Em Dr. Alex, primeiro volume da série, a autora conta como um cientista alemão defensor dos animais se transforma num ratinho para se livrar de um grupo de malvados que não respeita bichos e nem o meio ambiente. As ilustrações são de Guilherme Francini, que também ilustrou Amiga Ursa.

No segundo volume da série, Dr. Alex na Amazônia, Rita conta como o ratinho Alex combate os malvados que querem acabar com a Amazônia, os bichos e os índios, por meio de queimadas e derrubando as árvores da floresta. Em Dr. Alex na Amazônia, o ratinho fica amigo de uma tribo indígena que estava muito preocupada com todas as maldades que vinham fazendo na mata. As ilustrações são de Quihoma Isaac.

Os livros tiveram os textos revisitados pela autora e novo projeto gráfico. Mais dois volumes completam a coleção e serão lançados no começo do ano que vem, também pela Globinho.

Postagens mais antigas → Página inicial
Tecnologia do Blogger.
 
google.com, pub-3645003449125371, DIRECT, f08c47fec0942fa0 subdomain=subdomain.resenhando.com subdomain=subdomain.www.resenhando.com