sábado, 9 de dezembro de 2017

.: "Magicamente - Hipnose Cômica": repórter conta como é ser hipnotizado

Por Helder Moraes Miranda, em dezembro de 2017.


Era 3 de dezembro de 2017. Madrugada de sábado para domingo, no Teatro Folha, Shopping Pátio Higienópolis, em São Paulo. Fui hipnotizado. Algum tempo antes, quando foi confirmado que nós, do Resenhando.com, iríamos assistir ao espetáculo "Magicamente - Hipnose Cômica", eu sabia que aconteceria. Coisas de intuição. Acredito e desacredito em tudo sem meio termo: ou creio demaaaaais ou duvido com todo o meu ceticismo. Por falar nisso, pensava que hipnose era mentira, balela, ou tudo combinado. Até passar por uma sessão de hipnose, durante uma hora e vinte, no palco do Teatro Folha.

Era meia-noite quando entramos quase atrasados para a sessão. Subimos as escadas do Teatro Folha já com as luzes apagadas e a plateia repleta de gente. Assim que sentamos em um lugar qualquer, em uma das fileiras do fundo, os três - André Attie, Sany Machado e Eduardo Neaime - se apresentaram e fizeram alguns exercícios - como o de prender uma mão na outra, que não funcionou comigo. Logo, eu estava cético quanto a ser hipnotizado, mas queria passar por essa experiência. 

Após uma pequena apresentação, em que eles explicaram que hipnose não é submeter os hipnotizados a situações degradantes - como imitar bichos ou contar segredinhos - todas as pessoas foram convidadas a subir no palco. Poucos tiveram coragem, e confesso que tive medo - E se eu não voltar? E se fizer alguma coisa bizarra no palco? E se as coisas saírem do controle e eu faça algo que possa me envergonhar pelo resto da vida? E se... E se.... E SE??? - Quando vi, estava no palco com umas 20 pessoas que, depois soube, foram sendo dispensadas ao longo de uma hora e vinte minutos de espetáculo. Sou o rapaz de casaco cinza com uma listra azul no peito.

Eu era o espetáculo e dezenas de outras pessoas também. Vou dizer novamente, eu não acreditava, pensava que era uma farsa, que comediantes eram contratados para ficar no palco e fazer um monte de besteiras para entreter a plateia - e estava pronto para desmentir tudo isso. E não foi o que aconteceu. Primeiro porque os três, no palco, têm algumas posturas que deixam as pessoas bem à vontade, bem seguras de si. Deve ser a experiência de dez anos fazendo isso, até em programas de TV aberta, mas vamos lá...


Nós, do Resenhando.com - os editores Mary Ellen Farias e Helder Moraes Miranda - com os hipnotizadores do "Magicamente"
Em nenhum momento eu fiquei inconsciente. Só muito relaxado a ponto de quase cair da cadeira. Mas o que se sente é uma vontade muito forte de obedecer. Tanto que disse que meu nome era "Aeió Uuuuuuuuuu" sem nenhum constrangimento e sabendo meu nome verdadeiro. Se penso que teve algum tipo de encenação em relação às pessoas que estavam do meu lado? Talvez, mas não tenho certeza, sou cético e só acredito porque passei e, da minha parte, foi extremamente sincero. Por isso, não quero nunca ver o vídeo - e quem me conhece, por favor, não me mostre nem comente comigo (já estou morrendo de vergonha!).

Enquanto eu falava "Aeió Uuuuuuuuuu" ou quando fazia algumas coisas diante de uma plateia risonha, sabia onde estava, o que estava fazendo, mas não me importava, nem sentia vergonha e nem vontade de rir. Quem passa por uma hipnose fica em  uma espécie de transe, em que se alcança um nível mil vezes mais evoluído do que quando não se está hipnotizado. E quando você acorda, está infinitamente mais relaxado. Disseram que 15 minutos de hipnose vale mais que quatro horas de sono. Recomendo, mas não passaria outra vez pela experiência porque acredito que é uma sensação que deve ser vivenciada uma única vez na vida, mas, no palco mesmo, havia gente que voltou. Hoje eu acredito em hipnose e me sinto extremamente mais completo por isso.

E, para quem não acreditou em nada do que escrevi, segue a gravação:






Crédito: Ricardo Carvalheiro

Sobre os hipnólogos:
- André Attie é palestrante, hipnólogo e mágico profissional desde 2000. É um grande estudioso da mente humana e da arte mágica. Seu carisma, simpatia e humor contagiam a todos durante suas apresentações, sendo esta sua marca registrada. Estudioso da hipnose, André Attie vem a cada dia se especializando para conhecer os segredos da mente e fazer apresentações de forma muito interativa e criativa. O hipnólogo faz apresentações em português e inglês. Fez os cursos de Induções Instantâneas, com Sean Michael Andrews (Instituto Elsever); Hipnose Clássica, com Rafael Baltresca; Hipno-Waving com Hansruedi Wipf (Omni Institute); Hipnose Clínica, com Bruno Tricárico; Modern Hypnotism and Impromptu Hypnosis Workshop, com Anthony Jacquin; HypnoSport e HypnoPerform – hipnose aplicada a atletas e executivos – com Hansruedi Wipf e Adrian Brüngger (OMNI Training Center); entre outros cursos de formação.

- Sany Machado  é  palestrante, hipnólogo e mágico profissional há mais de 25 anos, com experiência no mercado corporativo e cultural. Realiza palestras e treinamentos utilizando a mágica para o mercado corporativo. Como não podia ser diferente, também procurou diversificar seus conhecimentos para mostrar como podemos criar novas formas de entretenimento, usando a mente humana como um novo jeito mágico de encantar as pessoas. A Hipnose entrou em sua vida através de seu sócio André Attie que, juntos,  criaram um novo jeito de entreter o público mostrando como a mente é surpreendente. É Formado pela Academia Paulista de Arte Mágica; tem curso de Hipnose Clássica, com Rafael Baltresca; Modern Hypnotism and Impromptu Hypnosis Workshop, com Anthony Jacquin; e curso Omni de Hipnoterapia - Basic - Advanced Hypnotism Training.

- Eduardo Neaime é palestrante, hipnólogo, publicitário e mágico profissional há mais de 10 anos.  Estuda muito os efeitos mágicos através do uso da mente e da hipnos. Tem curso de Hipnose Clássica, com Rafael Baltresca; Modern Hypnotism and Impromptu Hypnosis Workshop, com Anthony Jacquin; e Protocolo Simpson – especialização em Hipnose Clínica – com Inês Simpson. Também participou do curso HypnoSport e HypnoPerform – hipnose aplicada a atletas e executivos – com Hansruedi Wipf e Adrian Brüngger (OMNI Training Center) e Curso Omni de Hipnoterapia - Basic - Advanced Hypnotism Training.

Serviço
“Magicamente - Um show de Hipnose Cômica”
Local: Teatro Folha
Estreia: 2 de setembro de 2017
Temporada: até 16 de dezembro de 2017
Apresentações: sábado, às 23h59
Ingresso: R$50 (setor único)
Duração: 90 minutos
Classificação indicativa: 10 anos

*Valor referente a ingresso inteiro. Meia-entrada disponível em todas as sessões e setores de acordo com a legislação.

Teatro Folha
Shopping Pátio Higienópolis - Av. Higienópolis, 618 / Terraço / tel.: (11) 3823-2323 - Televendas: (11) / 3823 2423 / 3823 2737 / 3823 2323 Site: www.teatrofolha.com.br


*Helder Moraes Miranda escreve desde os seis anos e publicou um livro de poemas, "Fuga", aos 17. É bacharel em jornalismo e licenciado em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura, pela USP - Universidade de São Paulo, e graduando em Pedagogia, pela Univesp - Universidade Virtual do Estado de São Paulo. Participou de várias antologias nacionais e internacionais, escreve contos, poemas e romances ainda não publicados. É editor do portal de cultura e entretenimento Resenhando.

Carrossel de fotos do encerramento do show #Magicamente 👉👉👉👉👉👉 Sábado, às 23:59 horas é o início do show de hipnose cômica: "Magicamente", no Teatro Folha. Brincalhões, os hipnólogos André Attie, Eduardo Neaime e Sany Machado envolvem, com muito bom humor, a plateia, inclusive, os interessados sobem ao palco para participarem das hipnoses que divertem de modo sadio. Embora sejam feitas brincadeiras para entreter a todos, como por exemplo, falar coisas engraçadas, dançar, formar uma banda musical com instrumentos imaginários, há muita ética e respeito dos hipnólogos com os convidados. É uma experiência inesquecível, seja para quem permanece na plateia ou participa com o trio, no palco. Mais: http://www.resenhando.com/2017/10/espetaculo-magicamente-um-show-de.html
Uma publicação compartilhada por Resenhando.com (@portalresenhando) em
Compartilhar no WhatsApp
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.